domingo, 25 de agosto de 2013

Matrix e as Redes de Controle da "Realidade" Material Física

 - Trabalhando com Vidas Passadas e Almas Perdidas - 

Se você quiser desenvolver seus talentos mediúnicos, viaje muito e entre em contacto com diferentes culturas e antagônicas formas de vida política, existencial cultural, religiosa e se aprofunde no sistema de crença dos seres humanos e nas informações contidas ao longo da história sem deixar que esses te incorporem ou possuam, colonizem seus pastos intelectuais. Isso permitirá a você realizar com precisão a verdade de que, Vivemos dentro de uma macro realidade programada a qual alguns chamam "Matrix". 

Para compreender isso além do mero intelecto é importante começar compreendendo a própria dimensão em que se vive e suas diferentes densidades. 



Nós humanos encarnados habitamos apenas um, dos diversos raios de frequência que formam realidades paralelas que se inter-relacionam de forma tanto material quanto energética com a nossa realidade, mesmo e ainda que nossos 5 ordinários sentidos cerebrais muitas vezes não estejam aptos a captar e compreender essas dimensões e realidades paralelas.

Nossa realidade material-tridimensional, essa que co-habitamos aqui e agora, está dividida em 4 principais densidades que hoje aqui vamos chamar de 1D, 2D, 3D e 4D.

A realidade 1D - Ou 1ª Densidade, trata da terra, das energías telúricas e dos mineiras, cristais, gemas, seres elementais e etc. Muitos de nós ou das celulas que formam o que somos nós hoje, em um nível energético vibratório anímico, antes de chegar ao nível de consciência humana, "encarnamos" conscientemente com nossos corpos anímicos nos reinos 1D para compreender como se desenvolve o processo de evolução da consciência atômica nesses níveis regidos pelo o que alguns ocultistas chamavam de "força Lapitus". Seres Elementais, Cristais e gemas são espectros e fragmentos de almas de espíritos evoluídos, que encarnam nos reinos 1D para rearmonizar e realizar serviços de assistência as outras densidades.

A 2ª Densidade (2D) podemos considerar como "fauna" e "flora" são regídos pela força anímica Trifibus. Tanto plantas quanto animais são consciências "encarnadas" na densidade 2D que é a densidade que trabalha a evolução de nossas energías naturais, criativas, instintvas e de sobrevivência. Seres do reino densidade 2D se permitem ser sacrificados em nome da cadeia alimentar, sendo que o resultado de ingerir esses vivos (como no caso dos herbívoros) e matá-los derramando sangue na terra (como no caso dos carnívoros) tem resultados energéticos, orgânicos e cármicos completamenta diferentes. (ritual)

3D seria a densidade habitada por Humanos Encarnados. 3D É A NOSSA DENSIDADE regída pela força anímica prana. Todos os seres e ou células que atingem esse Patamar de evolução vibratória a nível material podem ser considerados seres completos do ponto de vista biológico-material e energético-instintivo. Porém, sabemos que mais de 40% dos humanos encarnados na Terra podem ser considerados "Portais Orgânicos". Esses são seres humanos aparentemente "Normais" porém são entidades encarnadas em corpos humanos com funcionamento energético 2D. 

Em termos práticos, Portais Orgânicos são pessoas com alma 2D, encarnadas em corpos 3D, mas que porém tem apenas os 3 primeiros chacras instintivos trabalhando. 




O funcionamento mental de um Portal Orgânico se assemelha ao comportamento de um animal em ambiente favorável ou hostíl o que gera um tipo de personalidade Psicopata, que é exatamente o tipo de personalidade e o comprotamento popularizado no mundo hoje seja através da "moda" ou dos padrões cinematográficos-publicitários-imagéticos impostos, em nome de mais e mais "Lucro" nem que seja as custas da miséria e aniquilamento da essência espiritual humana ou simplesmente A Verdade. 

A maioria dos "Portais Orgânicos" encarnados no planeta Terra hoje está estratégicamente encaixado em posições de Poder e Estatus como na mídia, na política, "Inteligência" militar ou na banca financeira que é onde podem ser melhores utilizados uma vez que portais orgânicos são corpos-seres mais facilmente manipuláveis e incorporáveis do ponto de vita mediúnico, estão livres de sentimentos humanos como "remorso", "arrependimento", "culpa" e outras formas de energía negativa que nos mantém conscientes de nossa existencia etérea, mas que porém se mal utilizadas, essas energías também podem nos desconectar de nosso Eu Superior e nos manter anclados na Matriz ou em egrégoras. logo mais adiante falaremos e explicaremos mais sobre a existencia de seres Portais orgânicos.

4D é a densidade astral-etérea de nossa realidade física, o que chamamos vulgarmente de "plano astral", que contém sempre uma "réplica etérea" (nem sempre idêntica) de nossa realidade material física. É o 1º rango de frequencia astral da realidade material e último rango de frequencia etérea ou o mais "grosseiro" de um ponto de vista energético, da 4ª densidade, lugar que podemos habitar durante as noites de sono através de nossos corpos energéticos e da projeção astral enquanto o corpo físico dorme e lugar habitado por "almas perdidas" ou seres e entidades humanas e não humanas, sem corpos físicos, que não querem ir as dimensões de luz, menos ainda reencarnar e existem entre duas realidades, atuam e tem acesso (de maneira limitada ou não conforme seus níveis de conhecimento) tanto na realidade material física como em realidades astrais intermediárias e muitas vezes se anclam como parasitas energéticos nos sistemas de chacras e campos áuricos de pessoas encarnadas para através dos corpos físicos dessas, "sentir" as mesmas sensações e emoções que podiam sentir e lhes dava prazer, quando tinham seus próprios corpos.

A anclagens em nossos sistemas físicos e energéticos por "almas perdidas" muitas vezes sem nenhuma consciência a respeito do fato de seus corpos físicos terem "morrido" e de elas estarem vivas em outro plano de consciência através de seu "corpo etéreo" mas anclado aos nossos planos de consciência e vivendo sensações materiais através de corpos que não são seus é muito mais comum do que imaginamos. Já havíamos abordado esse tema no post: "Para-pandemía evolutiva e Para-psicose Pós-Dessomática" que você pode ler clicando aqui.

De um ano para cá  nos trabalhos de psicoterapia com ênfase na Regressão de Vidas Passadas e Relaxamento Gemo-Dirigido, tenho sido surpreendido por seres e entidades que se anclaram nos sistemas áuricos e energéticos de meus pacientes através de pura empatia energética. 

A situação mental de uma pessoa que morre, muitas vezes não muda com a "morte" e por isso afirmamos que "morte" não Existe uma vez que apenas o corpo físico morre e nós continuamos existindo através de nossos outros corpos.

Uma pessoa que recebeu uma educação "atéia" ou "religiosa" provavelmente espera da experiência da "morte" algo que não pode e nem vai acontecer. Boa parte das pessoas que desencarnam não se dão conta do que aconteceu. Muitos se quedam aprisionados numa confusão mental referente aos últimos minutos de vida, entram numa espécie de "segundo eternizado" do qual jamais saem e vão existindo de maneira sonâmbula em egrégoras energéticas que formam limbos astrais que os profundiza em si mesmo de forma a exilar-se existencialmente num espaço-tempo criado por si próprio, principalmente os que morrem de forma acidental, violenta ou traumática e não querem nenhum tipo de contacto com essa realidade. Através do livre arbítrio definem sua existência astral entre a luz e a matéria e passam a viver alienados em suas próprias realidades mentais ou extra-físicas.

As pessoas recém mortas e sem consciência a respeito desse processo percebem câmbios no padrão de densidade, se sentem como ficam as pessoas quando tem "febre" e deliram, percebem que existe algo estranho, mas se recusam a crer ou entender a própria morte até por que sentem o próprio corpo (energético-psicosomático) e reconhecem a propria existencia com os mesmos sentidos físicos, muitos chegam a manter suas rotinas, fumar, fazer sexo entre outras atividades ordinárias, porém em um plano de realidade intermediário, menos denso do que a matéria que estamos acostumados e mais parecido com a natureza das realidades oníricas que co-habitamos durante as noites e depois de desencarnar.



Essas outras realidades não são menos reais que as realidades que conectamos através do corpo físico, ainda que sejam realidades, feitas de uma matéria menos densa que a "original" que estamos acostumados e conhecemos.

Esses seres, muitas vezes anclados em nossos campos psíquicos e níveis de consciência, ali se anclam por motivos diversos, inclusive cármicos.


Necessitam passar aos planos de luz e por diversos motivos, não o fazem. Para isso precisam que alguém os faça relaxar, voltar ou simplesmente parar no tempo e compreender, orientar, até que possa ver os últimos momentos derradeiros da próprias existência na matéria e se situar no tempo-espaço, reconhecer o próprio corpo morto diante de sua visão mental através da indução do terapeuta ou médium sair desse "eterno-presente" criado como fuga de um momento traumático e por fim fazer a passagem para a Luz (que provavelmente devido a sua convulsão mental, não foi percebedia alí naquele momento) e por fim libertar-se de permanecer apegado ao único plano de realidade que conhecia e seus derivados oníricos astrais.

Esse simples e honrado trabalho de auxílio as "almas perdidas" que super povoam o orbe terrestre que em planetas evoluídos é realizados por qualquer Médico com "M" maiúsculo, na terra ja foi feito pelos Oráculos, depois por exorcistas, curandeiros, a nível geral, deixou de ser feito durante os últimos 1600 anos graças a cultura católica romana e de menos de 200 anos para cá, tem sido feito por alguns poucos Kardecistas e adeptos das religiões afro-espíritas, assim também como alguns estudiosos da conscienciologia.

Ao contrário do que a maioria intui ou acredita, saímos da morte completamente vivos e nossos níveis de consciência a respeito de si mesmo é que definem quanto tempo levaremos para ter percepção lúcida a respeito desse processo de deixar de existir num corpo físico e passar a existir e atuar conscientemente em uma realidade além da material-física.

Podemos considerar a quarta densindade 4D como a parte mais sutil a nível vibratório de nossa dimensão material, a última membrana de identidade com nossa realidade antes de irmos a outras dimensões ou realidades paralelas. Ao mesmo tempo 4D é também a parte mais grosseira e densa a nível vibratório de dimensões sutis conectadas com nossa realidade material-física.

Da mesma maneira que o símbolo Ying-Yang nos mostra que quando uma energía chega ao seu nível de expansão máxima já contém naturalmente em sí o embrião de sua dualidade, as realidades materiais e etéreas de nosso planeta se interrelacionam e entre-mesclam.

Seres encarnados e desencarnados poderiam agora mesmo estarem "se acotovelando" sem saber entre distintas realidades, que podem ser acessadas tanto por um tipo de ser (encarnado) como o outro (entidades vibratórias ou seres desencarnados sem corpos físicos próprios) quando ambos se permitem parar, desacelerar suas vibrações mentais e físicas e assim conectar com seres Amparadores, Guias, Eus Superiores, Anjos, Protetores entre outras formas de seres positivos que acompanham os Humanos encarnados e que só podem ter acesso a esses quando esses PEDEM, INVOCAM E mantém a vibração energética necessária para que esses seres possam estar presentes e suas frequencias possam ser percebidas e acessadas.


Tanto o nosso Eu Superior, como o nosso Eu Interior, entre diversos outros tipos de seres e entidades são realidades de nosso ser que atuam em outros padrões de frequência. Todas as pessoas que eu conheci que buscaram desenvolver essa comunicação e comunhão entre nossas realidades 3D e 4D além de terem tido grandes supresas, jamais voltaram a ser e pensaram como eram e pensavam.

Ainda que exista toda uma rede etérea (e existe!) que criam os diferentes sistemas culturais e sensitivos, que ativam nossas heranças ancestrais na intenção de atrasar nossa evolução e nos manter "parados", redes essas que nos aprisionam mentalmente e nos impedem conectar a essência da realidade em outros níveis, está criada de maneira a distrair os nossos sentidos com diferentes passatempos e distrações que se popularizam conforme o tipo de gosto, tendência e cultura que manipula um determinado povo de um determinado lugar do planeta terra.

Quando nos damos conta de nossas próprias mentiras e hipocrisias e mudamos conscientemente nossas bioenergías (trocando por exemplo a "mentira" por Honestidade ou a "hipocrisia" por frieza e tranquilidade) automaticamente deixamos de ser uma fonte energética dessa Imensa Rede Etérea alimentada e criada para represar todas nossas energías negativas. Quando disseminamos a informação correta ante a DESINFORMAÇÃO da rede matrix, criamos campos de força ao redor de nossas áuras que permite estar livre da influência de certos padrões de energía mental negativa densa e telúrica. Caminhamos para uma forma de existência livre do Medo.

A medida em que as pessoas se desconectam de suas egrégoras coletivas e começam a existir através de egrégoras próprias, compreendem que A Rede de desinformação e distrações sensitivas criadas pelos Arcontes da Matrix não tem poder nenhum para impedir que as pessoas despertem através do contacto consigo mesmas, seja meditando de maneira transcedental profunda ou através de outras diciplinas que levam ao mesmo resultado. 

Eles só tem poder para criar distrações, coibir e tentar ordenhar egrégoras coletivas que se alimentam de medo. A chave de toda a Liberdade é o controle do Medo. Se lutarmos pela incorruptibilidade de nossas egrégoras individuais, novas egrégoras coletivas serão criadas e antigas egrégoras coletivas serão transformandas.

Mais do que nunca será a consciência de nossas ações corretas enquanto individuos independente das escolhas que façam as massas, os verdadeiros alicereces para a criação de um mundo e de uma realidade mais justa.

Enquanto a maioria das pessoas não admitir os profundos graus de mentira que sustenta e quanto lucro obtém em distintos setores da própria vida pessoal, através de todas essas mentiras, não será possível materializar justiça em nossos planos de existência.

É necessário que estejamos de fato conscientes e sábios a respeito do quanto merecemos o melhor, muito mais do que apenas o "justo". Enquanto cada um de nós não se sentir realmente digno e aceitar ser nivelado com mínimo. Enquanto não estivermos dispostos a lutar pela Verdade a respeito dos nossos reais méritos, não será possível viver livre do carma criado pelo falso mérito de nossos controladores, escravizadores e governantes.

Que Deus Abençoe a todos,
Namastê

Ruy Mendes - Agosto 2013
Ocorreu um erro neste gadget

Visualizações de páginas da semana passada