sábado, 14 de setembro de 2013

Medo e Delírio - Por Dentro da Mente Reptiliana

Se você chegou nesse blog hoje e ainda é novato a respeito de certos termos aqui tratados é melhor que não leia esse post.

Hoje vamos fazer uma viagem por dentro dos sistemas energéticos nos quais estamos anclados antes de sermos seres e corpos "materiais" propriamente ditos. Como a maioria dos nossos leitores já sabem e aqui sempre repetimos, toda realidade é formada por vibrações energéticas em distintas frequências; Quanto mais densa é a vibração mais aparentemente "sólida" é a realidade. Quanto mais ligeira e sutíl, menos material ou aparentemente sólida a(s) energía(s) que forma essas frequencias-vibrações, será.

A realidade material aparentemente sólida onde agora vivemos não existiu sempre e nem foi criada da maneira que conhecemos. A realidade material que habitamos hoje é um processo que surgiu ha pouco mais de 11 mil anos e não foi projetada para durar muito tempo. Tudo evidencia que fomos criado da mesma matéria que se criam os sonhos, nossa origem além do corpo é feita de uma matéria sutil, mais leve que a a matéria ordinária. Através desse outro corpo de matéria mais sutil e menos densa, habitamos outras dimensões que se interconectam com a nossas mentes e as realidades oníricas ou não-materiais e é para lá que estamos voltando ao longo da evolução no cosmos. Graças a isso nossa percepção do tempo está mudando e é possível que no futuro de nosso planeta, já não haja mais a necessidade de existir crianças, pois nossos processos de "nascimento" e "morte" se modificarão por completo.

Em dezenas de postagens de nosso blog divulgamos diferentes teorias e compartimos diferentes evidências a respeito da informação, de uns tempos para cá amplamente utilizada, de que no Planeta Terra existe um "governo das Sombras", feito por outras raças não humanas vindas de outros sistemas solares, seres alienígenas, reptilianos, grises, nórdicos e de Alfa Draconis.

Se você tem "dúvidas" ou rechaça esse tipo de informação antes de ter contacto com elas é melhor deixar a leitura por aqui, pois a intenção desse post não é "debater", "confirmar" ou "comprovar" a "existência" desses seres mas profundizar a respeito das informações que existem sobre suas orígens e modus operandi.


Para que leigos e novatos compreendam um pouco melhor é importante resumir as teoria contra darwinistas que por motivos de controle social, não recebem divulgação e reconhecimento, a respeito da verdadeira orígem da raça humana e história do planeta terra. Na história em que trataremos aqui hoje a raça humana não evoluiu do macaco, mas da constelação de Lira, fugindo de uma guerra estelar há muitos milhões de anos atrás. Faz alguns pares de milênios, fomos colonizados por seres Nibiruanos que nos trataram de cortar algumas hélices de nosso DNA, (parte essa que ironicamente "cientistas" chamam de "junk-adn"), manipulando-nos geneticamente de forma a fazer de nós ESCRAVOS. 


Básicamente, Esses seres nos dividiram em crenças e quando isso não era suficiente para nos ludibriar, nos dividiram em TRAUMAS que começaram em nós ser implementados, desde as primeiras guerras. Esses traumas, além servir de banquete para seres que se alimentam de nossas piores emoções (da mesma maneira que algumas pessoas se alimentam do "fígado de um boi" e acham "delicioso"), que deixam resíduos em nossos sistemas sensíveis que nos impedem de evoluir de uma dimensão a outra de forma natural, da mesma maneira que um avião com excesso de bagagem pode ter dificuldades para subir acima de uma determinada altura ou por motivos aparentemente "banais" como esse, até chegar ao extremo de perder a estabilidade e cair.

Dessa maneira, criamos a necessidade de se realizar aquilo que vulgarmente conhecemos como REENCARNAÇÃO. Essa foi criada como mecanismo da inteligência cósmica para sanar as feridas de suas células (nós estamos para a inteligência cósmica da mesma maneira que as células que formam nosso ser estão para nós. Somos as células do macro-corpo de D(eu)s).

Em palavras mais simples: A reencarnação é o resultado natural do acúmulo de cargas energéticas excessivas (Impressões) em nossos sistemas sensíveis, que não podem ser transcendidas de uma realidade a outra. Por isso se você não AMA, se você não PERDOA e se você não CONFIA com seriedade e quer mudar de dimensão ou galáxia em sua próxima programação existencial, fica esperto! É possível que mesmo sem querer tenha de reencarnar para deixar aqui o que seus sistemas sensíveis assimilaram sem ser Seu. Claro que cada caso é um caso e não devemos generalizar os processos de pós morte de maneira coletivista, negativista, punitiva, catastrófica ou simplesmente "cagando-regras". 

- Foi por isso que Nibiruanos-Annunakis criaram religiões e trataram de nos dividir em diferentes idiomas que codificaram nossos sistemas sensíveis de maneira a nos fragmentar enquanto raça e formando o fim de nossas comunicações telepáticas. 

- Reptiliamos e Draconianos Criaram um sistema e uma sub-cultura através da qual nos convenceram de que para se gerar "progresso" e "evolução" é necessário ser um PREDADOR.

Tanto no mundo corporativo, como no mundo da política, ensino, academicismo, militarismo e toda e qualquer forma de carreira ou proposta dentro da cultura e do sistema ocidental que deseja predominar ante todas as outras culturas de nosso mundo; Todas elas sem excessão, trabalham dentro do conceito existencial do "Predador". 

O que cria a idéia e crença de que um "pedaço de papel" com minha foto é mais necessário do que Eu mesmo para provar que existo? Ou  o que permite que um papel timbrado de um "matrimônio" confirme e "autentique" para o mundo o "amor" que somente 2 pessoas podem sentir uma pela outra? O que acontece para que em nossas mentes a idéia de que intercambiar cédulas de papel, informação e fotos, mais pedaços de metal e números em barras, por "Liberdade" e "Respeito" para com os indivíduos é uma forma "altamente tecnológica" de estabelecer relacões e regular a vida das pessoas? A resposta mais simples é: A cultura de "predador" e o MEDO por ela propagada, que nos tem inculcado em todos os setores formativos desde que o mundo iniciou sua última era patriarcal. Mas como começou essa era Patriarcal?? Através de nossa incorporação em uma mentalidade altamente reptiliana.



Quando vemos imagens de guerras e atrocidades na TV, que sentimos?! Que Falamos?! O que as pessoas ao redor de nós sentem e falam?! Sem dúvida que todas se sentem "Horrorizadas" ante atrocidades que sequer poderíam imaginar que existiam antes de se depararem com tais imagens na TV.

Todos nós humanos em algum grau maior ou menor sentimos raiva, sabemos que somos capazes de "matar" dependendo da situação, mas dificilmente podemos compactuar com o PRAZER PELA TORTURA (?), que nossos editores de imprensa parecem achar tão "importante" e sempre dão prioridade na hora de escolher que "informação" nos darão a cada nova edição.

Da mesma maneira que sabemos tudo isso, outros posts de nosso blog já nos introduziram ao conhecimento de que temos uma estrutura em nossos cérebros, responsáveis por nossos sistemas de reflexos instintivos, chamado "Complexo R" ou simplesmente CÉREBRO REPTILIANO.

Essa parte de nosso cérebro é responsável pelos nossos reflexos instintivos de sobrevivência e é acionada para agir sempre que estamos em uma condição de perigo eminente.



A prioridade de nossos editores jornalísticos são notícias negativas justamente para manter o nosso complexo R sempre em estado de alerta, em função de perigo. Isso explica o por que quase a totalidade das pessoas que vivem em uma grande cidade, seja pelas suas luzes e barulhos gritantes, seja pelas suas arquiteturas anti naturais e industriais-apocalípticas, estão sempre correndo atrasadas com pressa, com medo, sempre cheias de desculpas para permanecerem EGOÍSTAS, sempre administrando as pequenas mentiras que contam na insana busca por "paz", mas que por outro lado sempre encontram tempo para um CAFÉ e quase sempre o bebem "lendo um jornal".


Não é uma questão de "gosto" e "costume" mais do que de programação celular e mental.

Ao longo das antigas guerras termonucleares e intergalácticas que inspiraram as obras cinematográficas de George Lucas e que deram o domínio do planeta terra a um conselho sombrío formado principalmente pelas raças Grises de Zeta Retículi, aos Annunakis Nibiruanos, Seres Reptilóides e Reptilianos de Alfa Centauro e por encima de todos esses, Draconianos de Alfa Draconis, a humanidade foi geneticamente manipulada e alterada. Porém, ainda que suas tecnologias cósmicas permitissem a eles nos manipular e manter aprisionados-sem-saber em uma pequena fração da realidade material, eles não podiam impedir os efeitos da evolução a nível cósmico em nossos corpos tanto energéticos quanto físico.

Não podem impedir que os raios fotônicos que saem do Sol de Alción formando imensas autopistas de informação galáctica, cheguem em nosso planeta, em nossos sistemas sensíveis e reactivem antigos códigos ancestrais adormecidos que hoje jazem em partes não exploradas, tanto de nosso DNA como sistemas bioenergéticos, cérebro e chacras.


São esses códigos que podem ser acessados em estados de relaxamento profundo desvendando nossa orígem, nossas vidas passadas e a razão de nossas existências. 


Sabendo disso, fica mais do que compreensível entender a lógica satânica que está por detrás de nossos sistemas científicos e de ensino, assim como da aparente "incompetência" de nossos "políticos" para resolver um aparente "caos" que parece ser a razão de se administrar nosso mundo.

A Verdade é que as coisas são muito mais simples. Nos estão enganando e para os que nos controlam e enganam, Quanto mais caos gerarmos,  menos oportunidade teremos de tirar a Ordem das mãos de quem sempre esteve.

Para poder transformar toda nossa raça em ESCRAVOS OBEDIENTES COM ILUSÃO DE "EVOLUÇÃO" E "LIBERDADE" eles trataram de nos dar a própria mente.

Afirmo por experiências próprias que: A melhor maneira de você subjugar um inimigo é:

1 manter essa inimizade em segredo
2 criar uma falsa amizade "quase perfeita"
3 fazer ele pensar como você pensa
4 fazer ele pensar que tem pensamentos próprios

A sociedade que temos hoje é um esboço perfeito de como funciona e trabalha a mente de seres reptilianos. Esses 4 passos por mim acima citados são a dimensão básica que rege todas as formas de relacionamento em nossa sociedade: Desde a família formada por Pai, Mãe e filhos, até as instituições do estado, academicismo e corporativismo.

A ilusão de "RESPEITO A AUTORIDADE" promovida por todos esses arquétipos de controle nada mais é do que a essência energética básica do MEDO que está por detrás da essência reptiliana.
O maior MEDO desses seres Reptilianos que Subjugam a raça humana de forma oculta sem o conhecimento dessa é que nos dêmos conta de suas existências em uma densidade acima de nossas frequências materiais-sólidas 3D e ao invés de guerrear, (alimentando as frequências de energía deles) respondermos com total paz e inteligência. 


Mas para a maioria desses seres reptilianos, provavelmente essa hipótese é tão remota quanto o é para um fazendeiro de corte, contar com a" união e revolta organizada de seus bois e vacas".

Porém apesar de ambos sermos alimento, existem algumas diferenças básicas entre vacas e humanos que é a capacidade de usar a própria inteligência e através dela transcender as próprias limitações, assim como a capacidade de se desenvolver CONSCIÊNCIA a respeito dos próprios talentos, histórias e orígens.

Os seres Reptilianos e as outras raças que nos tem controlados sabem disso e por isso declaram mais guerras as quais controlam todos os diferentes lados que "lutam" (se auto-destróem), criam mais formas de culturas religiosas ou afetam as já existentes para essas se enfrentarem por suas "verdades", se possível de maneira perpétua. São mestres na Arte de camuflar, Ludibriar, maquiar, disfarçar, de piratear as energías, clonar o "bem" e o "mal" e através disso aprisionar seres de luz em realidades paralelas feitas de altas densidades de MEDO que devem ser absorvida por nossos sistemas sensíveis no intuito de transformar seres de luz em alimento das sombras.

Basta que um ser de Luz comece a desenvolver uma crença equivocada a respeito da natureza de sua própria realidade para começar a ser alimento das sombras. Tudo começa com a simples "dúvida" que pensamos inclusive ser saudável na busca por respostas. Foi exatamente o que aconteceu com Lúcifer e é exatamente o que acontece com todos os habitantes de nossa realidade.

Quando estranhamos e achamos anormal as atrocidades e violências, cometidas em uma guerra ou os requintes de crueldade de um simples "marginal urbano", não estamos enganados ao sentir esse estranhamento. Isso não é da conduta humana. Apesar de a guerra existir como parte essencial de nossa natureza energética, o Homem e sua natureza anímica e inteligente é um ser muito mais pacífico do que bélico em suas orígens e essências, se não for provocado ou ameaçado muito dificilmente desenvolverá instinto assassino. Os motivos que fazem o fator bélico ser sempre mais forte em nossa história, não faz dele o único caminho através do qual poderíamos PROGRAMAR nossos sistemas de raciocínio.

Através de nossos sistemas de DNA e de Tradições Culturais, Estamos programados para reproduzir uma realidade que é criada pelos conceitos predadores que nos foram introjetados pelas culturas "Templo-Cidades-Exércitos", cultura essa ensinada e perpetuada por Nibiruanos que eram  e ainda são seres que evoluem nessas frequências de medo, patriarcalismo e submissão a autoridade.

Jogar a raça humana dentro de uma cultura baseada nessa frequência energética densa de medo e desconfiança, maquiados de "prevenção" e "amor-proprio", foi o método-prisão por eles desenvolvido. 

É por isso que em nossos planos de realidade hoje, um rescém nascido ao invés de sorrir, "chora" ao nascer, da mesma maneira que é por isso que uma mulher sente dor durante o parto. Essa dor jamais deveria existir pois o parto devería ser o "gran finale" do processo do orgasmo. Essa dor acontece como reação de nossos sistemas sensíveis originais, ante os sistemas que nos anclam através da "Rede" etérea-energética, que vem sendo amplamente estudada e tratada nos últimos posts do blog.

Sendo assim, podemos compreender muito melhor, de maneira quase óbvia para quem acompanha o blog faz tempo, o Por que é tão importante que as religiões valorizem o SOFRIMENTO ou que as impressões que devemos receber através dos 5 sentidos devem ser o mais densa e negativa possível para nos manter o máximo de tempo baixo frequências de MEDO.

O Medo (principalmente quando sentido por seres de raça nórdica) é para os Reptilianos e Draconianos, o mesmo que o manjar foi para os gregos ou o "Azeite de Oliva" e o "Vinho" são para os Povos da Península Ibérica. É dessa forma e através desses sistemas de MEDO, que nos transformam em "carne de primeira".



A mesma lógica é usada em fazendas que tratam o gado com "capim de 1ª" ou "música clássica" nos estábulos, na intenção de ter uma carne mais macia e aprazível depois do abate.

Por sermos uma raça originariamente de Luz, não é fácil acabar com a nossa capacidade de superação e esperança. 


A Grande Verdade é que somos Invejados por eles, pois mesmo sendo seres menos evoluídos cósmica e tecnologicamente, nossa orígem de Luz nos permite viver Livre de energías de medo que para a natureza anímica deles é como o oxigênio para nós, por isso tratam de nos manter apavorados, pois somos seus alimentos. Nosso sistema e cultura não passam de meros "espantalhos". Eles sabem que, Por mais difícil que nos ponham as coisas, sempre lutaremos por Liberdade pois é parte de nossos instintos originais sensíveis.

Assim sendo nada melhor do que criar uma cultura onde todos achem "normal" ser um covarde, onde as pessoas vejam as injustiças acontecendo e não tomem atitude alguma por MEDO de saírem ou perderem suas zonas de conforto psícológico, ainda que essa "zona de conforto psicológico" seja em Verdade apenas a mais baixa e pura ignorância, travestida de "Estudos Científicos", "Comportamento" e "Opinião". Não é assim e com esses conceitos que os principais meios oficiais que nos (des)informam, trabalham?!?!

A mente Reptiliana baseada em Medo, não tem as crises morais e éticas que um humano ordinário naturalmente teria no momento de, por exemplo, Matar outro ser humano (exceto nos casos de legítima defesa) que diria então matar com requintes de sadismo e crueldade. O mesmo vale para o uso de outros seres humanos sem respeito ou consideração nenhuma, para a satisfação dos próprios instintos sexuais. Matar seres vivos de outros reinos e densidades com a desculpa de "alimentar-se", acreditar que toda concorrência deve ser Eliminada, ter a COMPETITIVIDADE Como principal estímulo evolutivo, ter a necessidade de ACUMULAR para se sentir seguro, "defender-se" ATACANDO, entre centenas de outros valores, atitudes e comportamentos que os grandes coletivos sociais (por não pensar) aceitam como "normais" e praticam, NÃO É DA NATUREZA HUMANA, mas sim da natureza réptil. 

E é essa natureza que hoje vemos espalhadas em todos os setores da existência humana em um nível 3D, seja através dos sistemas de Inteligência Artificial que controlam os computadores de Wall Street, seja através dos "ensinamentos morais" que sustentam os alicerces do sistema católico-capitalista.

Se analizarmos de maneira superficial o comportamento dos Répteis na natureza 2D de nossos planos existenciais, compreenderemos como e com que crenças e valores a pirâmide social que nos encarcera foi formada ao longo das últimas eras.
Não é por acaso que tanto Répteis em nosso eco-sistema, como operários em uma sociedade patriarcalista, necessitam RASTEJAR para conseguir comida e garantir a sobrevivência. A idéia de "sexo-farto" como conceito de "felicidade", "prostitutas" com o tratamento de "Sacerdotizas" e "Esposas" com o tratamento de "Escravas", também é orígem de nossas distorções e heranças culturais draco-reptilianas. 


Mas no Brasil, o lugar onde sem dúvida você poderá conhecer com perfeição o funcionamento da mente reptiliana é a grade de programação da TV Globo, principalmente o que tange a DRAMATURGIA.

A dramatrugia tem sido o caminho perfeito para que todo o Lixo energético contido nos valores e crenças reptilianas seja propagado como vírus em todas as salas-de-estar das famílias brasileiras perpetuando pseudo confrarias secretas por detrás de aparentes governos democráticos. Seja através dos efeitos especiais de última geração propagada por Hollywood, seja através da luz e fotografia aperfeiçoada por Daniel Filho, Bony e Walter Clark, a teledramaturgia conspira para manter os planos mentais das pessoas aprisionados em uma realidade cheia de esperanças e sonhos ideais, mas com bem poucas realizações concretas. Não é assim o padrão mental típico do camarada que assiste novela e noticiário diariamente?! Pois então!

Não são necessários mais do que 5 minutos para que uma pessoa lúcida conclua com razão tratar-se o grosso da raça humana que habita o ocidente do planeta terra, profundamente doente, enferma. Muito além das nomenclaturas científicas que definem nossas enfermidades físicas, a base energética dessa doença da qual sofre toda a raça humana é o MEDO.

O Medo é a essência de toda a Estrutura mental Energética Reptiliana e por isso vale a pena reproduzir aqui uma das passagens que nos conta Don Juan, o Xamã Mexicano o qual foi maestro de Carlos Castañeda.


Dizia o Xamã que: "O Inimigo nos deu sua mente, Havia um predador, o qual veio das profundidades do espaço cósmico e se havia feito com o governo de nossas vidas. Os seres humanos são seus prisioneiros. O Predador é nosso dono e senhor, fez de nós seres dóceis e nada podemos fazer contra ele. Somos comida para eles e assim eles podem ter sempre comida disponível".

Nesse momento, Castañeda se revolta e diz: Nããão!! Mas Isso é impossível!! Isso é um absurdo!!

- Por que absurdo ou impossível, contesta com calma D. Juan?!
- Você sequer ouviu todas as minhas alegações! Veja como trabalha sua mente analítica!! Pense por um instante e me diga: Como você explicaria as gritantes contradições entre a inteligência de um engenheiro e a estupidez de suas crenças ou a estupidez de suas crenças e comportamentos contraditórios.

Em Verdade os feiticeiros e Xamãs como D. Juan nos ensinam que o que provavelmente aconteceu foi que:
Nossos Predadores nos transmitiram através de seus credos, os conceitos e conhecimentos que temos hoje a respeito de "Bem" e "Mal" perpetuados através de nossos "costumes sociais".

São valores e heranças reptilianas que foram introduzidos e até hoje introduzem no sistemas de DNA humano, energías que nos transformam e alteram de forma a incluir em nós programações que gerem: cobiça, avaria e covardia. São nossos predadores que fazem de nós seres meramente complacentes, rotineiros e egoescleróticos.

Uma manobra formidável do ponto de vista do estratéga que luta, mas também catastrófica quando admirada do ponto de vista de quem a sofre.

"- Os predadores nos deram sua mente. A mente do predador é barroca, morosa, contraditória e está cheia de medo de que há descubram a qualquer instante."

Realizem que; Mesmo sabendo que nunca tivemos a oportunidade de passar fome, estamos sempre ansiosos por comida. mesmo quando temos dinheiro no banco, estamos sempre ávidos por fazer mais dinheiro. Quando conseguimos ir viajar e conhecer novos lugares, muitas vezes sequer nos damos conta de que  sofremos pela ansiedade de outros lugares que queremos conhecer e não sabemos se iremos "Poder". As "proibições" morais e punitivas do ponto de vista sexual-criativo alimentam a proliferação de uma cultura pornográfica e de prostituição de energías densas e telúricas que permite um grau de manipulação altíssimo.

Essa mescla contraditória e promíscua entre energías de prazer com culpa, mérito com dívida, conhecimento com segredos e aprendizado com sofrimentos, só é mesmo contraditória para quem vê a realidade desde uma perspectiva material limitada e sem o conhecimento sobre o funcionamento da mente reptiliana.

O Homem ou o Ser Humano, aquele que outrora foi um ser Genial Mágico, com acesso aos confins do cosmos, graças ao incorporamento da mente reptiliana em seu ser e em suas essências, hoje é um mero pedaço de carne, num saco de ossos, limitado aos padrões materiais da Terra, sendo criado para se converter em alimento, em refeição, em banquete etéreo, enquanto na mente e na carne, ainda trilha caminhos convencionais e imbecis, jamais criados por ele, mas sempre iludido de que assim está "evoluindo".

Se você quiser entender outras realidades terá de buscar o domínio da própria mente e perder o preconceito com seus processos de imaginação e pensamento, pois muitas vezes através deles tanto seus Amparadores como seres assediadores podem se comunicar com você. Ao buscar o domínio da própria mente, seguramente que você encontrará todo o seu lado Reptliano. Eles também está evoluíndo junto com você.


Que Deus abençoe a todos - Que Deus abençoe todos os Reptilianos.

Namastê,

Ruy Mendes - Setembro 2013

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Comédia Stand Up - O Consolo Social Coletivo de uma Geração de Perdedores Irresponsáveis -

Assim como essa atual geração de comediantes "stand upers" e todos aqueles que nasceram antes da popularização das tecnologias domésticas, também cresci em frente uma janela eletrônica chamada "televisão". Me lembro como se fosse ontem de sua lenta e doce programação onde comediantes como Ary Toledo ( Gritando no auditório do show de calouros: "O auditório sabe como o Elefante se suicída"?!?! e logo sendo "censurado" por Sílvio Santos) eram ansiosamente aguardados e incensados pelo auditório, ao vivo e o de casa, e assim disputavam a audiência do domingo com os trapalhões, com o Costinha, com o Ronald Golias, entre outros comediantes, que por vezes poderiam ser considerados "de peso" e que entre esquetes e sitcoms que reproduziam em diferentes emissoras e casas de show, já realizavam o formato cômico "comédia-em-pé" que na primera década do século XXI começou a ser resgatada e popularizada em bares e apresentações culturais teatrais, até que seus artistas fossem catapultados aos píncaros do showbussiness e se transformassem em "febre" de audiência e sinônimo de ganhos publicitários, na TV.



O que os "guitarristas" foram para toda uma geração de jovens que guardavam o dinheiro da mesada para comprar discos de vinil, camisetas com a estampa do disco, revistas de cromo e posteres de suas bandas e guitarristas favoritos, os "comediantes-stand-upers" são hoje para uma geração de jovens de mentalidade secular materialista burguesa que abunda em todas as classes sociais, através de famílias que não se importam com cultura e conhecimento, mas com poder de consumo apenas e que tem como forte crença arraigadas em seus sistemas mais profundos e sensíveis, a idéia de que ser financeiramente "rico" e "aparecer na "televisão" ou seguir a moda e se comportar de maneira artificial, falsa e conseguir com isso juntar uma legião de "admiradores" e "fãs" é o "objetivo principal" da vida.

Se o que é o conteúdo da televisão é chamado em todos os idiomas de "PROGRAMA", por algum motivo deve ser...

Para qualquer pessoa lúcida é possível perceber que dos anos 90 para os nossos dias, houve uma paralização no processo de criatividade na música, na moda e em praticamente todos os setores sociais, artísticos, culturais. 

Uma espécie de RELEITURA das décadas do passado começou a ser feita e está em marcha até hoje e isso se reflete na roupa e acessórios usados pelos jovens (essa garotas adolescentes ridículas que vestem o "óculos-do-Clarck-Kent" e roupa vintage como se a Moda-Nerd fosse uma "novidade" ou sinônimo de "originalidade"), nas releituras culturais sociais que criam e recriam as mulheres "neo-feminazistas", Nas regravações e remixes, nas reedições de roteiros de filmes, novelas e mini-séries, programas de televisão e rádio. Isso acontece por que as nossas bioenergías não tem mais para onde crescer fora do intelecto, se não for em direção a consciência e Espiritualidade.

A missão dessas "releituras", prinicpalmente nos campos da profissão, Arte e entretenimento é freiar o processo criativo, manter nossas mentes e planos psíquicos em graus de vibração infantil, apegado a PROGRAMAÇÃO do passado, manipulável, cheia de sentimentos e emoções que nos impeçam vibrar em ondas mais sutis e menos densas. 

Em países como a Itália, isso é ainda pior uma vez que a rede etérea que tem matriz no Vaticano e a nível 4D expande tentáculos, onde quer que tenha uma Igreja ou templo Católico controlado por eles e seus sistemas de crenças.




Devido a proximidade dessa matriz energética 4D, as energías que alí vibram e formam terrenos em nosa realidade 3D, mantém os italianos num nível de consciência tão baixo, que permite a eles ser mentalmente conduzido até hoje pelo "software" da mentalidade cristã ocidental e pelas encíclicas de teor teológico dos papas sem jamais questionar nada, respeitando a "santa igreja" e o "santo padre" como um enfermo que convive alegremente com suas demências, sem sequer notá-las.

Some a isso a ingestão de açucar desde manhã até de noite e você conseguirá alimentar as vibrações de medo e insegurança, necessárias para que as pessoas jamais questionem nada e aceitem tudo como está, desde há 2 mil anos. Apesar da pouca distância, o mesmo não passa na Espanha, local onde os povos lutaram contra o domínio da religião católica até o ponto de neutralizar o trabalho da rede ou mudar o padrão energético do que flui através dela, curiosamente apesar de muito açucar, a alimentação na espanha em comparação com na Itália é muito mais saúdavel e equilibrada do ponto de vista salgado, que é justamente o paladar e energía que alimenta nossa coragem e capacidade de organização. Entendem agora por que existem tantas publicidades coloridas para manter as crianças ingerindo doces e açucares?!

Isso cria egrégoras de infantilismo e imbecilidade tão  intensas, que não é anormal ver na televisão italiana um filme ou uma série dos anos 70, com o Michael Douglas aos 25 anos de idade e as famílias que assistem ou simplesmente mantém o televisor ligado enquanto fazem suas coisas, recebem essa programação como se ela "tivesse sido feita ontem".

A nível vibratório-energético, o estrago feito pela "Rede" em países como a Itália, mantém os habitantes daquele local num nível de consciência,cultura e praticas quotidianas, que, com raras excessões (como o uso de internet e celular), não ultrapassa muito os anos 80 e essas energías são fortíssimas e podem ser percebidas nas pessoas com mais idade, como se essas não se dessem conta de que vivem num passado interno controlado por uma programação virtual estilizada e arquitetada para que ela acredite ser uma entidade humano-mortal biológica perecível baseada no carbono, fruto de uma "cultura", de um "tempo" e de um "ambiente" e não um ser de Luz Indestrutível, encarnado num corpo físico vivendo uma experiência planetária na matéria.



No Brasil, Esse trabalho de manter as bioenergías vibrando de maneira densa e telúrica, mais do que pelas religiões, sempre foi feito pela dramaturgía, pelos programas de auditório, pelos telenoticiários e pela grade televisiva e hoje em dia mais do que naquela época, desde uns 20 anos para cá, pela "comédia".

A Idolatria dos Brasileiros por seus "comediantes-stand-upers" e derivados do gênero, em nossos dias, a nível energético-vibratório, não é fruto de admiração, mais que de INVEJA. A mesma inveja que as pessoas do povo pensam que não tem dos artistas e atletas que sempre idolatrou e "quis ser" e crê apenas "admirar", hoje sentem e vibram pelos comediantes. 




Levando-se em consideração a realidade social do Brasil, as "gargalhadas" que o público paga para que esses comediantes promovam, definitivamente não é uma forma de expressão da Alegria, mais do que uma maneira de fugir da consciência a respeito de ser UM PÉSSIMO CIDADÃO e um ser humano invejoso, cheio de medo e com a missão de se livrar de uma cultura escravizante, idiotizante e opressora que se camufla por detrás das relações sociais de diplomacia e de servidão.

Há quantas décadas estamos, seja em frente a TV, seja em barzinhos ou teatros e casas de eventos, dando prioridade para 1 ou 2 horas de gargalhadas movída principalmente a "racismo", "sexismo", desprezo, escárnio, inveja, oportunismo e outras formas de energías densas, sem jamais questionar os reais motivos que nos mantém nesse bucle social repetitivo que é a rotina de fazer a mesma coisa todos os finais de semana e claro, Idolatrar artistas e priorizar momentos onde a "overdose-de-riso" seja a meta buscada por todos, ("custe o que custar, o importante é "fazer todo mundo rir")?!?!

Por detrás da super popularização da "comédia" existe a intenção de se banalizar a imbecilidade. Acredite você ou não o aumento de aulas de português e matemática nas escolas as custas do fim e diminuição das aulas de história, filosofia, geografia, que são matérias que estimulam outros sentidos de nossos cérebros, vão de mãos dadas com a idolatria da comédia em prol da agenda da Nova Ordem Mundial. Não é por acaso os simbolos Illuminatis nas vinhetas dos programas.

Não é por acaso o costume desses "artistas" de transformar tudo em sensacionalismo, De se popularizar a eterna busca por "culpados" criando uma eterna "fábrica de vítimas", de se eximir das responsabilidades e se perpetuar como incapaz e altamente governável.

A "comédia-em-pé" serve para ensinar os cidadãos das classes B, C e D a como se manter "perdedores" e "operários" cheios de "gratidão" por seus "empregos", com a ilusão de que vivem num sistema "ótimo", "justo", porém "imutável" e de que estão realizando algum "progresso" mesmo que jamais deixem de ser MENTIROSOS. 



O mesmo "ópium" feito outrora com o futebol e hoje em dia até mesmo com "passeatas-de-protesto" também é feito pelo show bussiness da comédia, no qual forças negativas se infiltram para manipular E CONTROLAR e a câmbio disso enriquecem marionetes televisivas que devem ser idolatradas pela massa de cordeiros, sempre prontos a se sacrificar por seus amos.


Se as pessoas de nosso país fizessem um balanço interno e sincero a respeito do por que idolatram comediantes e enriquecem gente excessivamente medíocre, escandalosa, cafona, vaidosa e desonesta enquanto "cavam a própria cova" dando sempre mais poder aos verdadeiros opressores e "diretores do circo", chegariam a conclusão de que: 



por mais gargalhadas que se gere o que não é ruim, essas não estão sendo geradas por motivos positivos mas como forma de consolo. Em palavras mais que simples: SÃO MENTIRAS!

O brasileiro é um povo Mentiroso e Covarde. Temos a tradição de jamais se unir por nossos direitos, de sempre se nivelar por baixo daqueles que nos dizem ser "senhores" e "doutores", o mundo nos conhecele pela fama de se preferir sempre a gambiarra a solução mais correta e mais plausível; É o nosso "jeitinho". A canalhice para o brasil é um "charme".

O que passa com a sociedade brasileira hoje não difere em nada do que passava há 3 séculos atrás entre o povo pobre que abundava pelas ruas e canais de Veneza mendigando pão dos curas da Igreja e dos membros da Nobreza Negra oriunda de famílias de antigos magos brancos e negros que criaram a banca e o sistema finaceiro e que um dia entraram em guerra por não estarem de acordo sobre o ato de criar uma realidade onde tudo seja mercadoria e possa ser COMPRADO.

Os comediantes stand upers estão sendo usados pela mídia para fazer o mesmo trabalho que no espaço cósmico, fazem os buracos negros; 

"Comer sua Luz", alimentar-se de sua energía. 

Manter você um idólatra, vibrando na mais pura inveja e baixa estima, maquiada de "gratidão-cristã" e "admiração-artística", enquanto recebe de esmola "Piadas", Anedotas" grandes sacadas e esquetes sobre os temas mais atuais que devem garantir horas de "riso-alto" que provarão para todas as pessoas ao redor de você o quanto você é "feliz", ainda que você não consiga fazer uma interpretaçã de texto, quando esse ultrapassa 10 linhas.

A cada nova gracinha que nos impede de levar qualquer assunto realmente sério adiante,  nivelamos num mesmo patamar tudo aquilo o que "tem graça" e é MENTIRA com o que é sério, urgente, necessário, fundamental e importante. 

A cada nova piadinha super ensaiada que consegue a mesma reação de diferentes públicos até a exaustão durante toda uma temporada e depois ainda vira febre viral na internet, nossos instintos guerreiros mais profundos que devem ser acessados e codificados através das novas energías fotônicas são censurados e inibidos. 

A idolatria de comediantes visa manter o nível de mediocridade e imbecilidade das pessoas em índices bastante elevados. 

Sabem em que épocas do mundo mais comediantes surgiram e se tranformaram em "Sucesso"?! Nas guerras.

Logo, podemos concluir que são pensamento de gênero "comédia" dominando partes de nossos planos psíquicos, que também nos permite ser estúpidos obedientes, com ilusão de que isso é a práctica mais ética da "boa cidadania". 

"Comediantes Stand Upers" em verdade são o protótipo do cidadão "cordial-dócil" que jamais se rebela muito menos perde a calma" e sempre vê o lado bom de tudo, coroando suas "brilhantes" e consoladoras percepções da vida com uma genial e bem sacada "piada", nutrindo a idéia falsa de que os problemas da humanidade "não tem solução" e que o melhor e mais inteligente a fazer é: "assistir o próximo programa" e "rir" da próxima anedóta.







Se o trabalho dos políticos e banqueiros, da Comunidade acadêmica e científica é "satânico" desde o ponto de vista energético-vibratório, uma vez que propaga um conhecimento parcial, que mantém a humanidade encarcerada em planos de existência materiais, que não nos permitem reconhecer nossa orígem espiritual-energético-etérea-astral, a comédia tem sido a munição usada para metralhar tudo e qualquer coisa que necessite de um minímo de tranquilidade e seriedade para ser feita e entre elas se incluem as nossas mazelas sociais, corrupção política e etc.

Não é por acaso que o ritmo de verbalização e gesticulação corporal dos apresentadores de TV de programas jovens é quase sempre frenético, rápido, cheio de movimentos acelerados. Não é por acaso que a linguagem que a publicidade e os políticos utilizam para se dirigir as massas é sempre singela, consoladora e infantil, para dar a entender subliminarmente o quanto somos incapazes e necessitamos de "políticos" ou "autoridades" que resolvam as coisas por nós. 

Não importa o quanto você ache esse ou aquele artista engraçado, estamos vivendo um momento em que existe tanta informação e mais ainda desinformação, que talvez a forma mais segura de se saber onde se está indo e que tipo de felicidade se está construíndo seja o auto questionamento. Esse é mais do que necessário quando se quer neutralizar a raíz energética do "mal" que está materializado e as vezes até perpetuado como "lei" em nossas vidas. 





Então, senhores comediantes stand upers: 

É esse o legado que vocês pretendem deixar na história e como recordação para seus doutrinados "fãs"? 

Será que é sinal de "talento" nutrir e idolatrar A capacidade de "fazer rir", aqueles que precisam despertar e se limpar? 

É esse o máximo que vocês conseguem realizar até aqui?! Refazer aquilo que todos os outros comediantes da história já haviam feito durante os últimos 50 anos de doutrinação mental e modelamento do padrão de crenças que permitimos a esse eletrodoméstico chamado "televisor", fazer?


Vocês bem que poderíam usar o poder de vocês para algo mais útil e menos depressivo do que enriquecer fazendo as pessoas desgraçadas "rir", enquanto esse riso é usado para impedir essas de entender quanto, como e por que são enganadas, escravizadas e adulteradas.


Será necessário que as pessoas de nosso planeta, principalmente as que se podem considerar "privilegiadas" por seu poder de consumo, se questionem a respeito do quanto e em que grau de profundidade se permitiram tranformar-se em MENTIROSAS para poder participar do sistema de compreensão necessário para não ficar de fora da "próxima gargalhada".

Mais importante do que deixar de votar e pagar impostos é deixar de PRATICAR IDOLATRIA.

Da mesma maneira que estátuas de pedra, argila e sal um dia foram e ainda são usadas, há mais de milênios de anos, para que o povo faça "oferendas" e "juramentos" crente que assim "conhecem os deuses", hoje são artistas, atletas semi alfabetizados, cantores e comediantes que são idolizados, amados, idealizados, invejados, desejados. Já pensou pra onde vai e o que é feito com toda ess ENERGIA?

A idéia é principalmente, atirar em nossos campos sensíveis Qualquer coisa que mantenha as pessoas rindo, sem senso crítico a respeito de si mesmo, mas cheio de senso crítico e "humor ácido" para o que quer que seja.

O que tem em comum todos esses pretensos "comediantes" é o profundo grau de ignorância intelectual e histórica seja a respeito do próprio país, seja sobre o planeta como um todo. Não demonstram ter nenhum exemplo concreto que confirme uma real felicidade, há não ser do ponto de vista das extravagâncias consumistas. Muito pelo contrário, esses caras são grandes exemplos de pessoas desajustadas, "losers" com bastante "sorte" e sem grandes projetos de vida, que de repente são aproveitadas para os planos de outros e a câmbio disso, enriquecem materialmente e socialmente se transformando em pseudo-celebridades com agenda própria. O mesmo exato sistema de quem antigamente fazia rituais para vender a alma.

Esses caras que formam essa geração de comediantes que vemos ser idolatrados em nossos dias de hoje, só servem mesmo para ingrupir quem confunde "fama" com Êxito, "popularidade" com Felicidade e Prosperidade com "ser empresário".

A burrice é uma desculpa do passado que não pode mais ser usada para justificar os nossos atrasos e as nossas falhas.

Que Deus Abençoe a todos,
Namastê

Ruy Mendes - Setembro 2013
Ocorreu um erro neste gadget

Visualizações de páginas da semana passada