domingo, 26 de março de 2017

Psicopatologias Cristianas: Animalismo e Alimentação Carnívora - Violados Pela Cruz.



Hoje os Médicos da Casa Real Sagrada de Sírius nos ensinarão como o Crisitianismo, de método de regeneração humana, se transformou em Métodos de Escravidão e Engano através da reciclagem das almas, manipulação do sistema de crenças, modelo mental e destruição dos conhecimentos e dos povos autóctonos para a criação de livros e bibliotecas limitadas a realidade 3D, que permitiriam a raça branca controlar a Verdade e ahistória, diminuir o poder e autoestima de outras raças e falsificar a história, com a finalidade de chegar a era Fotônica materializando a crença de ser uma "raça superior", quando em Verdade foram apenas os ASSASSINOS mais eficientes da última ronda evolutiva e durante a noite galáctica. 






Nos noticiários do Brasil inteiro se faz alarde a respeito da Operação Carne fraca, da "polícia" federal brasileira, que em Verdade jamais atuou como um corpo de polícia republicano, e se limita ao trabalho de apenas ser a guarda-pessoal, de mafiosos e criminosos de colarinho branco, aristocratas, senadores, que em Verdade são traficantes de cocaína, tiveram suas famílias ha gerações trabalhando para a CIA e colaborando com as atividades criminosas e ilícitas do governo americano, que são as mesmas estruturas que patrocinaram e patrocinam o Golpe de 2016 e por isso ninguém tem coragem de levar preso, ou comprar a guerra necessária para minimizar o poder dessas figuras folclóricas e máfias fisiológicas, que parasitam o erário público e se beneficiam das imunidades do Poder desde antes do Brasil Colônia. 








Do ponto de vista de nossa medicina e casa real sagrada, todas as crenças de que existem formas saudáveis ou "corretas" de se ingerir carne, são mentiras. O papelão sempre foi usado pelas indústrias para agregar peso e baratear os produtos como salsicha, carne moída e etc. Não existe nada de novo acontecendo, mas apenas se está jogando luz e cobrando providências de práticas abusivas que sempre foram mantidas e tinham como meta perpetuar a todos nas frequências do medo, que é o que alimenta tanto o cristianismo como o satanismo.


É importante que o leitor realize que uma vez assimilando uma dieta vegetariana, além de ter mais saúde e sensibilidade, você mina os poderes das elites e suas grandes indústrias, seja a do Abate animal ou seja a indústria que for, inclusive a indústria religiosa, que é a responsável pela proliferação desse tipo de alimentação que além de deteriorar nossos sistemas orgânicos, necessita de uma logística mega destrutiva para a criação do animal que virá a ser sacrificado para o deleite do Carniceiro, do cristão ou do covarde, que assim como pai, filho e espírito, formam a santíssima trindade da imbecilidade humana que alimenta crenças milenares, sem estudar história ou buscar conhecimentos.











Enquanto eramos nômades, alimentar-se de carne animal não era um problema pois os homens de uma aldeia tinham de sair para caçar e disso criava-se todo o equilíbrio social, divisão de tarefas, hierarquias de trabalho e etc.

Enquanto caçavamos os animais que comíamos, tínhamos ainda algo de Honra e éramos seres carnívoros, sem deixar de ser saudável e sem comprometer o equilíbrio seja da sociedade seja das diferentes densidades evolutivas por nós co-habitada. 

Nossos problemas todos enquanto raça se agravaram justamente quando se proliferaram as plantações de trigo que nos obrigou deixar de ser nômade para sermos sedentários (nascer, viver e morrer num mesmo local para cuidar das colheitas e assim especializar-se em alguma delas, o que deu a luz ao ato de acumular e enrriquecer), assim como o desenvolvimento do industrialismo criando a falsa idéia de "facilidades", perpetuadas através de tecnologias domésticas que graças a motores e "botões" nos desconectava cada vez mais dos princípios heliográficos, leis e regras universais que fazem a verdade evolutiva de cada coisa existente.












Graças a proliferação e banalização do trigo em nossas vidas diárias, tivemos o ritmo de nossas existências e percepções alteradas para pior, de forma que passamos a viver em um estado de ausência de entendimento de si mesmo e das próprias origens, somado ao medo do desconhecido e a crença na impotência do indíviduo ante a ditadura das maiorias e das massas. Em resumo, o caldo perfeito para que o cristianismo fizesse sua sopa.






Possivelmente a crença num "deus" crucificado e ensanguentado que perdoa todos os inimigos sem distinção e ressucita para vir visitar seus melhores amigos no 3º dia, seja a maior responsável pelo estado de total PSICOPATIA e burrice-servil, que vivem os devotos do cristianismo em qualquer parte da linha do tempo ou em qualquer ponto da pirâmide social. 

Graças ao cristianismo, materializamos um processo de decadência de nossas existências carnívoras, tranformando-se em CARNÍCEIROS.

O que diferencia carnívoros de carniceiros é justamente o fato de que o 2º não caça, nem realiza nenhuma forma de ritual para a ingestão do animal abatido. Simplesmente terceiriza esse evento através das indústria e como forma de gratidão, acaba por ingerir a carne 3 ou 5 vezes mais do que poderia ou deveria. Em verdade, depois de grandes guerras que geravam traumas, o pão e a carne eram usados para convencer os sobreviventes de que Deus os abençoava, pois não lhe deixava faltar o alimento. O Uso do Porco morto para consumo nas paredes e janelas das casas, que deu origem as peças de Jamón que abundam por toda espanha, nasceram da necessidade de diferenciar muçulmanos (que assim como judeus não comem porco) de cristãos, que graças aos seus padres e párocos, foram convencidos a ingerir aquela carne após cada cruzada, perpetuando seus costumes enquanto destruía os costumes de outros povos e graças a isso o PORCO é a carne mais consumida em todo mundo, até hoje. Se é verdade que você é o que você come, o leitor já deve idealizar porque somente 3 ou 4 tipos de carne estão permitidas para a ingestão humana. 

Graças a carne de porco as pessoas não se importam em serem mentirosas e sujas. Graças a carne de vaca elas estão sempre calmas, letárgicas, anestesiadas e não se importam de passar a vida pastando sem saber que sentido dar para essa. Graças a carne de frango, todos bebem cerveja feita com milho transgênico sem reclamar e ainda agradecem e passam suas vidas como galinhas, ciscando, cacarejando, batendo asas, colocando ovos, xeretando a vida alheia, que no caso da raça humana terrestre, tem como viveiros as mesas de bares. Se o brasileiro médio mesmo sendo burro se sujeita a passar horas discutindo futebol, notícias e políticas como um verdadeiro "galinho-de-briga" é justamente por que foi alimentado para agir e responder exatamente dessa forma.





Não é novidade para nenhum ser que se alimente de carnes mortas que; Se ele tivesse que matar os animais que come pessoalmente e não tivessem a indústria terceirizando e facilitando o trabalho sujo de matar, ele realizaria essa alimentação no máximo 4, ou 5 vezes ao ano, pois quem já foi a um matadouro ou viu animais serem mortos antes de um banquete ou churrasco, não ingeriu aquela carne sem pesar e sem lamentar e sem invejar aqueles que não viram a cena cruel e apenas ingerem a textura, pele e recheio comestível acreditando "alimentar-se" quando em verdade está apenas enchendo-se de energías que nos limitam aos planos da morte e do medo, sem contar as químicas que são adicionadas a carne para dar impressão de frescura e que maquiam agentes cancerígenos que visam a despopulação do planeta Terra.




Sem uma religião que distraísse o povo com histórias fantásticas e de moral duvidosa, jamais as indústrias de carne teriam lucro ou seriam capazes de eleger quais carnes podem ser ingeridas e que animais devem ser adorados como seres domésticos e jamais ingeridos. 


É disso que se trata o Animalismo; Pessoas que projetam seus melhores valores nos animais e colocam a culpa de tudo na raça humana, sem realizar que existem outras raças acima da pirâmide alimentar 3D humana, que nos utilizam como veículos de consciência, se alimentam de nós com as mesmas desculpas e parafernália científica que carniceiros cristãos com suas comunidades e ciência materialista, utilizam para seguir alimentando-se e forçando a raça humana ordinária do planeta a alimentar-se de animais mortos com a crença de que essa é a "melhor" ou a única fonte de proteína confiável.






Tudo o que você leu e ouviu em sua vida falando bem da alimentação carnívora ou dizendo que ela é fundamental e necessária são lobbys da indústria, que paga as universidades para "descobrirem" através de "pesquisas" os "benefícios" de se alimentar de sangue, medo, morte, ódio e dor, que são as energias que pairam em todos os níveis, nos ambientes onde esses animais são confinados, torturados e logo abatidos para a ingestão humana. 






O Porco é hoje a carne mais consumida no mundo e assim é feito por que tem sua estrutura de DNA muito parecida com a dos seres humanos. Graças a ingestão de porco por gerações, a humanidade foi cristianizada sem nenhuma higiene moral no que tange as contradições históricas e consideração pela raça humana e de forma dócil, passou a existir de maneira que respeita autoridade corrupta, paga contas abusivas em dia e dão lucro as corporações através de consumo sem realizar a destruição da qual são cúmplices em niveis históricos e globais e sem realizar que poderiam usar sua criatividade para criar sistemas mais eficientes e mais justos.







Ao sair pelo mundo impondo sua religião a base de espada e obrigando as pessoas a comer porco, os cristãos acreditaram estar tomando a capitania do Barco das elites e fundaram seu império de mentiras no ocidente. Africanos negros e imposição de uma alimentação carnívora baseada em apenas 3 ou 4 animais, o cristianismo foi encarrando a mente de seus seguidores e crentes cada vez mais no medo da morte, na necessidade de ingestão de carne e na crença do materialismo como única alternativa de realidade, antes da Morte, que nos mandava para apenas 02 lugares que eram inferno, para os "maus" e "Céu" para os bonzinhos. 







A psicologia cristã é de uma pobreza tão grande e acumula tantas mentiras históricas, que precisa manter os povos infantilizados pelo medo do que promete a doutrina, a todos aqueles que não sejam dóceis e obedientes ao seu deus carniceiro. 

Dóceis, burros e obedientes é exatamente o comportamento ideal dos mascotes e animais domésticos que as pessoas ordinárias tem em suas casas e necessitam que esses reproduzam para chamar esses animais de "filhos" ou considerar eles "inteligentes", melhores que os humanos e outras formas de psicopatia avançada. Os cristãos se perpetuam como psicopatas justamente quando se permitem sustentar grandes indústrias como a da carne, realizar eventos sociais como "churrasco" e "rodeio", ao mesmo tempo que se sujeitam ser "ativistas" de animais domésticos abandonados por seus Donos, ou ainda lutar para que animais domésticos como os seus tenham leis que garantam suas qualidades de vida enquanto humanos que não conseguem participar do capitalismo morrem de fome. Os cristãos querem sem heróis dos animais domésticos, impedindo esses de serem comidos em países onde isso é tradição. Todos sabemos que países orientais como Korea tem por hábito comer carne de cachorro, filhotes, entre outras iguarias da mesma maneira que cristãos fazem com suas picanhas, maminhas, fraldinhas, cupim, costela, asinha de frango, tutano e etc. A psicopatologia se confirma como doença quando esses cristãos, se movimentam de maneira ativista para impedir os koreanos de comerem seus cães, sem realizar que não existe nada que afirme que é correto alimentar-se de vaca, galinha e porco, da mesma forma que não existe nada que comprove que é incorreto comer cães e gatos.











Em verdade a alimentação 3D foi das primeiras formas de adicção desenvolvida pelos homens de maneira que é ela a maior responsável pelo aprisionamento de nossas almas (quando não reciclagem) em realidades e mundos como esse nosso. 





A intenção desse post não é convencer ninguém a ser vegetariano, menos ainda tentar desanimar aqueles que se crêem ativistas e defendem animais. 






A intenção desse post é deixar claro que tipo de energías move essas situações e aprisiona as pessoas que vivem de meias verdades em suas próprias falsidades, deixando que essas modelem suas existências, sem fazer questão de ter conhecimentos e sem abrir mão da vaidade de querer metralhar suas crenças e convencer os outros de que ela é a "mais correta", ainda que outros já tenham comprovado com mentira.

É o que acontece com os fanáticos do cristianismo. 




Hoje mesmo em meu facebook postei uma matéria do jornal O Globo que fala sobre a história de resistência e morte dos indígenas do Brasil durante a ditadura militar de 1964 e a tentativa de fazer esses servirem em "guardas-rurais" para policiar a Terra justamente para os grileiros que as haviam roubado de seus ancestrais. A Verdade sobre a nossa história não está nos livros e é deliberadamente adulterada ou escondida. Foram mortas tribos inteiras e as que sobreviveram seguem até hoje vítimas da catequização cristã feitas por missionários evangélicos que vem de todas as partes do mundo impor os dogmas da cruz como "verdade". 

De repente um de meus seguidores chamado Weber Camargo de Oliveira, que na foto de seu avatar-perfil deixa claro e visível tratar-se de uma pessoa grosseira, ignorante, avessa aos livros e a história e mais do que pronto para se entregar as mentiras do cristianismo e que eu não conheço, entra lá em minha página para comentar e MANDAR-ME (como todo cristão) "deixar de falar merda". 

Não apresenta um argumento, não discute um ponto de vista histórico, não comenta nada que tenha aprendido em outros livros. Simplesmente me acusa de estar "falando-merda" em letras garrafais maiúsculas, dando a entender que está gritando comigo e ficou bravinho por eu ofender o "deus" dele, sem realizar que essas "merdas" que falo não são mentiras, mas apenas a verdade sobre a Igreja e "deus" que ele idolatra, sem realizar que assim se torna cúmplice de assassinos, e se nivela com os seres mais burros e grosseiros do planeta Terra. 









Cada dia mais a intenção de ser bom por que se crê em "deus" e segue os preceitos de vida cristãos, revelam que as almas encarnadas em questão, foram recicladas pela religião, a essas pertencem e por isso sempre obedecem, ao ponto de chegar a discutir e agredir aqueles que tem mais conhecimento e experiência, pelo direito de viver em ignorância e evangelizar milhões através delas. É por essas e por outras que sempre surgem notícias de pais policiais que violam suas filhas, ou violam e torturam os presos e etc. Realizem que esse ser encarnado num corpo físico por vezes é uma alma reciclada que serve de veículo para que esses níveis de consciência se manifestem, lembrando que as guerras e as violações sempre foram parte das táticas de conquistas de grandes impérios e fazem parte da cultura de recompensa e castigo criada e alicerçada pelas mentes militares.








Em poucas palavras; O Homosexualismo é o fruto genuíno das guerras, tanto quanto o cristianismo é o fruto genuíno do Homosexualismo que colocou os homens para obedecer um carniceiro narcisista e vingativo como Yhavé para logo ter de adorar um ripe crucificado e ensanguentado, inclusive mais e melhor que as mulheres que lhes davam filhos.














A maioria das pessoas carnívoras, carniceiras e cristianas, do ponto de vista energético e vibratório está em profundo estado de tristeza, depressão, dúvida e medo, estados esses que foram criados por sucessivas guerras e se mantém em níveis astrais, nos impedindo alcançar a realidade mental e original de nossos seres e assim não consegue desenvolver os níveis de autoestima e felicidades necessários para primeiro perceberem o que estão fazendo através da alimentação que praticam (vampirismo, necromancia e canibalismo) e logo experimentar os domínios da espiritualidade de forma lúcida e verdadeira, através de suas próprias experiências e conclusões, sem auxilio ou orientação de igrejas, inclusive nos limites da carne e realidade física. 








A primeira e segunda densidade consciêncial de nosso planeta, nos proporcionam alta abundância criativa de alimentos em geral para suprirmos todas as nossas necessidades de nutrientes, proteínas, vitaminas e sais mineirais, sem que tenhamos de matar e principalmente derramar o sangue dos animais no solo que é o que configura o ritual de satanismo. A crença de que é necessário ingerir carne foi criada pela indústria que hoje está comprometida e sendo acusada de adulterar o produto, enganar o consumidor, entre outras formas de trapassa, que sempre foram praticadas e são, por todas as indústrias, não somente de alimentos e que terão agora luz jogada sobre suas atividades ilícitas. 












A pergunta que fica é: Por que as maiores empresas do ramo de alimentos estariam conspirando contra seus consumidores Brasileiros? E a resposta é simples e pode ser resumida em duas frases; Primeiro por que esse povo é muito burro e aqueles que governam esse povo burro, não são necessariamente inteligentes, mas são satanistas e sabem tirar vantagem de tudo, gostam de ser cruéis, se crêem os donos dos recursos do planeta e proprietários da raça humana. Segundo, esse sempre foi o trabalho deles e apenas agora é que se está divulgando de maneira massiva pois não poderão manter-se essas atividades e sistemas no cinturão fotônico. 








Foi através das mentiras ditas por Jehová no Gênesis bíblico, que a humanidade seguiu a senda de Nimrod, rei babilônico que foi o primeiro ser da Terra que teve a audácia e coragem de matar um animal para comer, baseado nas palavras do Deus-Jehová, como podemos ver em Gênesis 1,29:














29 E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda a erva que dê semente, que está sobre a face de toda a terra; e toda a árvore, em que há fruto que dê semente, ser-vos-á para mantimento.
30 E a todo o animal da terra, e a toda a ave dos céus, e a todo o réptil da terra, em que há alma vivente, toda a erva verde será para mantimento; e assim foi.
















Ou seja amigos, 2º a bíblia o primeiro alimento que deus deu aos homens foram as ERVAS que dêem sementes, para logo dar as árvores com todos seus frutos, para somente depois oferecer os animais da Terra, todas as aves do céu, todo reptil da Terra e de novo a ERVA VERDE para mantimento.


Isso nos faz entender o por que cristãos dizimaram os povos indigenas, proibiram suas potentes e eficientes medicinas, como a Cannabis e logo impuseram uma alimentação baseada em Vaca, Galinha e Porco, criando todas as doenças que hoje são tratadas pela comunidade médica acadêmica e laboratórios farmacêuticos. 

Jesus e o novo testamento surgem com o simbolismo do Peixe para suavizar esses estragos criados pela mente sodomita e predadora de Jehová. Jesus que não se sabe se nasceu em Betania, Galiléia ou Nazaré, que tem na bíblia sua história contada apenas dos 30 aos 33 anos e outros períodos de vida obscurecidos até mesmo pela própria igreja, era pescador, ou era carpinteiro como seu Pai? De fato, Seus discípulos eram pescadores seja de peixe, seja de almas para distribuir a Boa-Nova, como fez Paulo de Tarso, usurpando a Verdade cristã do coração dos homens, para criar a Igreja que temos hoje, que perdoa a todos sem cobrar responsabilidades e compromissos, que reúne violadores e violados numa mesma mesa para o ágape, sem que haja entendimento e justiça mas apenas "perdão dos pecados" e consolo dos aflitos. 










Enquanto o cristianismo perdoa os pecados e consola os aflitos, coloca os psicopatas, violadores, estelionatários, assassinos, corruptos em posição de comando. Os mandam as universidades, os doutrinam no conhecimento financeiro e idolatria hierárquica, desumanizam esses homens, os aprisionam com as promessas de um eldorado através de bons empregos em corporações. Ensinam aos psicopatas e pedófilos como devem se comportar na sociedade, para cada vez mais e melhor esconderem suas psicopatias e enfermidades mentais e sexuais, que tem seus apetites saciados no interior de lojas maçônicas, templos proibidos onde toda essa energía canalizada pela mentira, pode ser extravazada através de antigas práticas de sacrifício, orgías e etc.






É o que vemos no Brasil de Hoje com sua Neo-Teocracia-clepto-jurídica levada a cabo por neo-heróis nacionais como o "Juíz-Moro" ou o moleque-frangote-surfista-evangélico, "Deltantan"-Dalagnol, também conhecido como o "Mascotinho da Opus-Dey que quer dar" e que jura não precisar de provas mas apenas de evidências, para fazer "justiça" e encarcerar alguém com uma biografia do Quilate de Luís Inácio Lulla da Silva.


Uns tapas na cara de mão aberta, como fazia Bud Spencer em seus clássicos filmes com Terence Hill, quem sabe poderia ajudar o jovem Dallagnol a despertar para o fato de que estamos no século XXI. 




Quem sabe assim ele poderia ter mais vergonha na cara, rins mais saudáveis e um hálito mais fresco. Em resumo, com esses valores e crenças, não sobra outra tarefa para o jovem Dallagnol do que cheirar muito mal, como todos aqueles que crêem em religiões, se alimentam de carne morta e priorizam o trabalho escravo assalariado, são e cheiram.

Do ponto de vista de nossa medicina, casa real Sagrada e análise psico-vibro-energética dessas personalidades, todos esses novos personagens jurídicos catapultados pela rede globo, são jovens homosexuais que gostam de dar a bunda e acreditam que isso é pecado.

 Não conseguem ter honra, menos ainda atuar como Machos, Homens, baseado em Justiça, Amor e Verdade e por isso Jesus para eles é tão necessário. Todos eles vibram nas sombras, no medo, na culpa, no obscurantismo religioso, no reptilianismo social, no ódio de ter um pintinho minúsculo e se sujeitar a uma mulher burra, narcisista, predadora, quando não FEIA E CAFONA como a esposa do juíz de primeira instância, Moro e fingir uma civilidade que só existe nos livros de história, jamais nos personagens sociais com sede de poder e estatus.






Assim como o povo que os idolatra, ambos tem em comum a paixão por desprezar a Verdade, as provas, os dois lados e trabalharem apenas de forma a perpetuar suas crenças, mentiras, convicções e surrealismos judeo-cristãos que só pode ser materializado em ambientes onde o nível de burrice e submissão é muito alto. 

apesar de tudo isso, existem motivos de jubilo e alegria por parte daqueles que se consideram Homens Bons e tem o coração Puro. 

Me alegrou muito ver outro dia um vídeo na internet, onde um pastor neo-evangélico chamado André Valadão, que por sinal também é bastante aviadado, gay, afeminado, como todo religioso, dava uma "bronca" em seu público de fiéis chamando os "tolos, sem educação", visivelmente pobres, carentes e moradores da períferia.



























O motivo da bronca do pastor foi por que mais da metade dos jovens da igreja foi embora do culto na hora de assistir a "palestra-motivacional" de Deltan Dalagnol, o paladino da Opus-Dey e rei do sílicio juvenil, perdendo capacidade mazoquista e senso de ridículo apenas para o colega e muso, Geraldo Alkimin. 

Ou seja, apesar de limítrofes desgraçados e tristes, os pobres desse país já não são tão burros como há 20 anos atrás e estão dando trabalho ao sistema de controle assim como aos fantoches da elite que hoje estão expostos e amendrontados. 










Hoje além de vermos diariamente as patifarias e mentiras desses ventríloquos das elites em rede internacional, Sabemos quem são e quem sempre foram os juízes, procuradores, promotores, políticos, empresários e principalmente Aristocrátas que sempre enganaram e querem seguir enganando o povo Brasileiro. 


Hoje sabemos que o Ministério Público do Estado De RJ; SP e de Curitiba jamais foram PÚBLICOS ou defenderam os interesses da população, como bem deixa claro o Prefeito Grecca, gordinho submisso com traços suínos, que se acha "rico" por ter dinheiro e se orgulha de odiar o cheiro dos pobres. 

Hoje sabemos que a policial federal de federal não tem nada e é apenas o corpo de segurança de elite de grandes traficantes de droga que são senadores e sempre foram políticos corruptos. Boqueteiros de todo e qualquer um que leve uma alcunha de "doutor" ou tenha uma conta bancária com mais de seis zeros. 

O tempo é nosso aliado e sabemos que ele está acabando. Não tarda a hora em que os raios fotônicos despertem as informações galácticas que jazem em nossas células, ressucitando em nós os Grandes Leões que somos.

Quando esses Leões que somos forem recordados e invocados, seus rugidos serão ouvidos por toda a Terra. O Solo que esses canalhas pisam tremerá e eles desejarão do fundo de seus corações, jamais terem existidos e participado seja dessas religiões, seja dessas côrtes satânicas que sempre mantiveram o grosso da humanidade de joelhos. 

A Justiça virá senhoras e senhores e brotará não apenas dos céus e das estrelas que é de onde viemos, mas principalmente dos corações daqueles que são justos, humildes, simples e bons, não precisam de segredos e estão bastante cansados, das humilhações as quais foram por eras, condenados.

Quem viver, verá. Quem morrer; Também.

Que Deus abençoe a todos e que o Cristianismo seja apagado para sempre da memória humana.

Namastê,

Ruy Mendes - Março 2017

Um comentário:

Obrigado Pelo Seu Comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Visualizações de páginas da semana passada