sábado, 23 de fevereiro de 2013

Walt Disney - Pedofilia e Satanismo

Eu particularmente sempre resisti as teorias de conspiração mais radicais.

Uma dessas era a que dizia que o "Gênio" dos desenhos animados, Walt Disney (foto) era em verdade um braço direito dos Illuminatis satanistas que controlam nosso mundo e que esse tinha então como missão doutrinar o padrão mental e sensitivo das crianças através de seus contos de fadas. Faz algum tempo, vi alguns vídeos de pastores neo-crisitianos-evangélicos (desses que praticamente "leiloam" dízimos em 2 ou 3 idiomas), falando que Walt Disney "era satanista" e resolvi pesquisar.

Compreendi. Esses dias vi um dos vídeos na internet mais bem feitos sobre a história de Walt Disney e sua biografia como Americano, como ocultista, como homem e finalmente como "pedófilo" criador de "histórias infantis", recheadas de sexo subliminar e técnicas de controle mental.




Minha intenção não é acusar nem julgar nenhuma situação ou pessoa, mas apenas "ligar os pontos", da mesma maneira que, quando éramos crianças, fazíamos com aquelas revistas de jogos infantis cheias de desenhos que a principio eram um monte de "pontos" que você tinha que "ligar" com o lápis e assim podia ver aquele "elefante" no meio da "sala de estar" estampada na página da revista e que antes não podia ser percebida como tal.





Faz muito sentido entrar em contacto com a "pedofilia" e "satanismo" de Walt Disney justamente na mesma semana em que surge a inédita "renúncia do papa". Onde os meios mais informados confirmam que longe de ser por "problemas de idade" ou "falta de saúde", a renúncia de bento XVI tem haver com problemas financeiros, escândalos de pedofilia, guerras intestinais entre máfias que controlam a cúpula do vaticano e claro a total decadência moralista monarquista medieval na qual os últimos representantes do Legado de São Pedro, afundaram sua própria religião, esvaziando seus templos para alimentar o rebanho de "neo pastores evangélicos", lotando seus "templo-franquias" a la "renascer", "yurd", "assembléia de deus" e etc.

Se as pessoas do mundo em geral tida como "Normais", tivessem idéia do quanto, organizações multinacionais como o Vaticano e as Empresas de Walt Disney entre centenas de outras, sempre estiveram involucradas com pedofilia e controle mental, pois essa é parte da rotina de uma parte dessas elites, compreenderiam melhor tanto a renúncia do Papa, como a transformação de várias das adolescentes do elenco de disney channel, (entre elas Britney Spears), em pseudos-prostitutas que com o tempo se tornam "símbolos sexuais", "divas pop" que servem para serem adoradas pelas massas e são mentalmente controlada pelos Magos Negros da Indústria fonográfica e cultura pop mundial.  São esses Magos Negros da Cultura Pop Mundial, quem mais se beneficiam dessas energías que nos vampirizam através de seus "bonecos-vodoo" que são esses atores, atrizes e artitas a la hollywood.



É importante que as pessoas leigas compreendam que toda essa "adoração", toda essa cultura de "fãs", "histeria", grandes concertos, copa do mundo, olimpíadas, festas rave, concentrações massivas de pessoas que idolatram artistas, bandas, pastores e etc. 
Tudo isso produz uma enorme concentração de ENERGIA humana, que são geradas pelas emoções e claro pelos corpos energéticos, invísvel aos olhos materiais físicos, de todos ali presentes.

Essas energías servem de alimento para seres extrafísicos (entidades energéticas, seres mortos-desencarnados) e podemos dizer que esses tipos de eventos de massa são como "Neo-rituais" de "macro-vampirismo-energético" assim como as guerras, são Macro-Rituais de Sacrifício.



Mais do que simplesmente encontrar os logos de "meia-meia-meia" (666) em sua assinatura, hoje sabemos e evidenciamos que por detrás de toda aquela "Fantasia", daquele "rato engraçadinho", da "branca de neve e seus anões" ou da "bela adormecida", existia um senhor, maçon de alto grau, especializado em implantar imagens eróticas submiliminares em obras cinematográficas infanto-juvenis, que seriam a maquiagem perfeita para implantar essas mensagens nos campos psíquicos de nossa geração, desde a infância.



A pergunta que me paira a mente é: ?Por que um senhor de bigodinho cria uma empresa de cartoons e essa, mesmo depois da morte desse, passa mais de meio século, a implantar em suas obras cinematográficas, pequenos frames imperceptíveis aos olhos humanos, mas que quando vistos em câmara lenta, revelam as imagens de tetas, penis, poses eróticas, vaginas, sexo grupal, sexo explícito e outras formas de sexo subliminar que ali nesses frames são postos justamente para que a parte CONSCIENTE de nosso cérebro não possa capturar e processar essas informações e esse trabalho então seja feito pelos nossos planos inconscientes, que são justamente os resposáveis por moldar os nossos pensamentos e energías, para que se materializem em nossas vidas, naquilo que nossos sentidos físicos reconhecem como "futuro".






Através dessa lógica se pode comprender melhor como e por que centenas de "artistas" como "Xuxa", ou "Madonna" com suas prosti-biografias em seus estereótipos de "super-mulheres-máquinas-sexuais", adoradas, desejadas, invejadas e idolatradas como "DEUSAS" por seus milhares de fãs, são decisivas na formação de uma geração de "jovens "prostitutas-de-família" levianas e fúteis como temos hoje em todas as classes sociais e principalmente nas universidades em todos os cantos do mundo. 



A verdade sobre a maneira como o jovem de nossas atuais gerações se auto conhece e vivencia setores de nossa realidade emocional-energética como a sexualidade, a afetividade, a honestidade e o não-egoísmo é desastroso e muito triste, principalmente do ponto de vista feminino. Como se as mulheres depois de mais de 6 mil anos ininterruptos de opressão e autoristarismo machista, quisessem conquistar e perpetuar a liberdade hoje alcançada se firmando de forma grosseira e masculina no mundo patriarcal, ao invés de impor os valores únicos da feminilidade e assim transformar o mundo.
Isso é compreensível uma vez que estamos a várias gerações criando um certo tipo de mulheres, que estão programadas para crer que devem valorizar mais a "beleza", o egoísmo e o "erotismo", do que a inteligência, o amor e a cumplicidade.

É curioso reparar que a maioria das crianças que conheci que consumiam demasiado "Walt Disney" ou "cultura Pop de Massa", foram as que melhor se transformaram em adultos alienados "caretas", "moralistas", cheios de medos , preconceitos, desconhecimentos, ignorâncias, super "bloqueados" do ponto de vista energético, emocional, sexual, moral, político, filosófico e espiritual.





Todas as pessoas que conheci que "advogavam" a favor de Walt Disney quando essas acusações aparecem não se dão ao trabalho de pesquisar e contra argumentar as evidências apresentadas e se limitam apenas a "nãoc-rer". 

Os "nova-eristas" da turma de "Ashtar Sheran" e "Saint Germain", o consideram um "Gênio Ocultista do Bem" responsável por manter a chama da "infância" e a "fantasia" da "magia" viva em todos os "corações" das "famílias do ocidente".




O Pequeno documentário apresentado hoje aqui chama-se:
 "The Perverted Disney Empire (Illuminati Exposed)" e da detalhes sobre a vida de Walt antes da fama, o tipo de família e bairro onde cresceu, os gostos e tendências extravagantes que tinha e como aquilo que a grande massa da população humana tinha como um "gênio dos desenhos animados e histórias infantis" era em Verdade um Mago Negro graduado em magia sexual e que de maneira secreta seria o grande Rei da Pornografia e Pedofilia, altamente graduado em controle mental, especializados na criação de "Idolos" para a adoração e fanatismo e doutrinação das massas. 






Walt Disney tinha por detrás de seus programas de TV e casting de artistas o auxilio da famosa Fundação Tavistoc, que como a maioria dos leitores desse blog sabem é especializada em controle mental e criação de exércitos de "sacertodizas" para rituais sexuais realizados pelas elites, assim como outros tipo de ESCRAVOS MK ULTRA que trabalham para as aristocracias, para os governos, para as forças militares e outras estruturas mafiosas que tomam conta de nosso sistema, na maioria das vezes de maneira legal infiltrados no sistema financeiro, no controle e criação de "Leis" que garantam o êxito de suas metas e de suas Agendas.
















A verdade é que vivemos em um tempo onde temos de ser humilde para abrir mão de antigas "Verdades" e Velhas "Crenças". 

É lúcido aceitar os hecatômbicos enganos dos quais fomos cúmplices e ainda ajudamos a sustentar através das pseudo-tecnologias do capitalismo neo liberal e da cultura materialista. Temos de ser compreensivos e buscar entender a Verdade sobre o fato de a maioria de nossos "Idolos" terem sido pré-fabricados para nossa própria desgraça e manipulação. 


De Jesus a Walt Disney, existem Verdades que se entrecruzam nos seios das Elites, Aristocracias e sociedades secretas e que pouco a pouco vão se tornando acessível ao conhecimento daqueles que buscam a Verdade.



"Não há nada oculto que não venha a ser Revelado". (Lucas 8:17)





Que Deus Abençoe a Todos
Namastê -
Ruy Mendes - fevereiro 2013

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Reencarnação - Crença, Conhecimento e Realidade

De todas as culturas que habitaram o Planeta Terra durante os ultimo 4.5 milhões de anos, a única que não considera a existência além da matéria é a nossa atual cultura ocidental que hipocritamente os meios oficiais e acadêmicos chamam de "civilização".

De todas as religiões que já existiram e das que ainda existem, a única que afirma (sem provas) "não existir" a "reencarnação" é a religião católica e todas as suas "filhas rebeldes bastardas" que são as religiões evangélicas, que maliciosamente se baseiam num livro adulterado-pornográfico e fraudulento chamado "bíblia", para através de suas próprias interpretações das passagens desse livro, conseguir criar suas próprias religiões e conduzir rebanhos de fiéis (dizimistas) usando a "vontade de Deus" como "escudo".

Como se esse "Livro" que em verdade é uma compilação de REPETIÇÕES e cópias de outras passagens e restos de histórinhas de outros livros "sagrados" fosse  a "infalível prova" da existência de "Deus". Um "Deus" que  segundo esse livro, durante 6 mil anos é "perverso" e "vingativo" e depois  durante 2 mil anos, "perdoa todo mundo", se torna "amoroso" e "justo".

Em verdade trata-se a Bíblia de um simples livro de Memórias, as quais começaram a ser escritas uma média de 100 anos depois, da época em dizem que esses eventos teriam ocorrido.

A bíblia não foi escrita por Deus. A Bíblia não foi escrita sequer por Jesus. Aliás, tanto um como outro jamais fundaram "religiões" ou deixaram "mandamentos escritos". A bíblia é apenas uma coleção de passagens históricas que não estão provadas e tanto quanto foram traduzidas, foram adulteradas e manipuladas para atender diferentes interesses ao longo da linha do tempo.

Suas Passagens e histórias, testemunham um passado humano de "crença", ignorância, "desespero", "Adoração", "fanatismo", "pedofilia", "adultério", "incesto", entre outras práticas que as histórias contidas na bíblia nos contam e confirmam.



Mas nem sempre a religião cristã ou o seu livro sagrado, a bíblia, foi contra a "teoria" ou a realidade da reencarnação, assim como os rituais e mecanismos que possibilitavam o contato com os espíritos dos mortos ou seres que habitem outras realidades.

Segundo minhas pesquisas, parece que foi por volta do século IV que os Bispos da igreja Católica proibiram pela primeira vez os rituais de invocação de espíritos e seus obedientes fiéis de serem "Espíritas", "Espiritualistas" (que mais do que invocar o "espírito dos mortos", comungava com os espíritos da natureza e elementais) uma vez que o contacto com os Espíritos dos Mortos e seres do infra-mundo, gera(va) novos conhecimentos, o que consequentemente gerava novos questionamentos, o que certamente prejudicava a Obediência dos fiéis e fazia com que esses refletissem sobre a "Verdade" que sustenta os tais "dogmas" e "taboos" que são os sistemas que permitem que essas religiões prosperem.


Tempos depois no século XIII e XV a crença na reencarnação foi retificada nos Concílios de Lyon e Florença, definindo pura e simplesmente que: "As almas ao morrer, se dirigiam imediatamente ou ao "céu", ou ao "purgatório" ou ao "inferno" e "nada mais". (E ái de quem disser o contrário!!!)"

Oras, se a religião católica se deu ao trabalho de "PROIBIR" o contacto com os mortos, certamente é por que ele existia e um número considerável de pessoas, faziam.

Não é por acaso que a "ciência oficial" até hoje não "comprovou" baixo seus dogmas científicos os mecanismos da realidade astral. (Mas segundo os "meios espíritas kardecistas" espíritos como o de nada mais nada menos que "Thomaz Edison" e outros gênios da humanidade já estariam em processo de "reencarnação" na Terra para criar aparelhos de telecomunicações com a tecnologia necessária para contactar com o "mais além".) 




Mas os reais motivos que fazem com que a atual "ciência oficial" não se interesse pela pesquisa nas áreas parapsíquicas são mais que claras e simples. Por questões financeiras, por questões de manipulação, para sustentar uma grande mentira milenar a respeito da verdadeira origem da raça humana e verdadeira história do planeta Terra e finalmente, por poder. 

Ainda assim, o trabalho pioneiro da Conscienciologia nos permite entrar em contacto de maneira científica através de experiências próprias, com os meandros da realidade extrafísica e seus mecanismos de funcionamento, através das "Experiências Fora do Corpo" (EFC) e "Projeção Astral".

Mais do que as "religiões" de cunho espírita que ao longo dos últimos 300 anos, através de seus quotidianos de cultos e assistências tem tratado de derrubar todas as argumentações católica-teológicas-cristianas e evangélicas, a respeito da realidade astral, do mundo espiritual e a vida depois da morte do corpo físico, a Conscienciologia fundada pelo Brasileiro, Médico e Odontológo Waldo Vieira (foto) é a grande alavanca de conhecimento humano que permitirá aos individuos que desejem despertar para a realidade evolutiva em dois mundos, (astral e material) fazerem isso sem a necessidade de cultos, religiões, mas sim através de métodos elaborados e científicos que permitem a cada um, através de disciplinas, práticas e exercicíos, desenvolver capacidades sensoriais extrafísicas como a intuição, a clarividência, a clariaudiência e a percepção extrafísica.

Por mais que tentem (e tentam) esconder, desinformar e desprestigiar certos eventos e informações que evidenciam e comprovam a realidade espiritual-astral a lei de reencarnação, entre outras realidades, Nossa história atual está cheia de  ocorrências e personagens que, através de seus exemplos de vida e mensagens lógicas, nos faz parecer crível, viável e lógica a Verdade sobre a reencarnação.

Isso sem contar os milhares de casos de pessoas, prinicipalmente crianças, que para desespero e dúvida de seus pais, de maneira espontânea verbalizam recordações de vidas passadas, se lembram de locais onde estiveram, de como morreram e depois renasceram em outros corpos físicos, porém com a mesma essência anímica e personalidade.

Grandes padres e filósofos dos primórdios do cristianismo não somente acreditavam como ensinavam a reencarnação em suas paróquias e igrejas. 

São Clemente, Orígenes, Tertuliano, São Ambrósio, eram adeptos cristãos que acreditavam e pregavam a reencarnação. Até no próprio livro "sagrado" dos católicos a tal "Bíblia", encontramos passagens que se interpretadas de forma livre e coerente, podem ser questionadas como forma de afirmar a existência da reencarnação.

Algumas delas podem ser encontradas nos evangelhos 2º São Lucas 9:18-19 e 2º São Mateus 17:10-14, onde os discípulos questionam o fato de João Batista ser a reencarnação de Elias e do Rabi não negar. Muito pelo contrário, através de suas parábolas, incrementa a impressão sobre o fato e da a entender que João Batista é mesmo a reencarnação de Elias.

Além das passagens do cristianismo que a Igreja católica não fala a respeito e que seus fiéis jamais questionam e que comprovam a reencarnação, todas as outras religiões do mundo ensinam seus adeptos sobre essa realidade.



As diversas matizes variantes do Budismo na Índia, na China, no Japão e no Tibet, o Hinduísmo, o Zoroastrismo entre centenas de outros ensinamentos tanto exotéricos quanto esotéricos, todos eles falam e ensinam a respeito da transmigração da Alma, da existência num plano de eternidade, todos a sua maneira indicam e deixam claro sobre uma realidade astral além da matéria e de uma individualidade de consciência que somos nós e que sobrevive a morte do corpo material físico.


A isso podemos somar os casos de "Recordação Espontânea" onde as pessoas de uma hora pra outra descobrem dentro de si mesmas quem foram em outras vidas e existências passadas.

Os casos de projeção astral entre os quais me incluo, as técnicas de hipnosis que permitem os processos de retrocognição de vidas passadas entre centenas de outros eventos, exercícios e práticas que podem nos colocar em contacto com tais conhecimentos e mais do que isso, podem sanar e harmonizar resquícios energéticos viciados e enfermos, que atravessam em nossos aparatos de essências vibratórias de um corpo a outro, de uma existência a outra e que por vezes atuam na vida atual, influenciando o momento presente.

Enquanto todos esses eventos acontecem ao redor do mundo, criando e preparando os terrenos de nossas realidades e de nossa atual "ciência", para uma nova aurora científica mais "energética-vibracional" e menos "intelectual-materialista", um grande número de pessoas em nosso planeta segue se comportando de maneira submissa e vulgar, não menos entregue e obediente aos ditâmes das fronteiras entre "ficção" e "realidade" perpetuados na imprensa, na televisão e na rádio, do que as ovelhas de um rebanho e seu pastor.



Pítágoras, Zoroastro, Hermes Trimegisto, Platão, Sócrates,Orígenes, Plotino, São Francisco de Assis, Giordano Bruno. Conde de Saint Germain, Baruch Spinoza, Leibniz, David Hume, Benjamin Franklin, Napoleão Bonaparte, Immanuel Kent, Goehte, Arthur Schopenhauer, Honoré de Balzac, Edgar Alan Poe, Victor Hugo, Gustave Flaubert, James Joyce, Rudyard Kipling, Robert Browning, Charles Dickens, Oscar Wilde, Thomas Moore, Willian James, Henry Ford, Júlio Verne, Carl Gustav Jung, Salvador Dalí, Ken Russel, Mijaíl Gorbachov, entre centenas de milhares de outros personagens que formam o nosso mosaico cultural-político-científico dos últimos 2 mil anos para cá, tem em comum o fato de acreditarem e afirmarem a reencarnação.

É no mínimmo curioso que os grandes meios de comunicação ou religião, quando realizam debates focados nos temas espirituais ou reencarnacionistas, não divulgam o fato de que grandes formadores do pensamento humano, terem sido em suas épocas grandes ocultistas ou grandes alquimistas como no caso de Sir Thomas Jeffereson, Roger Bacon, Aleister Crowley, ou o médico ocultista conhecido como Papus.

Tudo o que as grandes mídias e religiões afirmam sobre a reencarnação é apenas alimento para as desinformações e mentiras que formam o imaginário do cidadão comum, a respeito do que é feita a Realidade e a nossa orígem.

A Comunidade Oficial Científica, por motivos como os que já explicamos alguns parágrafos acima, não se interessa pelas pesquisas nas áreas do parapsíquismo. 

Ainda assim nos resta a literatura espírita psicografada, os registros históricos que a comunidade científica tenta adulterar ou esconder banindo do conhecimento público, os eventos fenomenológicos que diariamente acontecem em terreiros e templos. 

Nos resta os calhamaços de pesquisas, documentações e provas que há quase meio século são catalogadas pela Conscienciologia e mais que tudo: Resta você. 


Se cada pessoa decidir entrar em contacto consigo mesma através de estados de relaxamento profundo (o oposto a "aceleração celular vibratória mental" através da qual nos mantém ordenhados), meditação, regressão, somadas a outras técnicas e exercícios, que quando praticados, possibilitam mudança nos padrões vibratórios de consciência e percepção, assim como câmbios substanciais no funcionamento de seus cérebros, chacras, sistema endócrino e sistemas cardíacos, que permitirão que outras formas de realidade sejam acessadas, nos permitindo conhecer nossa existência além da vida atual e fazendo a mesma ser por nós, muito melhor compreendida.

Entre essas e outras, acessar as realidades, energías e vibrações que formam as informações que jazem nas partes inconscientes de nosso esquema cerebral.












É através de estados de relaxamento profundos e conscientes, que damos os primeiros passos para o conhecimento das realidades astrais sutís, as experiências fora do corpo e as projeções astrais.


O fato de essas informações não fazerem parte do "metiê científico" que forma os "jargões-science-journal" das manchetes das grandes imprensas, não desmerece a veracidade dessas informações. 


Muito pelo contrário, uma vez pesquisadas e postas a prova, os eventos da história e as comprovações cotidianas, confirmam suas veracidades e poem em cheque as contradições e imoralidades da atual comunidade científica e de todas as religiões.

Dada as devidas proporções, nossa atual "ciência-pró-farmácia" e "religiões-ateístico-financeiras" (que limitam a relação, a manifestação e a satisfação de "deus" com seus fiéis a estabilidade financeira),  que formam o nosso "holo-sistema", são algo muito mais "fantástico" e difícil de acreditar que seja "possível", do que a Verdade óbvia e lógica sobre a reencarnação. 

Mais uma vez, comprovamos que a "realidade" das pessoas, tem a mesma natureza que seus sistemas de crenças. 

Foi através da "crença" e não do conhecimento que todas as religiões prosperaram e que a reencarnação, assim como a espiritualidade, deixaram de ser as nossas óbvias Verdades. 

Não importa se uma coisa é verdade ou é mentira. Se você acredita nela, ela se materializa e passa a ser.

A Realidade material é assim: "É Crer, para Ver" e não o contrário.

Que Deus abençoe a Todos:

Namastê
Ruy Mendes - Fevereiro 2013 
Ocorreu um erro neste gadget

Visualizações de páginas da semana passada