quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Materialismo, Feridas Ancestrais e Heliografias Periféricas.



Saudações queridos Amigos e Leitores do Blog Médico Animósico.




O texto de hoje é uma canalização periódica realizada na intenção de trazer a luz do conhecimento dos homens comuns Que leiam o idioma português, informações que nos farão compreender como e porque as Almas através da manipulação do Livre Arbítrio, se deixam Aprisionar por eras e eras entre as realidades terrestres tanto de ordem etéreas como materiais e assim graças a toda DESINFORMAÇÃO EVOLUTIVA que existe em ambas, perder o interesse e mais que tudo a oportunidade de desenvolver seus níveis de consciência galáctico, que os permitiram regressar aos domínios dos Planos Supramentais, (onde fomos projetados e originados) que nos permite acessar a memória celular da humanidade, os registros akáshicos e compreender a informação que está nos planos da verdade desde antes da criação do tempo e assim, porfim, trabalhar com ela, se possível tendo acesso direto a fonte original, sem a necessidade de intermediários, guias ou orientadores, o que sabemos, é privilégio de muitos poucos em realidades tridimensionais e linhas temporais limitadas, como a por nós compartida.




De todas as adiccções e vícios dos quais a raça humana é refém e prisioneira o maior de todos é sem dúvida alguma o MATERIALISMO. 

Esse conceito de materialismo que estamos aprensentando aqui hoje vai um pouco além do conceito vulgar e comum de "gostar de coisas materiais" e não ter interesse por "religião", "energias" ou "espiritualidade". Ser "ateu", crente ou agnóstico. 

Estamos falando de materialismo como conceito monolítico de realidade, um dos sintomas mais comuns nos processos de PARAPÂNDEMIA EVOLUTIVA E PARAPSICOSIS PÓS DESSOMÁTICA que é o que mantém as pessoas aprisionadas a idéais falsas, referente a própria sobrevivência, como por exemplo ter de comer 03 vezes ao dia, manter um nível de higiene e ascepsia que vai além da paranóia, entre outras realidades que nos mantém acelerados e preocupados e jamais relaxados como necessitamos, se quisermos atingir um nível de vibração que nos conecte como Amor infinito. É esse tipo de materialismo que mantém as pessoas em realidades mentirosas, praticando mentiras.

Desde a perspectiva da alma desencarnada o materialismo é problema muito maior do que para aqueles que estão encarnados na Matéria, que graças as limitações e armadilhas criadas pelo encontro entre a realidade material e a heliografia espaço-temporal, gera mais oportunidades de DESPERTAR A realidade espiritual.





Em resumo, a maioria das almas encarnadas num corpo físico, tem sua consciência morta e possui uma equipe de seres que trabalham de maneira ininterrupta para que essas consciência, através dos eventos da vida que devem ir de encontro ao desenvolver de uma programação existencial, despertem e realizem um salto quântico até os planos eternos do Amor infinito e da verdade que é a nossa origem e eternidade. 

Inclusive é certo dizer, que muitas encarnações e programações existênciais em realidades materiais como a nossa, se dão para sanar o materialismo arraigado nos corpos sutis, que impede a consciência de migrar a realidades cada vez mais etéreas, progressivas, lumínicas e amorosas e assim, se aprisiona em realidades materiais e semi-materiais que necessitam de densidades, formas, Sombras e consciências regressivas que as organizem e governem, quase sempre através de métodos perversos, caóticos, sinistros e irônicos, quando não terroríficos e bizarros.









Uma vez adicto de estar na matéria e sentir os prazeres sensórios que somente ela oferece, O fato de você não ter mais um corpo físico, por vezes pode gerar revolta da mesma maneira que um alcoólatra se torna agressivo quando sente abstinência ou extrema necessidade de ingerir sua bebida favorita, podendo chegar ao ponto de roubar, quebrar coisas, agredir, ter chiliques e etc.

Isso tem como resultado além da adicção o aprisionamento que é capaz de manter o corpo sutil prisioneiro das energias da matéria, inclusive quando a alma em questão já não possui um corpo e o que é pior, sem interesse em aumentar os domínios das energías etéreas, o que facilita o processo de "vaí-e-vem" entre uma realidade e outra, materializando o que chamamos ALMAS RECICLADAS.












SIMPLESMENTE TUDO o que acontece dentro do tempo, na realidade material e ou linha espaço-temporal por nós habitada, fica automaticamente registrado nos REGISTROS AKÁSHICOS confirmando de fato que, NÃO EXISTE NADA que esteja imune a Lei do Karma, exceto o Poder-Perdoar e aquilo que os religiosos chamam de GRAÇA. Somente o perdão e a graça podem criar eventos fenomenológicos capazes de anular a Lei do Karma. Cada guerra, cada injutiça, cada tapa na cara, cada respiração, peido, bocejo, orgasmo, brochada, cada momento que você passou dentro de seu quarto, na vagina de uma mulher que não amava, todas as vezes que você mentiu em nome da paz ou de seu conforto, cada lugar que foi, o que fez, pensou e digeriu nele, o que você comeu no dia 10.456 de sua vida, o número de respirações que você deu, dará e o número de batimentos cardíacos que poderá ou terá o direito de executar, as pessoas que enganou, traiu, ajudou, consegiu livrar-se, perdoar. Aqueles sentimentos que tinha quando elegeu mentir ou ser sincero ao ponto de nascer ou morrer pros outros, ou preferiu o caminho mais fácil sem levar em conta as consequências em outros níveis da realidade que eram por você, completamente ignorados ou intuias, estão registrados nos anais do universo e é trabalho de Nosso eu Superior e Equipes de Amparadores e Mentores em níveis extrafísicos, criar os eventos que materializarão os aprendizados que estamos aqui para assimilar. Nenhuma alma encarnada na Terra nesse momento do século XXI está aqui a toa e cada uma dela pertence a um nível evolutivo que a conecta com sua própria linhagem consciêncial.








Imaginem por exemplo; a Alma de um Soldado do Século XIII que morre em batalha e tinha um sistema de crença cristiano, certamente irá habitar um tipo de realidade consciêncial ou mundos de nível 4D, diferentes, com menos informação e acesso a sabedoría que uma Alma que tenha chegado ao Século XXI e lutado na guerra do Iraque.

Por vezes desde a perspectiva 4D, a Alma desse soldado do Século XIII era quem estava reencarnada como Soldado no Século XXI com a programação existencial de ser engenheiro, advogado, jardineiro, informático ou bancário. Ele tinha várias opções para fugir do carma de ser assassino e por falta de uso adequado da intuição, acabou por materializar o mesmo carma de ser soldado, justamente aquilo que fez ele criar uma Nova Encarnação em 3D para ser sanado e resolvido. Se deixou Levar, se deixou reciclar e isso é muito mais comum do que podemos imaginar e segue sendo usado por Arkchôntes regressivos para manipular as almas e conseguir sutilmente forçar essas a encarnar de novo e cometer os mesmos enganos ou enganos desnecessários. Isso está também no cristianismo e islamismo e em todas os povos e culturas que para serem esses povos e essas culturas, distorceram ou corromperam as inormações originais que os fazia HUMANOS. Ninguém em nosso planeta fez isso mais e melhor que o AÇUCAR.

O açucar foi certamente o elemento criado, mais e melhor capaz de desconectar os seres de suas linhagens e origens humanas, introduzindo e aprisionando esses em Linhagens consciênciais de ordem 2D animal, facilitando assim o processo de popularização e banalização da alimentação carnívora, permitindo assim que essa fosse feita por meios industriais, o que demanda uma estrutura logística devastadora.









Voltando ao nosso exemplo de alma abordado acima; Imaginem vocês leitores como se sentiria ou se sentirá essa Alma de Modelo Mental Arquetípico "soldado/guerreiro" que foi realizar uma encarnação em 3D com a programação existencial de ser qualquer coisa menos isso, quando regressar aos domínios etéreos e supra-mentais? Ele verá que falhou e que ao invés de ter contato consigo mesmo e descobrir o que realmente queria ou necessitava para ser feliz, deixou de usar a intuição e acabou por seguir seus instintos ancestrais, conselhos de terceiros que ativavam esses instintos e fazendo as escolhas baseado em consensos equivocados, como sentir-se protegido ou correr o menos riscos possíveis. Se você é velho, fracassado e sente-se cansado é natural que não queira correr riscos. Mas se você era jovem, tinha que correr riscos para atingir outros níveis de consciência e não o fez, então terá certamente problemas e limitações que podem se tornar graves.

Isso gera tristeza, aumenta, aprofunda e alimenta feridas, que ficam plasmadas como hematomas tanto em nossas estruturas áuricas e sensíveis como possuem reflexo em nossas estruturas físicas e orgânicas que serão "gastrites", dores, formas corporais desarmônicas, formas pensamento negativa, reações delirantes e etc. Não há anda que fuja a um pentefino bem feito que se baseie em consciência, e conhecimento, livre de dogmas e crenças.













Por vezes essa dor gerada pela frustração de não ter realizado o que se pretendia numa encarnação faz com que a alma enferme e quando uma alma adoece o melhor que pode passar a ela é eleger uma encarnação na Matéria, passar uma vida toda com Amnésia referente as informações que jazem na memória ancestral e celular, principalmente quando essa é demasiado traumática. 





Em palavras simples; As Feridas ancestrais acabam servindo de desculpa para que novas encarnações sejam realizadas e por motivos médicos, para facilitar os processos de cura, as almas acabam por aceitar, muitas vezes sem ter acesso ao conteúdo da programação e passam toda uma vida sentindo-se enganadas por que não conseguem desenvolver os quoscientes de amor próprio e inteligência necessários, ainda que essa sensação de engano não seja captada de todo desde uma perspectiva consciente, mas com certeza sensível e metafísica e proprcionalmente ligada ao uso da intuição.

Uma vez que a Alma se deixa convencer de que as feridas ancestrais que possuí são motivos para novas encarnações terrestres, cada novo regresso as moradas etéreas, ela vem com uma falsa certeza a respeito de que está "evoluindo" e "aprendendo" quando em verdade apenas está se entretendendo e destraindo e assim encerra sua existência para o desconhecido, tornando-se então uma "pseudo-especialista" sobre temas que preenchem ambas realidades, tendo como resultado a desconexão com energias importantes, como a Curiosidade e a humildade, ambas necessárias para acessar-se novos conhecimentos.










Ao invés de serem surprendidas pela Vida e Pelo Universo, Essas almas se tornam Especialistas sobre tudo o que existe e acontece em volta delas, se posicionam em níveis hierárquicos e passam eternidades ali mais do que seguros, por que sabem ter um saber superior a uma gama enorme de almas que ainda estão dormentes e ignoram o que acontece de fato entre ambas realidades tanto 3D como de 4D em diante e assim,  acreditam que "conhecem" ou "dominam" as coisas por que repetem explicações que outros desconhecem e aceitam como "verdades" sem jamais checar, permanecendo assim de forma indefinida, sem realizar que existem infinitas realidades e possibilidades, aprisionando-se nas geografias tanto etéreas como materiais das quais são refém e prisioneiros, muitas vezes iludidos de que são "Maestros" e "professores". No que tange os domínios do Orbe Terrestre, o que é encima é como é embaixo e podemos dizer que nas perspectiva 4D temos luta de egos e disputas hierárquicas até muitos níveis e em diferentes setores, da mesma maneira que acontece em 3D com partidos políticos, reitorias de universidades, delegacias de polícia, organizações não governamentais, movimentos sociais e etc.

Seja em 4D, seja na matéria física, todos tem seus apegos e ilusões hierárquicas e podemos dizer que ali isso em algumas regiões é inclusive mais intenso pois não se pode mentir em mundos energéticos imateriais, ainda que densos, que se equilibram e equilibram seus habitantes pura e simplesmente através do Poder Lumínico desses, equalizando assim a Hierarquia presente de maneira sempre líquida e certa, não dando espaço e oportunidade para "injustiças" ou criação de sistemas paralelos, que gerem riqueza e poder, através de energias de baixa frequência ou regressiva.


Quanto mais Poder de Iluminar a Si mesma uma Alma Possui, mais é respeitada inclusive por seus Inimigos, que não tem outro remédio que não seja temer ou invejar o poder imenso que essa Luz representa. No que tange o Cosmos, uma Alma Obscura sempre se curvará diante de uma Alma que Brilha e ao encontrar com essa,se comportará como um estudante aplicado e fará tudo que pode para incrementar seu próprio potencial lumínico.









Quando uma Alma não consegue atingir o pontecial Lumínico aos níveis em que pretendia ou que gostaria durante uma determinada existência mas acha que sim ou não aceita a Verdade, além dos Hematomas e crostas de energia obscura que chamamos FERIDAS ANCESTRAIS e se instalam no sistema áurico, cria-se também o que chamamos HELIOGRAFIAS PERIFÉRICAS.


Mas o que é Heliografia, Ruy?

Helios como muito sabem, era o Deus-Sol e grafia como já imaginam diz respeito a INFORMAÇÕES GRAVADAS.

A Heliografia diz respeito a toda informação da Alma em níveis Peregrinos e Viajantes.

Desde o primeiro momento em que uma Alma ou um grupo de almas se aproxima do sol Central Galáctico, são registrados em Alcyon e dali um plano é traçado para que essa alma ou grupo cheguem no destino almejado que pode ser um sistema solar como o nosso ou muitos outros.

Todas as Almas que vieram de fora e hoje estão encarnadas na Terra, chegaram pelo Sol e tiveram que passar Por Mercúrio e Vênus, onde receberam os aprendizados que levam dentro de si, antes de habitar a Terra. Por outro lado todas as Almas Recicladas por religiões e outros sistemas de crenças regressivos, estão aprisionadas aqui e não saíram jamais dos domínios 3D E 4D densos e regressivos do planeta Terra. Todas as pessoas que morrem ou desencarnam na Terra e que não sejam obstruídas e desviadas por falsos mentores que as convencerão a ir para colônias como Nosso Lar e ali ficarem pelo tempo que decidam ou até cansarem de serem convencidos e orientados por seres que são regressivos e fingem com perfeição sua Luz demiúrgica, obrigatóriamente devem ir a Lua para logo depois a Marte para somente dali poder sair de nosso sistema Solar ou continuar dentro dele rumo Júpiter, Saturno, Urano, Netuno, Ceres, Serpentário e Plutão.


Cada um desses planetas também podem ser considerados como REATORES NUCLEARES que recebem e enviam energias radiotivas, que são captadas pelas nossas gländulas e que dão forma e modelo a nossa forma física e também a personalidade. Essas energías enviadas e recebidas são informações fotônicas que chegam através de autopistas de luz reformando informações desatualizadas, em níveis galácticos e que uma vez que atinjam seus alvos, se codificam através de nosso sistema de gländulas e passam a ser armazenadas, lidas e processadas, tanto por nossa memória celular como sistema de chacras, cardio e cérebro.

















A principio e em teoria, isso deveria sanar as feridas ancestrais liberando energias que bloqueiam tanto o funcionamento sutil, como do aparato físico, porém o problema maior surge quando o sistema de crença da pessoa ou do ser humano em questão, não admite os câmbios, nega os sintomas e resiste o processo de transmutação identificando-se com a personalidade vivida em 3D, como se uma larva, se recussasse a transformar-se em borboleta, alegando "gostar mais" de ser Larva, recusando-se a passar pelo que chamamos EVOLUÇÃO, e estacionando assim a própria existência em conceitos de "conforto" que são o embrião de todo o processo de vampirismo e escravização de diferentes modos, no que diz respeito a história da raça humana nessa geografia da via láctea.

Uma vez que a Alma em questão decide estacionar em nome da "felicidade" que encontra e que em verdade é apenas "prazer" e uma falsa sensação de "segurança" que depende de ignorância para fazer efeito e ser experimentada sem levar em consideração a própria programação existencial e processo evolutivo, cria-se o que em ANEMOSÍA CUÁNTICA tem a nomenclatura;


HELIOGRAFIAS PERIFÉRICAS que é algo muito simples e fácil de acontecer e dá um trabalho enorme aos Eu Superiores e Mentores, consertar.

Graças a Heliografia Periférica, as Almas Acabam assumindo programações existenciais que não são delas, vivendo vidas paralelas e personagens em nome das energias as quais estão prisioneiros e por vezes desconhecem o fato de essas estarem dirigindo suas existências.








Imaginem que uma Alma que tem linhagem real e monárquica e por uma encarnação na matéria se encanta com o Poder da Pobreza e do crime ou da possibilidade de fazer justiça com as próprias mãos. Essa alma vai acabar atraindo espectros de consciência que certamente manipularão seu livre arbítrio e acabarão por afastar o Eu Superior e Os Mentores originais. Obrigando esses a trabalhar através de contratos e pedidos que terão de ser feitos aos Obsessores e Assediadores, ou Vampiros de Ordens Astrais que tomaram o lugar dos Criadores e Protetores Originais. Por vezes é possível romper ou alterar os implantes etéreos que permitem ao Eu Superior e Equipes de protetores localizar e estar junto da Alma em questão de segundos. Por vezes Os Obsessores conseguem levar a Alma para realidades de baixa frequência, onde dependendo da Origem da Alma, o Eu Superior e seus assistentes, simplesmente não poderão entrar.


Mais de um terço das almas encarnadas em 3D tem o acesso de seu Eu Superior e Protetores Originais, obstruídos pela ação de Parasitas e Larvas Astrais.

Através das Heliografias Periféricas, as Almas se desconectam do Núcleo Original de suas Mônadas e egrégoras existenciais e vão habitar colméiais mentais regressivas que existem nos planos astrais e são alimentadas por culturas vulgares que acontecem em 3D como por exemplo a moda, o consumo, O sacrificío em larga escala, o sofrimento de animais e outras formas de coletivismo que trabalham com energias de vaidade, inveja, competição, morte, confnamento, impotência, cólera, glamour, ódio, vingança e outras formas de vibração regressiva e densa.

A Maioria das pessoas que dorme e "sonha", não consegue ir além dos mundos astrais formados pela energia dos pensamentos das pessoas encarnadas somada as energias que vêm dos astros de nosso sistema solar e que estão dirigidos por almas grosseiras e por vezes maliciosas.

Para Poder ir aos mundos supra-mentais é necessário DESPERTAR justamente quando nossa alma está anestesiada nesses mundos de ordem astral. Para isso a Casa Real de Sírius e o Grupo de Sábios, fundaram 03 lindas cidades de ordem Etérea que se chamam; Cristália, Perdonópolis e Adamantina, que é o centro de Recuperação e regeneração do Homem Adâmico e que há mais de 350 mil anos terrestres, recebe, cuida, regenera, orienta e encaminha as Almas que ali conseguem chegar e necessitam livrar e curar-se, das enfermidades e chagas energéticas criadas por culturas e sistemas de crença 3D/4D como as religiões islâmicas e o judeu-cristiansismo.


Esperamos que nossos amigos e leitores que gostem do texto e achem útil, por favor compartilhem.

Que todos tenham Paz. Que todos Sejam Felizes. Que todos tenham Saúde e que todos sejam muito Felizes.

Vamos em paz interior,

Namastê.

Ruy Mendes - Agosto 2017.

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Memórias de Cartagena, Andaluzía e Lisboa. O Futebol, a Pobreza e a Especulação Imobiliária.



O Excesso de consciência e contato com a Verdade, traz tristeza e a tristeza só pode ser curada através do movimento preciso e titânico em direção a Alegria.  


Através de verdades como essa, a evolução nos planos do tempo e da matéria além de obrigatória se faz inviolável de maneira que as grandes barbáries praticadas no Coliseu, hoje são curadas nas grandes arenas esportivas que tem como pano de fundo principal o futebol. 

Os nossos laços cármicos e encontros no Planeta Terra, tem como argamassa energética a competição que antes no passado linear se tranformava facilmente em morte graças aos nossos aprisionamentos nos arquétipos da Guerra e da necessidade de sentir-se exilado e protegido dos próprios monstros criados, ao longo de tantas existências alimentadas e cultivadas pela crença no inferno cristiano. 

Esportes de competição ocupam nossa mente em momentos de ócio enquanto que o comércio e a realização de ne-gócios (a negação do ócio) ocupa o resto de nosso tempo dando assim um mínimo de sentido a nossas vidas, que é usado para trabalhar e juntar cédulas. 

Dessa maneira Reptilianos desistiram de guerrear e conquistar a terra dos outros por comida e hierarquia e aprenderam a criar fazendas humanas baseada em classes sociais, como o nosso planeta. Os Siríanos desistiram de vingar-se e começaram uma Medicina eficiente, Os Pleayadianos deixaram de pensar e fazer tanto sexo e começaram a estudar genética, os Árabes desistiram de delinquir e violar tanto, os Judeus desistiram de enganar e tirar vantagem de tudo e os chineses aprenderam a existir sem vergonha de seu passado de rigor e sangue. 
O Comércio é responsável pela civilização tanto dos povos indígenas dizimados no passado, como dos povos ocidentais, cristianizados e bárbaros. Uma simples cédula de papel e tilintar de moedas de aspecto metálico adestrara o Humano contemporâneo de maneira que hoje esse encontra-se minimamente docilizado e adaptado de forma a conseguir adentrar os domínios do cinturão fotônico, ainda que seja até certo ponto. 









O grande paradoxo de sustentar e ser feliz dentro de um Lar é o mesmo que nos encarcera nos domínios do tédio criado por uma rotina que nem sempre pode ser cem por cento controlada e depende de fatores externos para ver-se materializada. Da mesma maneira que ter sua própria casa e sentir-se feliz dentro dela é importante, saber fechar essa e sair de viagem se faz fundamental em momento de solidão, crise, dúvida, impotência e outras vertentes negativas e regressivas da realidade humana. 




E assim foi feito no último mês de julho de 2017; Nossa Casa Real e Grupo de Sábios através de seu veículo físico, depois de muita preguiça e relutância decidiu ir-se de viagem e o primeiro lugar que sabiamos que devíamos estar era Mesmo Cartagena. Não foi possível encontrar um trem que nos levasse direto ali e então paramos na cidade de Valência, onde passamos uma noite e logo nos dirigimos ao destino principal. 





Cartagena é uma cidade imponente na divisa do Mar Mediterrâneo com Atlântico onde a marinha espanhola tem a garagem de seus submarinos e uma cidade fantástica que sempre serviu de forte, pouso e cofre para guardar riquezas. 

A missão que tínhamos em Cartagena ficou claro somente a partir da segunda noite de viagem, quando nosso veículo físico adentrou um Bar, propriedade de uma jovem Equatoriana que era mãe de 02 filhas e que tinha passado toda seus aproximados 40 anos de vida trabalhando feito louca para poder sustentar e dar tudo de bom e de melhor para os próprios filhos e ainda assim não era feliz. Alguns dias de convívio e contato com nosso Médico Animósico e recebendo assistência médico-terapêutica tanto em níveis 3D como 4D através da Anemosía Cuántica foram suficientes para que a Jovem que vamos chamar de Maria, pudesse compreender tudo de errado que vinha fazendo em sua vida e o quanto estava repetindo padrões de comportamento que a mantinham dentro de um Looping de infelicidade que era repetido em diferentes setores da própria vida. 





Apesar de talentosa empresaria e ser humano sensível, Maria estava viciada em ser vítima e assim havia criado para ela uma realidade de sofrimento e abuso. Depois de montar um lindo restaurante mexicano em Cartagena, seu irmão veio do Equador e começou trabalhar com ela, de maneira que a inveja, as disputas e os ciúmes criaram uma relação insuportável entre ambos, da qual ela preferiu abdicar e montar outro negócio para sí, deixando então que o irmão dirigisse o negócio que ela havia montado. 

Em seu novo espaço o mesmo padrão de comportamento repetitivo e limitante foi repetido por Maria, porém dessa vez através do cozinheiro. O mesmo era um italiano que apesar de simpático e carismático, era bastante folgado, vampiro e a estava manipulando de maneira a ser ele o "chefe" ao invés do contrário. Não bastando isso, havia uma relação de vampirismo pura e dura com clientes, fornecedores e também com uma figura singular; Um Africano que vamos chamar de Mamaduque. Esse se dizia "O Corte Inglês Africano" como ele insistentemente dizia cada vez que chegava com uma variedade imensa de "coisas" para vender que eram basicamente artesanatos, pulseiras e colares de feito com artefatos africanos e etc. 










Mamaduque não consumia um Euro no Bar de nossa Amiga, mas estava sempre lá e dizia "ajudar muita gente". Se dizia Médico e Professor. Contava histórias que dizia ter vivido pelo mundo em regiões de guerra no Saara africano. Era simpático, conversador de puxar assunto. Inssistia em presentear a todos com um colar ou pulseira, como fez comigo, mesmo quando claramente não se tinha interesse em receber o "presente. Mamaduque era Um negro grande e forte, de traços arredondados, olhos brancos como a lua cheia de iris castanhas escuras e profundas. Usava óculos estilo clarck kent com Pose de intelectual, apesar de visivelmente ter entregado os pontos a carne morta e ao açúcar. 







Tudo ficou claro quando a dona do local em momento de desabafo terapêutico disse que não aguentava mais; Há 04 dias que Mamaduque ia ao restaurante dela, dizer a ela que tinha tido uma "visão" onde um trabalho de magia negra havia sido feito contra ela. Ela teria de se proteger e fazer um trabalho de proteção que tinha valor de 400 euros e também tinha que sacrificar um cordeiro. Ele dizia que ela não tinha com que se preocupar pois ele cuidaria de tudo. Ele realmente acreditava nisso e insistia, criando desconforto em Maria, que apesar de sentir-se enforcada e em dúvida, sorria e não resolvia nem acabava com aquele assunto. 


Não apenas nossa nova amiga e paciente, que é empresária e comerciante passa por coisas como essa, que envolve desde o machismo em família até a inssistência para participar de coisas que se desconhece, mas a grande maioria das pessoas que são empreendedoras e se doaram a causas aparentemente nobres como matar-se de trabalhar para dar tudo do bom e do melhor para os filhos, esquecendo-se inclusive de si mesma. 









Ao conhecer nosso veículo físico e Médico Animósico, Maria entrou em contato com uma série de verdades que iam sendo reveladas na medida em que o trabalho de psicoterapia e leitura psíquica se dava de forma natural e espontânea. 

É disso que se trata ser Conector Atemporal; Ter acesso, Filtrar, analizar e ler toda informação quântica seja em níveis espirituais, cármicos, adeênicos ou psíquicos, seja de pessoas, terrenos, geografias ou locais e conseguir sintetizar essas  informações de maneira tanto verbal quanto sanadora, criando soluções práticas e infalíveis para problemas e defeitos que pareciam fisiológicos ou intransponíveis.


Ao sair de Cartagena depois de pouco mais de 07 dias de Trabalho, nos dirigimos para a região de Andaluzía nas cidades de Sevilha e logo Córdoba para depois finalmente chegar em Portugal, Lisboa.

Na Andaluzia nos foi revelado o grande estrago que o cristianismo fez no passado de Espanha, no que tange os templos psíquicos da humanidade que ali habitam. 


Foi em Andaluzía que as pessoas começaram a sentir a necessidade de flagelar-se, odiar a si mesmo e ao diabo como prova de amor ao cristo, importar-se mais com a sexta feira da paixão e dar de costas para todos os outros dias da vida e do ano. 

Se Portugal é um lugar triste, de psicosfera lúgubre privado de alegria, infância e esperança com bem canta e prova o Fado é graças a tudo o que houve em Andaluzía para que Jesucristo pudesse ser adorado de maneira flagelante, antihumana, odiosa e em forma de orgia.







Ali naquela região de espanha se ama a pobreza e a penitência, vive-se como numa espécie de devoção cigana, sem jamais ter saído do lugar. De maneira que as casas são bastante grandes e confortáveis, invadem as calçadas obrigando os pedestres a caminharem entre os carros, quase serem atropelados, dando a entender que cidadania não é importante; O que é importante é o comércio, os automóveis, as lojas, cafeterias e bares, a Igreja e a procissão e quando tem procissão não tem carro, então tá tudo resolvido. Os Seres humanos e transeuntes não valem nada. Eles que se virem para participar dessa sociedade de calçadas estreitas e ruas largas.











O garçom do restaurante na cidade de Córdoba apesar de simpático e atencioso tinha sua sexualidade e energía Kundalinica descontrolada. Ele não sabia que era homosexual e vendia a imagem de um galã andaluz hetero, feliz por ser garçom e certo de ser empreendedor, graças a umas pulseirinhas que fazia ele mesmo e distribuia para ser vendida aos turistas, em todas as lojas da cidade. Esse ficou inconformado com nosso veículo físico (que ora ou outra atua nas ruas de Europa como Músico) por esse não querer ir pedir dinheiro após algumas músicas e preferir que as pessoas que quisessem doar viessem e doassem como reconhecimento e gratidão a música. Dizia o camareiro que "estava perdendo un 30 pagos".

Ficou claro que o Poder do comérico ou de sobreviver através dos próprios esforços e contatos, gerava tanto orgulho no rapaz que o mesmo já não se conectava com sua realidade instintiva e orgástica, criando assim uma considerável barriga proeminente e caída que parecia crescer cada dia, que revelava e confirmava que há cada dia após horas longas de trabalho, sentia-se sozinho em casa, (ainda que parecesse viver com os pais) e a geladeira provavelmente era assaltada em horários exóticos como forma de combater a insônia, a solidão e depressão, mesmo depois de um lauto jantar, que é o que mantém todo garçom apegado a seu emprego. 


Se tinha uma coisa que as pessoas comuns tinham em comum seja em Cartagena, Andaluzía ou Lisboa era "gostar de futebol", assim como beber e fabricar uma cerveja de péssima qualidade. 




Em Cartagena se sobrevive graças a uma variedade internacional de cervejas disponíveis em muitos lugares. Porém, Na Andaluzía e em Portugal as cervejas não tem qualidade pois estão feitas com milho, algumas inclusive levam xaropes de glicose e outras extratos de malta, gerando assim economia e grandes lucros para as indústrias cervejeiras, as custas de criar uma população retardada, pouco exigente, destruída em níveis orgânicos, mentais e sensíveis e sem condições de ser cidadã ou sequer humana com o mínimo de consciência de si mesma seja como indivíduo seja como parte de um todo. 




Enquanto no Norte de Europa desde 1500 existe uma Lei (Lei de Pureza da Baviera) para controlar a pureza de uma bebida que além de alimento é sagrada para toda raça humana, no Sul de europa, graças ao cristianismo as pessoas aprenderam a endemonizar esse líquido como "álcool", criando assim uma dieta baseada em doses cavalares diárias de carne, açúcar, farináceos, café e leite, destruindo a cultura dos bares, fundamental a sociabilidade e dieta humana para criar a cultura das pastelarias, fazendo de todos seus frequentadores nada melhor que velhas cristãs infantilizadas por açucar, que além de retardar e desconfigurar a sensibilidade humana, materializaram doenças que não existem como a Intolerância a Lactose e ao Glútem, que são essenciais a felicidade humana, porém em pequenas doses que devem ser elaboradas pelos mecanismos metabólicos de qualquer pessoa através de sua própria intuição. 




Do ponto de vista da dieta, a melhor segue sendo a mediterrânea que preza por um nível de bom senso, que por vezes é preciso viver e estudar um pouco de história para poder bem absover. 




Nesse aspecto, apesar das sobremesas e salgados baseados em carne tanto suína quanto bovina, Lisboa (toda Portugal) é Impecável e conseguiu substituir o vício em carne bovina e suína pelo vício em Bacalhau o que é o mesmo ou proporcional a livrar-se do vício da cocaína graças ao vício em cannabis. 







Vale lembrar que ter vícios que você considere essencial a sua felicidade e praticar esses com disciplina e consciência, baseado em Amor, vale infinitamente mais do que não ter vícios nenhum e graças a isso achar-se "superior" ou ter certeza de que isso é encontrar a "felicidade". Prolongar sua vida no planeta Terra abrindo mão do que te faz feliz para ter mais "saúde" ou por medo de adquirir doenças definitivamente não é um sinal de inteligência mas de profunda burrice, Ignorância e uma forma de perpetuar-se como refém do medo e do complexo de vítima. 













Mas a grande verdade que tem como razão esse texto é relacionar a paixão por pobreza e austeridade que as nações mais cristianizadas do globo terrestre praticam e como essas foram herdadas em nossas existências e heranças em níveis DNA em todo Brasil. 





A Grande cereja do bolo de merda feito pelo cristianismo no Sul de Europa, muito além da cerveja de péssima qualidade, excesso de café, leite e açúcar e miséria generalizada é a especulação imobiliária. 


Se tinha uma coisa que era difícil nos tempos de imigrante e hoje não é, é alugar um apartamento. Naquela época nem sonhava com essa possibilidade pois tanto as imobiliárias como os proprietários pediam uma burocracia absurda, que somente aquelas pessoas que tinham salário fixo, papéis em dia e emprego registrado, poderiam dar-se ao luxo. Assim sendo, durante os anos de imigração, principalmente ilegal, passei a vida acostumado a alugar quartos em casa de pessoas estranhas, geralmente infelizes por sentirem-se pobres graças a crença de que não podiam fazer mais dinheiro e pagar um lugar para estar só e assim tinham que alugar quartos para pessoas como eu.

O Futebol havia mantido e ainda mantém as pessoas tanto de espanha como de portugal completamente adormecidas e narcotizadas por seus idolos arrogantes, distantes, decadentes e asquerosos, como é Cristiano Ronaldo R7 ou Leonel Messi. Isso permitiu a pobreza alastrar-se por todas as etapas da história de maneira que quanto mais pobre, mais respeitada uma pessoa é, ainda que esse respeito se dê através da distância e da pena e não da admiração e reconhecimento.

O que esses povos e pessoas não imaginavam é que suas paixões por pobreza e cristianismo se rebeleriam contra elas mesmas, a ponto de elas perderem suas próprias casas e terem de ver suas vizinhanças desconfiguradas. 


Depois de mais de milênios e milênios encarnando no mesmo lugar e sendo parte da configuração local 3D de toda uma história e tradição lusa, aquelas pessoas trabalhadoras que viviam toda uma vida em uma mesma casa alugada sem pretenssões de crescimento ou grandes mudanças, felizes por serem quem sempre foram sem avaliar os níveis de miséria que isso esconde, se viram obrigadas a irem embora da cidade. Pois os proprietários das casas, graças ao Airbnb e o o turismo, mais a facilidade criada para alugar quartos e apartamentos sem burocracia, tendo apenas dinheiro, havia super valorizado os valores de mercado e também havia convencido o coração dos homens que eram os donos e proprietários, que valia a pena desconfigurar suas vizinhanças recheando essas de turistas chineses, russos, italianos que agora habitam as casas de forma rápida, pagando em dobro ou em triplo por semana o que antes se fazia em um mês e quem sabe isso seja melhor que a tradição, amizade e consideração de décadas, criada por uma vizinhança. 

Na imobiliária em Lisboa foi um golpe duro ver a risada sínica e cheia de ironia e de satisfação que deu a corretora de imóveis ao ser questionada pela desconfiguração da vizinhança. Aquelas pessoas estão realmente convencidas que as casas existem não para serem alugadas e servirem de vivendas as pessoas mas simplesmente para gerar o máximo de lucro possível e a qualquer custo aos seus poucos e cada vez mais escassos proprietários. 

A cara da corretora de imóveis convencida e aquele sorriso sínico que queria dizer-me: "esse aí ainda não compreendeu como as coisas realmente funcionam" me explicou séculos de dúvidas a respeito do porque os portugueses sempre tiveram fama de serem tão peculiares no que tange o bom uso da inteligência e por que no Brasil não conseguem nada, que não seja ser dono de padaria e na frança não conseguem nada, que não seja um patrão pra invejar, admirar, puxar o saco, obedecer e ser para sempre, dócil. E no resto do mundo tampouco conseguem alguma coisa, pois nem chegaram ali e ninguém gosta de gente triste que faz pose para esconder as próprias mentiras e tristezas e se deixa sugar até a morte pela crença de que dinheiro é a coisa mais importante do mundo e da vida. Os portugueses se fuderam por ser assim e pagam até hoje. Não consegue fugir de sua aura messiânica jesuíta usada para impedir o contato com toda a ressaca da escravidão e da perda do Império tanto das Índias como do Brasil, para o capital Inglês.

O Português de hoje não tem nada haver com o Português que "descobriu" o Brasil, escravizou e colonizou parte do mundo. Muito pelo contrário renega e esconde de si mesmo e para o mundo seu próprio passado, sentindo profunda indiferença e desprezo por gente e países como o Brasi e Índia, (como se não tivesse nada haver com a história), que é de onde mais extraíram riquezas.






Diferente de Barcelona e Berlim, Lisboa não possui um plano de vivendas de aluguel a preço justo feito pela sua prefeitura, federação ou pelo Estado, na intenção de equilibrar a especulação imobiliária dando o mínimo de dignidade para quem vive na periferia ou é trabalhador. 

Apesar do Governo ser de Esquerda, o Português em geral e principalmente o Lisboetas, igual acontece com o povo no Brasil, querem mesmo mesmo que tudo e todos se fodam, para continuar fazendo piada e praticando a crença de que ser feliz é ser indefeso e ter uma perspectiva bem humorada de tudo, inclusive das próprias mazelas, mentiras, incompetências e desgraças. E dessa forma as pessoas que não tem compreensão e não aprendem a fazer e principalmente gastar dinheiro, vão sendo expulsas das capitais e sendo obrigadas a regressarem a cidades pequenas, ao mundo rural, a existência bucólica de quem acredita que a vida é apenas comer, dormir, cagar e falar mal da vida dos outros, enquanto se diverte com a desgraça alheia e conta vantagens das próprias.

Que todos tenham paz, saúde e sejam muito felizes.

Namastê, Paz Interior.

Ruy Mendes - Agosto 2017.
Ocorreu um erro neste gadget

Visualizações de páginas da semana passada