sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Segredos do Vaticano - A Grande Loja de Lúcifer

Já foi dito em outras oportunidades aqui no blog que: "A mentira que controla o Atual Sistema e Escraviza a Raça Humana, é tão logísticamente bem feita, organizada e estruturada, que as pessoas duvidam que realmente exista, não conseguem crer, menos ainda compreender que seja possível sua existência e mantuenção por tanto tempo".

Tinha um colega que sempre dizia que: "Se você quer ocultar alguma coisa, não existe melhor maneira do que tornar ela o mais pública possível". Se você vê alguém na porta de um shopping center, "empurrando um piano" a última coisa que você vai pensar é que essa pessoa está "roubando".

É através de mentalidades como essa que as Elites de nosso planeta por detrás dos sistemas de governo e que compõem o Governo Oculto da Terra, avançam em suas agendas de domínio e como sempre digo e repito, conseguem fazer com que menos de 1 por cento das pessoas que habitam nosso planeta, governem e tenham poder sobre a vida e sobre a morte dos outros 99 por cento.

Nos últimos tempos, nos acostumamos (e parece que nos importamos cada vez menos) com notícias e informações sobre membros da Igreja Católica Romana, que são acusados de pedofília, pederastia e outras atividades sexuais bizarras e estranhas. Quase sempre deduzimos que essas atividades são "fatos isolados", feitos por algumas "maçãs podres da cesta", que seriam padres, sacerdotes e "coroinhas" com "desvios de comportamento" e personalidade, ou "problemas sexuais" que devido as energias reprimidas pelo "celibato", acabam "pecando" contra a castidade, a moral e os "bons costumes", (quase sempre com jovens adolescentes e crianças do MESMO SEXO). Porém quando se pesquisa a fundo tanto a história como as reais atividades desenvolvidas por esse sacerdote e as elites de tais instituições clero-aristocráticas, mais se evidencia e comprova que A grande "corporação" que se auto-denomina a "representante" de "Deus" na Terra está muito longe de ter a moral que propaga e uma vida íntima Ilibada.

Não é por acaso nem á toa que durante seus 2 mil anos e pouco de existência, essa Igreja Cristiana tratou de "endemonizar" a Nudez, Sustentar contradições em inverdades biológicas em nome de "pseudo-espiritualidade" ou "salvação" assim como adulterar os registros da história a seu favor para criar a pseudo-realidade na qual vivemos. Não é por acaso que as vestimentas tanto do Papa como de seus Bispos, Cardeais e etc, cobrem todo o corpo e em algumas ocasiões estão repletas de simbologia oculta. Não é sem motivo que eles pregam a necessidade de "confissão de pecados" e "necessidade de penitência" entre outra formas de humilhação através de dogmas, jamais questionados pelos praticantes dessas religiões. 

Por detrás da boa intenção daqueles que se tornam membros e trabalhadores da Igreja com sede de ajudar os "oprimidos" do mundo, existe uma cúpula de seres inatangíveis que habitam os castelos e mansões dos feudos conquistados e regados a sangue humano pelo mundo, com a central matriz naquele que é um dos menores países que se tem notícia no mundo, conhecido como Vaticano.

Depois da queda, fragmentação e declínio do Império Romano, a humanidade foi lançada em um período denso e obscuro tanto do ponto de vista energético como do ponto de vista intelectual, período esse conhecido como "Idade Média". Um dos eventos que marca o Ínicio dessa nova sociedade é o fim dos Imperadores conhecidos como "Cézares", a fragmentação do império, as invasões bárbaras, o fim das sociedades em moldes "republicanos", a ruralização do quotidiano e esvaziamento das grandes cidades e o Início de uma hegemonia religiosa representada pelo "cristianismo". Essa hegemonia dava total poder aos membros daquela que agora era a Igreja Oficial do Império sobre as questões espirituais humanas, e deixava as questões terrenais e temporais nas mãos dos imperdadores que depois se dissolveram em Linhagens Reais Monarquicas, principados e etc.

Não é novidade nem polêmica que durante o Império Helênico e Romano (Greco-Romano) haviam os "Efebos" e os "Sofistas". 

Os Efebos eram crianças pequenas ou adolescentes, que eram utilizados para saciar as taras e os prazeres sexuais dos membros da côrte, do clero e da elite grega e depois romana. Os sofistas, eram perspicazes filósofos que eram contratados pelas famílias da aristocracia ou por quem podia pagá-los, para que seus filhos fossem iniciados e educados nas Artes, nas Ciências e em todos os "campos de conhecimento". Era aceito por todos na sociedade dessa época que a iniciação sexual das crianças em uma idade precoce, fosse estimulada por seus mestres, mentores e professores e aqueles que melhor aprendiam, eram elegidos para serem os "efebos" que enfim eram "escravinhos" sexuais de luxo.

Com a decadência do império, a transformação da sociedade, o advento do feudalismo entre outros motivos que submergiram as pessoas em um período de "trevas", "medos" e desconhecimentos, outra sociedade, com outros costumes baseados nos ensinamentos de "Jesus Cristo" e da "Igreja", começou a ser desenhada e tudo aquilo que dizia respeito a sexualidade e desenvolvimento do intelecto e busca pelo conhecimento passou a ser rechaçado, combatido, depreciado ou rotulado como "herege". Porém nas altas esferas da pirâmide social onde está essas Elites de todos os tempos, vários costumes se mantiveram e passaram de geração em geração e assim acontece até hoje.

Em Babilônia, onde nasceu as primeiras bases da Igreja Católica que temos hoje, era normal as pessoas adorarem vários Deuses de diferentes religiões. Entre esses "deuses adorados", haviam seres do infra mundo que eram idolatrados e projetados em esculturas que tinham corpos de humanos com cabeça de animal e outras formas de tótem onde as pessoas representavam "Deus" e diante dele se prostrávam (Baal, Toth, Belzebu, Basphomet, Ishtar, Moloch, entre centenas de outros semi deuses adorados pelas elites desde essa época até os dias de hoje). Segundo os costumes da época e de algumas dessas seitas religiosas, os deuses pediam "sacrifícios" aos homens para poderem "abençoá-los" (da mesma maneira que os pastores de hoje pedem as pessoas que sacrifiquem suas necessidades para fazer sempre uma "boa doação" em dinheiro para a igreja). 

Esses sacrifícios aconteciam de diferentes maneiras. Podiam ser sacríficios Humanos, ou de animais mas quase sempre havia um RITUAL que deveria ser seguido de maneira impecável para que os "Deuses" pudessem ser agradados. Na cultura Celta e druídica era normal que os pais de uma família, sacrificassem seus primogênitos aos Deuses assim que nasciam, para depois então formar uma família através dos outros filhos que teriam e esses serem "abençoados". Aos que conhecem o velho testamento ou cursaram o "catecismo", tenho certeza de que se lembram do anjo que diz a Abraão para "sacrificar" (assassinar) seu filho em sinal de fidelidade a Nova Aliança com "deus" e na última hora é impedido pelo "Arcanjo Miguel".

O "celibato" não faz parte da orígem da Igreja católica. Ele foi instituido por volta do século IV como forma de proteger os sacerdotes e a igreja de futuramente ter de dividir suas riquezas e suas terras com as centenas de milhares de filhos bastardos que faziam esses sacerdotes nas mulheres que participavam das faraônicas orgias sexuais que realizavam, como forma de perpetuar as heranças culturais do antigo império greco-romano. Uma vez que a mentalidade proibicionista e dogmática somada ao medo impresso nos campos psíquicos da raça humana desde a idade média culminando na Inquisição católica foi dominando a vida das pessoas e os diferentes setores da existência, diversas sociedades secretas foram sendo formadas no seio das igrejas para que esses rituais pudessem ser mantidos e assim continuar existindo e sendo praticado longe do conhecimento público.



A evolução é algo que não pode ser evitada, ainda que possa ser retardada. Se hoje evoluímos de maneira a não aceitar mais a existência de um coliseo e eventos mortíferos como conceito de "ócio" e "divertimento", a energia por esse gerada, foi aos poucos sendo substituída pelas corridas de Bigas e cavalos, os jogos olímpicos que honrravam os "deuses" e hoje em dia também evoluiu e se tornou um pouco mais refinada e é obitda através das competições esportivas, grandes estádios com pessoas reunidas "sofrendo" e ou "vibrando" (gerando energia) pelo seu "time", atleta ou seu "artista favorito".

Se hoje nosso intelecto permite a alguns de nós compreender a diferenças entre Mitos e Verdades, isso não é garantia de que saibamos o que realmente acontece por detrás das portas dessas instituições.





E o que hoje sabemos através de centenas de diferentes fontes de informação, a respeito do que realmente acontece atrás das portas do vaticano é bem diferente do que "pregam" seus membros e esperam que façam os seus fiéis. Todo o Luxo e Pompa em que vivem os membros dessa Igreja decorada com todo o ouro saqueado de todos os povos do planeta terra durante sua emergente história, bastaria como contradição visível para que qualquer pessoa em sã consciência não tivesse o desejo de com eles "comungar" ou ir até "deus".

Muito além do que pode sonhar a nossa imaginação e graças ao depoimento de ex sacerdotes, ex vítimas de pedofília entre outras centenas de sobreviventes que "abriram a boca", hoje sabemos que a cúpula da Igreja católica romana não é exatamente um exemplo de "cristianismo" e pior do que isso é ela própria sustentadoras de diferentes facções de sacerdotes que praticam Voodoo, magia negra, pedofilía, sacrifício de crianças e animais, sacrifícios de seres humanos em rituais que são cumpridos nos mínimos detalhes de maneira idêntica ao que acontecia nos tempos de Ouro de Babilônia, Egito, Grécia e Roma. Em verdade as coisas mudaram bem pouco na ponta da pirâmide dessas elites e instituições desde 6 mil anos para cá. Os membros ativos dessas igrejas muitas vezes sabem disso e simplesmente fecham os olhos, toleram como quem "perdoa".

Eles continuam nos vendo como massa de manobra ou "gado humano" enquanto cada vez menos pessoas entre nós, quer fazer parte da base de sustentação social pirâmidal criada e mantida por eles as custas de nossos medos e CRENÇAS. Não fosse o poder dos dogmas, que nos impedem de questionar e fazer perguntas correndo o risco de "excomunhão", possívelmente hoje em dia já não precisaríamos de "religiões" para compreender Deus.

O desaparecimento de crianças e pessoas, que em determinadas épocas se tornam como uma epidemia viral, com direito a publicidade em caixas de leite e campanhas em novelas é parte visceral dessa conspiração que existe dentro da Igreja Católica.

Hoje o poder através da religão, está dissolvido entre as Corporações Neo-Evangélicas, que herdaram o rebanho de "ovelhas desgarradas" perdido pela Igreja Católica Romana devida as colossais patifarias, contradições e mentiras sustentadas (sem contar os genocídios). Porém ambas e todas ainda usam como "documento" de prova a respeito de suas verdades a Bíblia com o "Velho" e o "Novo" Testamento e suas infinitas interpretações. Um livro que ao longo do tempo foi mais que traduzido, adulterado, onde dentro diversas histórias que incluem incesto e pedofilia, são interpretadas e aceitas como a "palavra de deus".

Cada vez mais pessoas estão surgindo, ainda que sem a devida atenção das grandes mídias, nos dando detalhes escaborsos do que acontece a nível ritualístico no seio e nas Elites dessas grandes instituições. É interessante que as mesmas coisas que revelamos aqui que acontecem com os "papas" e "bispos", também acontece com os representantes de outras religiões. Não faz muito tempo, centenas de pessoas que eram membros de um centro de hare-krishnas começaram a delatar e falar sobre anos de abuso sexual dentro da Seita e da maneira sutil que esses começavam e enfim aconteciam. Já abordamos aqui no blog a Pessoa de Sai Baba tido por muito como um "Semi-Deus", mas que quando pesquisado se revela um verdadeiro doente mental. Até mesmo na filosofia artística medicinal do Yoga, volta e meia surgem "mestres" ou filhos de mestres, que com o tempo e a intimidade vão se tornando ASSEDIADORES de seus "alunos" e seguidores e através de chantagem emocional e lavagem cerebral são capazes de conseguir desses o que querem.

Levando-se em consideração os trabalhos que são necessários para que os indivíduos da grande massa evoluam e a maneira respeitosa que os Gnósticos tem quando se referem ao anjo Lúcifer, levando-se em consideração a visão do ocultismo a respeito do verdadeiro trabalho desse Anjo Caído e todas as alterações e falsificações que sofreram os distintos textos sagrados para atender as vontades e pretensões históricas da Igreja Católica Cristiana Paulinista, que é a que impera ainda hoje, considero, que a demência dos senhores clérigos da Igreja católica atual, que desde a Era Babilônica insiste em ser a mesma, deve surpreender até mesmo essas entidades astrais mal reconhecidas e mal interpretadas numa visão maniqueísta e pouco holística da realidade e da história.

Até a Próxima Amiguinhos!!!
Vale lembrar que o irmão do Atual Papa Joseph Hatzinger ou Bento XVI, foi comprovado como pedófilo sem que esse tomasse nenhuma providência e desastrosamente desse delcarações na impensa justificando a existência da pedofilia nos tempos antigos, dando a entender que a sociedade de hoje é que é pouco compreensiva e que tudo isso é "normal".


Por detrás dessas denúncias sobre pedofilías que surgem aqui e ali, se pode tecer uma teia conectando os pontos que nos permitem encontrar os rituais secretos e sagrados que vem acontecendo desde a queda de Babilônia até os nossos dias. Através do medo da morte, da coação, da promoção da mentalidade de grupo e rebanho pregado por essas estruturas religiosas, pouco a pouco os indivíduos vão se anulando e deixando que essas estruturas as dominem.

Ao mesmo tempo surge uma luz no Fim do túnel quando vemos que a cada ano o número de denúncias a respeito da pedofília nas igrejas, aumenta.

Talvez eu e você que está lendo não iremos estar vivos ou nesses planos para ver, mas se aproxima o dia e a Era em que nosso planeta e nossa raça humana, existirá sem religiões e sem Monarquias.

"Conheçam a Verdade e Ela Vos fará Livre".

Que Deus Abeçoe a Todos

Namastê

Ruy Mendes - Novembro 2012

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Magos Negros da Nossa Era

Aleister Crowley: O Homem Mais Malígno do Mundo:

Hoje apresentamos o 1º capítulo de uma extensa série de documentários que fala sobre os Illuminatis, as Elites reais e seus rituais secretos. Os estudos da demonología e personagens do presente e do passado, que evidenciam e comprovam pesquisas que apontam através da lógica histórica e fatos pertinentes, quem seriam os verdadeiros controladores do planeta Terra e de nosso atual sistema e como isso seria possível, através da popularização da prática do Satanismo entre esses seres que compõem as Elites mais ricas e influentes de todos os tempos.

O livro que provavelmente deve ser o mais famoso do mundo, a Bíblia, em "Apocalipse 13:17,18" e em "Revelações 14;9-11;19:20" fala sobre o número 666 ser o "número do Diabo" e que no "final dos tempos", todos estariam involucrados por esse número, praticando "adoração ao capeta", ainda que não soubessem como ou negassem através de suas "religiões" e "costumes". Ainda que se auto-afirmassem e acreditassem em si mesmo como: "Seguidores do cristo", seguidores da "ciência" ou simplesmente "céticos".









Não seria o simples sistema de crenças deles que os igualaria e iguala em "fé" e "adoração", mas pura e simplesmente suas atitudes e hábitos CONSUMISTAS. A nossa mais forte "religião".






O fato interessante é que os códigos de barras que organizam e selecionam todos os produtos de compra e venda em nosso planeta, tem em sua estrutura o número 666 registrado. 


Outro dado que deve ser considerado é o fato de esse mesmo número ser maquiado através de antigos diferentes alfabetos e assim introduzidos em nossa cultura como simples "palavras".






Qualquer estudioso da cultura judáica sabe e pode confirmar que o Alfabeto Hebráico (assim como sânscrito) se diferencia dos outros pelo fato de que suas letras possuem sons característicos que também possuem valores numéricos e dessa forma estão recheados de possibilidades em termos de geometria sagrada e conexões dimensionais.


Realmente se você começa a buscar, confirma que o "666" se encontra impregnado em toda nossa cultura e realidade material física, seja através do sistema de moedas dos quais "dependemos para sobreviver", seja atráves da arquitetura, através da música ou da numerologia própriamente dita. Segundo alguns estudos e a própria numerologia kabalística, o "6" é um número que trata e representa a "imperfeição".

Levando-se em consideração a literatura e a história sobre a "queda ou expulsão dos Anjos" das esferas superiores e os sentimentos de "Ciúmes" e "inveja" que moveram Lúcifer a comandar uma "rebelião", seria natural que o número "6" repetido 3 vezes, signifique justamente o triunfar da imperfeição, o "piratear da realidade", o "êxito da Mentira" sendo interpretada e aceita por todos como "A Verdade", uma vez que o sonho desse "anjo caído" a nível simbólico seria o de "se igualar" ao criador e fazer com que os homens o adorassem como naturalmente "adoram" a Deus por terem sido criados.

E o fato é que: Milênios após ter sido escrito o famoso livro, esse número é mundialmente conhecido pela maioria das pessoas como o "Número da Besta". Não bastando essa "afirmações bíblícas", temos em nosso século bandas de Heavy Metal e outras "culturas de raízes satanistas" que seduzem os jovens, trataram e ainda tratam de popularizar esse número em suas obras e canções, lotando estádios com centos de milhares de pessoas para "cantar" e "VIBRAR" em shows e concertos.
Desses Pseudo-Idolos da indústria cultural e fonográfica, existe um personagem enigmático, cativante e carismático, que esteve infiltrado no âmago dessas Elites inglesas no início do século XX.

Seu nome é Eduard Alexander Crowley e entrou para o hall da fama mundial simplesmente como: 

Aleister Crowley.

Cultuado por uma geração de "Neo-Satanista", "Idolos do Rock", "pseudo-intelectuais", "hippyes", "youpyes", "ananauês", "Fricks", e também por maçons, estudiosos esoteristas, ocultistas e adeptos do "underground espírita", Crowley é lido, buscado e citado até hoje quando o assunto é "Magia Negra", "satanismo", posessão demoníaca, Invocação de espíritos e coisas do genêro.


Também era conhecido como "A Grande Besta" ou Frater Perdurabo" entre outros nomes e codinomes que os Adeptos Iniciados usam para referir-se a Ele.

Apesar de ter nascido na segunda metade do século XIX e ter morrido na primeira metade do Século XX, Crowley foi uma das "figuras mais Pop" de nossos tempos, com direito a ser eternizado na fotografia da capa do famoso e legendário disco dos Beatles: "Sargent Pepers Lonely Heart Clubs Band".

Eu não estudei a fundo a obra de Crowley, mas pesquisei o suficiente para entender sua influência na cultura de nosso século e sua presença decisiva através do ensinamento de rituais que tem a missão de invocar seres e entidades do inframundo. Podemos dizer que a maior parte da cultura do século XX, entre essas a criação e o "culto das Bandas de Rock", Idolatria de "Idolos" e seus derivados, podem perfeitamente ter sido desenhada por Crowley e pelos espíritos por ele invocados, a pedido de seus seguidores e clientes elitistas da aristocracia, na intenção de dominar e controlar o mundo desde os planos mentais dos jovens, afastando esses do contacto consigo mesmo, da busca por Deus, da compreensão do Universo, trocando tudo isso por uma cultura alienante consumista que é justamente essa que temos materializada no mundo de Hoje.

Não bastando todas as evidências aqui citadas, pesquisando a Árvore Genealógica das famílias dos presidentes dos EUA, descobriremos que Crowley é Tio Avô de Bárbara Bush, Mulher do Ex Presidente, senhor da guerra, mitômano-alcoólico-cocainômano, o Americano texano, George W Bush Júnior, ou seja; "tá tudo em casa".





Existe muita informação a respeito do fato de A.C. ter frequentado a Elite inglesa e iniciado centenas de aristocratas em rituais maçonicos, satânicos através de diferentes ordens como a do "Amanhecer Dourado", "Ordos Templis Orientis" e algumas outras Mais. Como o filho de um milionário, Crowley não necessitava trabalhar e menos ainda esconder de ninguém seu gosto excêntrico por "contactar com o Diabo". Era mago ou Magista em período integral, escreveu livros e traduziu obras importantes, grandes tratados de ocultismo entre os quais um dos mais famosos de todos é a "Goetia", livro que teria sido elaborado pelo Rei Salomão e que nos apresenta uma gama de mais ou menos 75 "espíritos infernais" ou "demônios" do infra-mundo, suas características e poderes ocultos e como fazer para invocá-los e solicitar seus "préstamos de serviços" a câmbio muitas vezes da própria Alma.






No planeta Terra e principalmente no seio dessas Elites reais, Quando o assunto é "poder" realmente vale tudo. E não seria exagero afirmar que mais de 90 por cento dos governos dos países de nosso planeta, principalmente nas Monarquias, fizeram ou ainda fazem "pactos satânicos" para destruir seus "Inimigos" e se manterem no poder.





Quando eles em pessoa não o fazem, seguramente os "banqueiros" e "empresários" que patrocinam suas campanhas, realizam esses rituais e pactos para que os objetivos sejam atingidos e mantidos. Assim como artistas da música, apresentadores de televisão e outros reféns do luxo, poder, fama e toda a babaquice que colonizou os nossos cérebros.

Importante lembrar que, a partir do momento em que, uma família do planeta terra se auto-intitula "eleita por deus" para governar os Homens e os Povos e esses deixam de ser cidadãos e aceitam ser seus "súditos", as pessoas que discordam disso passam a ser os "grandes Inimigos" do poder do Status Quo. E dessa forma milhares de médiuns, estudiosos e pesquisadores foram enviados a fogueira ou simplesmente "mortos", assassinados em diferentes épocas para que as coisas pudessem ser para sempre como ainda são, ou  Seja, Menos de 1 por cento do mundo controlando e tendo poder sobre a vida e sobre a morte de 99 por cento (não por muito tempo se algumas profecias se cumprirem).



No Brasil esses rituais não são feitos com a sofisticação ritualística tradicionalista mantida no velho mundo, mas também acontecem, sendo realizados por espécies de "pais-de-santo" que como médiuns conectores desses espíritos, muitas vezes orientam as oferendas, o sacrifício de centenas de animais ou até mesmo sacrifícios humanos, para que essas entidades realizem os desejos daqueles que as procuram.


Podemos afirmar que em nosso país, Brasil, a maioria, ou quase que a totalidade dos políticos, de simples deputados a senadores e presidentes, não chegou no poder e lá se manteve sem a ajuda ou pelo menos uma visita a um "terreiro" e uma oferenda aos "orixás".




No Brasil, o maior exemplo é o folclórico e Imortal da ABL, "eterno presidente da Câmara" (e coronel das "capitanias hereditárias" do Maranhão e de Todo o Brasil) José Sarney, devoto e cliente assíduo do famoso e respeitado mundialmente, pai de santo chamado: "Bita do Barão".


O estado de São Paulo há mais de uma década é governado por membros da Maçonaria e outras sociedades secretas, como a Católica Opus Dei, que apesar de "cristã" é involucrada até os ossos com rituais de satanismo (assim como toda a cúpula da Igreja Católica e a maioria das Igrejas Evangélicas) Que promovem a mutilação do próprio corpo como forma de penitência para "adorar a Deus".

Isso não quer dizer que todos os "políticos" e "celebridades", assim como todas as religiões afro-espíritas, matem e "sacrifiquem" animais para realizar oferendas aos seus espíritos ou façam "pactos com o demônio" para lograr seus planos. Mas não é necessário ser muito inteligente para analizar e perceber que, mesmo com todos os escândalos de "corrupção" na política, por detrás da "indestrutível" carreira de certos políticos como "Sarney", só pode haver algo de "sobrenatural" e muito forte.



Bita do Barão dando Entrevista a TV Globo
Certa feita, num encontro na cidade onde vivo, com um quase famoso e hiper-narciso-vaidoso apresentador de TV do Brasil, que como muitos é adepto da magia negra e com quem mantive contacto durante algum tempo, escutei histórias inacreditáveis sobre o que os políticos de Brasília gastam de dinheiro e são capazes de fazer em termos de rituais de sacrifícios de animais, para atingirem seus objetivos profissionais, afastarem inimigos e saciarem sua sede de poder. A ponto de, em uma única noite de ritual, mais de 300 vacas, bodes e bezerros, serem sacrificados enquanto centenas de tambores, litros de cachaça e toneladas de flôres, são tocados, consumidos e oferecidos aos "Espíritos Assessores" que aceitam missões em trabalhos em troca de adoração e "venda de almas".




A mais recente declaração sobre a prática de satanismo feita por políticos, foi  da Ex 1ª Dama Rosanne Collor que num famoso periódico jornalístico da TV Brasileira, afirmou e contou histórias sobre os rituais e oferendas realizadas por seu marido, que chegou a presidência da república, la esteve por 2 anos e depois foi derrubado, praticamente sem direito a defesa, através de um impeachment gerenciado pelas mesmas oligarquias midiáticas que o catapultaram e assim conquistaram seu mandato.

Mas voltando ao Aleister Crowley, apesar de ter se Auto-intitulado como "A Besta" ou o "Homem Mais Maligno do Mundo", não é so de "satanismo" que trata sua Vida e Obra.

A. Crowley também foi ensaísta, novelista e poeta, tendo escrito mais de 80 obras que tratam de magia, kaballah, esoterismo e yoga. (Assim como Sarney é e sempre será um "Imortal da Academia Brasileira de Letras). Podemos dizer que foi um "psicógrafo" uma vez que afirma ter escrito alguns de seus livros com auxílio de certas entidades do infra-mundo, ditados por espíritos que foram por ele invocados ou que o procuravam para a criação de tais obras e o compartilhamento de certas informações.






Mais além do "cultuado Ocultista" e "Mago Negro", A.C. foi alpinista, esportista praticante de ciclismo, um grande viajante que residiu em dezenas de diferentes países e que explorava todos os cantos do mundo, se aventurando por esse e suas culturas em busca de mais e mais informações.





Sem os conhecimentos de Aleister Crowley é possível que a Obra Cult "O Mágico de Oz", jamais tivesse exisitido ou sido criada com a perfeição que hoje, mais de um século depois podemos constatar no que trata de imersão de símbolos ocultos e satanista como forma de doutrinar subliminarmente os planos psíquicos de toda uma geração infantil. Dizem ter sido de Crowley também a invenção da técnica de maquiar versos em letras de músicas, que quando tocadas inversamente, guardam e revelam "mantras satânicos" que são captados por nossos planos inconscientes e neles gravados.






Cena do Mágico de Oz:
"Professor Marvel - Aclamado Pelas Cabeças Coroadas da Europa"
(Para bom entendedor, meia palavra basta)
Alguns estudiosos afirmam que o personagem do filme "professor Marvel, que é o mesmo ator que faz O próprio "Mágico de Oz" é uma homenagem a Crowley. O filme mesmo parece ter sido baseado numa Obra dele chamada "Liber Oz", que foi ditada por um espírito e serviu de alicerce para construir todas as bases da linguagem cinematográfica Hollywoodiana" que temos hoje e que forma a maior parte de nossas referências sobre o que é "realidade". Tanto Liber OZ, como "O Livro da Lei", onde consta "os direitos sagrados de Thelema", foram altamente influentes e decisivas na obra de vários artistas e bandas, entre elas: Led Zepelin, Deep Purple, o Artista Ozzy Ousborne e centenas de muitos outros. 

Apesar de Jimmy page e Robert Plant Negarem, a famosa Música "Stairway to Heaven", parece contar a história de um desses rituais feito por essas bandas e artistas que "vendem a alma" em troca do "estrelato". Interessante reparar que a maioria dessas bandas acabam tendo algum de seus integrantes mortos em acidentes, casos de overdose, suicídios, quase sempre aos "27 anos de Idade".








Raul Seixas e Paulo Coelho -
Artistas que Praticaram Rituais Satânicos
No Brasil, a influência de Crowley nas Obras do Saudado Rockeiro Raul Seixas e seu ex parceiro de composições, (o hoje famoso escritor, patrocinado e também "queridinho" dos Illuminatis e da fraternidade da Serpente), Paulo Coelho, foi marcante e decisiva para o sucesso de ambos.

Há quem afirme que, depois de se tornarem "amigos íntimos" e estudiosos praticantes desses rituais, um "incorporou a Alma do outro".

Quem conhece a história de ambos sabe que Ao se conhecerem, Paulo Coelho era o "frick" que "escrevia Sobre Ovnis", Enquanto Raul Seixas o Executivo de Uma corporação fonográfica, de pasta 007, paletó e gravata. Menos de 4 anos depois, ambos inverteram totalmente esses papéis.



É difícil para a maioria das pessoas compreender o satanismo fora da ótica caricata e estereotipada criada e popularizada por Hollywood e seus agentes desinformadores.

A cultura dos filmes de grandes bilheterias e orçamentos nababescos astronômicos, foi justamente criada para confundir ficção com realidade e padronizar a reação das pessoas quando essas entrassem em contatos com novos (ou velhos) conhecimentos, de maneira que a Verdade, antes de ser acessada, reconhecida e compreendida, pudesse ser sempre ridicularizada e "charlatanizada". 

De fato em nossa atual cultura, a Verdade é tudo aquilo que as pessoas jamais acreditam. 


Basta ver a cara que um "cidadão comum" imerso na cultura popular, desses que eu costumo chamar de "cordeiro-pró-matrix" (e que não consegue crer nem buscar conhecer, nada que não tenha sido oficialmente declarado pela "ciência oficial" como "real"), faz quando se toca no assunto "espiritualidade", "pacto com o diabo e etc".

As reações são automáticas e previsíveis, a falta de curisoidade e desprestígio pelos temas inegáveis e a total ignorância sobre o assunto, irrelevante na hora de formar e afirmar "opiniões".

O documentário "A Chegada" é um extenso trabalho divididos em vídeos informativos que se compartem em 35 espisódios, que estaremos aos poucos apresentando aqui no blog, mas que pode ser acessado por vocês no excelente canal "SpiritTVOnline" do Youtube a qualquer momento.

Através dessa obra, que não é perfeita mas tem muita informação relevante e séria para se compreender como o mundo é controlado e a raça humana manipulada,  poderemos entender mais e melhor sobre a história do mundo e a grande Verdade sobre os processos de Magia, hipnose massiva através de culturas e religiões, escravidão e controle da raça humana através de rituais e diferentes formas de cerimônias satânicas, maquiadas por detrás das religiões oficiais, da cultura cinematográfica de publicidade, folclore e entretenimento.

Que Deus Abençoe a todos.

Que Deus Abençoe os Satanistas e Aleister Crowley - "O Homem Mais maligno do Mundo."

Namastê

Ruy Mendes

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Para-pandemia Evolutiva e Para-psicose Pós-Dessomática

O que tem um nome a princípio "complicado", para médiuns, evoluciólogos, projeciológos e conscienciólogos é um FATO normal.

Muito maior que os grandes problemas que assolam o planeta Terra como a "fome", a "guerra" (que em verdade não são bem "problemas" mas "negócios" altamente lucrativos), a desinformação, o sistema capitalista, a manipulação e todas as outras variantes das MENTIRAS que doutrinam as mentes dos seres encarnados do planeta é o que passa nas partes astrais que compõem o orbe terrestre e que nos estudos de bionergética e Evoluciología chamamos também de: "Para-Realidade" ou "Realidade Extra-Física". 






Como a maioria dos leitores desse blog já sabem, o ser humano não é apenas um "corpo físico" como tenta em vão afirmar nossa "medicina oficial científica".

No texto de hoje, usarei termos peculiares para familiarizar o leitor com os conceitos científicos a respeito da realidade vibracional energética que compõem a integralidade dos seres humanos encarnados e desencarnados.

Chamarei o nosso corpo físico de:  "Soma", e nossos corpos energéticos de "Energo-Soma", "Psico-Soma" e "Mental-Soma", considerando que:

Energosoma é o corpo energético responsável pela energía anímica de nosso corpo físico, onde trabalha o nosso sistema de chacras e pode ser visto através dos processos de clarividência como uma "neblina" de cor mais ou menos branca ao redor do corpo físico, antes de dar corpo as auras.

O Psico-soma seria o corpo criado por nossos agregados mentais em uma determinada vida específica aqui e agora.

Mental-Soma seria a totalidade de todas as nossas cargas energéticas intelectuais e espirituais puras, que se acumulam ao longo de todas as nossas existências na matéria ou simplesmente "encarnações".

Cada dimensão mais além da matéria pode ser acessada através desses corpos. 

Quanto mais sutil for a nossa energia e melhor for a nossa capacidade de sair do corpo físico de maneira lúcida (EFC - "Experiência fora do Corpo" e "Projeção/Viagem Astral"), melhores acessos teremos a essas dimensões mais sutis que podemos acessar inclusive encarnados, através da "Projeção Astral" enquanto o corpo físico descansa.

Todos nós passamos por esse processo todas as noites, porém devido a uma dieta física pesada, a uma cultura noturna de "diversão" auto-destrutiva, ao encarcelamento mental através de determinados padrões de crenças, dietas energéticas tóxicas com pensamentos negativos, medos e outras formas de vibração, a maioria de nós permanece em "estados comatosos" de sensibilidade e percepção durante esse processo, tendo como referência apenas alguns "flashes" daquilo que as vezes erroneamente chamamos "sonhos", que são de diferentes tipos e podem ter diferentes estados de lucidez.

A Nível vibracional esses corpos vão do mais denso, temporal e físico ("Soma") até o mais vibrátil, atemporal e energético em escala progressiva ("Energosoma", Psico-Soma" e "Mental-Soma").


Sabemos que o corpo físico ("Soma") é finito e perene em função da linha do tempo na qual estamos "encarcerados" numa dimensão tridimensional que é essa realidade que habitamos. Por outro lado, também sabemos e já pudemos experimentar que o Energosoma e Psico-soma também sofrem a "dessoma" (morte) ainda que em uma sequência de tempo e espaço diferente dessa 3ª dimensão que co-habitamos. A princípio e segundo as pesquisas feitas até hoje, O mental Soma seria "eterno" e "imorrível".

Quando um corpo físico dessoma ou morre, se ele não tem informação a respeito dessas realidades vibracionais e principalmente se teve uma cultura de conhecimento "religiosa" ou ateísta niilista, existem grandes probabilidades de que essa pessoa permaneça na realidade energosômica de seus corpos habitando as mesmas dimensões que habitava com o o corpo físico que acaba de morrer, com a crença de que "ainda vive".

Imaginem pessoas que ha muitas gerações foram ensinadas que "com a morte o ser humano acaba" e que possuem essa informação registrada em seus cérebros e energías. Quando elas "morrem" ou quando morrem seus corpos físicos, elas muitas vezes não se dão conta de que o processo de dessoma do corpo físico aconteceu, pois continuam existindo, pensando, realizando os mesmos hábitos, rotinas e tarefas que realizavam quando "vivos" e habitando as mesmas frequências de realidade material que as ensinou que: "Com a morte tudo se acaba". 


Uma vez que o padrão de crenças é o então estabelecido, esses seres não percebem ou não aceitam a própria "morte" pois para elas "com a morte tudo deveria ter acabado" e elas ainda estão se percebendo e sentindo o que tem como conceito de "realidade".

Ainda que já habitem a "Para-realidade" ou parte astral etérea, seus corpos (energosômico, psicosômico e mentalsômico) de fato ainda existem a imagem e semelhança do corpo físico que "dessomou" e assim, elas constatam através da própria sensibilidade que "não acabaram", portanto acreditam que não podem ter "morrido" e seguem assim existindo através do energosoma e os outros corpos, muitas vezes percebendo que "existe algo de diferente" em sua forma de existir, parecido como quando estamos com febre muito alta e não sabemos definir direito o que é a realidade e o que são as imagens dos estados de delírios provocados pela febre.

Quando isso acontece (e em nosso planeta acontece há mais de 6 mil anos) cria-se um "trânsito de espíritos" no orbe terrestre e nas frequência de realidade energética que esses energosomas habitam e se mesclam com os nossos planos, uma vez que eles não percebem que estão em outros corpos mais sutís e em outras faixas de frequência, que não são materiais-denso-físicas.

Enquanto essas pessoas dessomadas não pedem ajuda, esclarecimento ou buscam orientação e conhecimento para compreender o que está acontecendo, continuam a existir na realidade material, geralmente pela lei de atração, livre-arbítrio e sintonia, realizando as mesmas tarefas, conectados aos mesmos lugares geográficos, tendo as mesmas adiccções que tinham quando vivas e se aproximando dos corpos físicos daquelas pessoas que ainda vivem no soma e simpatizam energéticamente, através desses obtendo as mesmas sensações energéticas vibratórias que as faziam "felizes" ou davam "prazer" quando não haviam "morrido".

Os espíritas, médiuns e ocultistas chama esse processo de "Assédio" ou ainda de "obsessão" que em palavras simples é quando: Um Espírito dessomado se aproxima de pessoas encarnadas para assediá-lo ou através do corpo dessas obter sensações energéticas que só pode realizar através de um corpo somático. Uma vez que o seu corpo morreu e a pessoa permanece existindo através do Energosoma, faz isso através do corpo somático de outras pessoas.

Da mesma maneira que temos entidades vibratórias presas e limitadas aos seus próprios energosomas e que do ponto de vista vibratório podem realizar o trabalho de "Assediar" energéticamente outros corpos e pessoas, existem também seres que chamamos de "Amparadores Evoluídos" que são justamente o seres que tanto extra quanto intrafísicamente (desencarnado ou encarnado) realizam o trabalho de esclarecimento a respeito dessas realidades e orientam esses seres sobre o fato de que morreram e já não tem mais um corpo físico e etc.


Porém, segundo a Lei do Lívre Arbítrio, esses seres amparadores não podem nos forçar a evoluir e por isso graças a essa lei, temos nos orbes vibratórios mais sutis do planeta terra uma verdadeira Pândemia Evolutiva, causada por seres Para-psícóticos Pós-dessomáticos ou em palavras Simples:

Pessoas que acabaram de morrer e não querem realizar esse processo de consciência a respeito da própria morte ou enfim seguir um processo evolutivo.

Temos 3 vezes mais seres desencarnados no orbe terrestre do que na parte física material ou na linha do tempo-espaço que é essa que agora aqui estamos.

Ou seja, se hoje somos 7 bilhões de pessoas encarnadas no planeta terra, temos uma média de 21 bilhões (alguns evoluciólogos e estudiosos afirmam ser mais) de seres na parte vibratória ou "espaço-tempo".

Uma pequena parte desses 21 bilhões que estão flutuando no orbe terrestre, são seres intrafísicos, ou seja, pessoas que possuem corpos somáticos e que estão na cama dormindo e estão projetadas fora do Soma ("sonhando"), com ou sem consciência a respeito disso. Outro parte são pessoas-seres-entidades "Extrafísicas", ou seja, que não possuem corpos físicos e habitam tanto essa como outras dimensões e na maioria das vezes sabem que dessomaram (morreram) e que seu corpo físico passou pelo processo de desoma ou "morte". 

A grande parte restante trata-se justamente desses seres que não tem consciência nem conhecimentos a respeito da vida fora da matéria

Esses seres vagam entre o éter e a realidade material, atraídos por energias que lhes davam "prazer" ou que estiveram vinculados durante a vida terrena, até que decidam compreender o que está acontecendo.

Com o número de pessoas que desencarnaram precocemente em guerras e outras formas de eventos que geram mortes prematuras, faz alguns milênios que, nosso orbe terrestre está recheado de seres identificados com vidas que tiveram há muito tempo atrás e assim não podem reencarnar. Se tornam "Psicóticos" ou melhor dizendo "Para-psicóticos" e geram um trabalho enorme tanto para amparadores extrafísicos que tem a missão de orientá-los, como para aqueles seres encarnados que decidem "vampirizar" energéticamente.



Pessoas alcoólatras, droga-adictas, obsessionadas ou com idéias fixas a respeito de diferentes formas de sensação e padrões de crença que as mantém vivendo num ciclo de "prazer" e "dor", "Euforia" e "Ressaca", são as que mais atraem esse tipo de "zumbi-etéreo" dando morada para esses em seus planos áuricos-enerégitcos e corpos somáticos. O vínculo energético é criado, entre outras afinidades, através das substâncias que ambos os seres, encarnados e desencarnados "simpatizam" e se permitem vibrar reforçados pelas Leis de Atração, Sintonia e Karma.

Muitos dos processos de sofrimento que vivemos em nossa atual encarnação, podem ter origem tanto aqui na realidade material em outros pontos da linha do tempo ou "passado", e também nesses planos vibratórios que habitamos entre uma encarnação e outra.

Pessoas que se agrediram, se odiaram, se mataram ou se feriram em uma determinada existência, quando não conseguem perdoar umas as outras, provavelmente encarnarão em uma nova vida como "familiares" para que se amem e aprendam a perdoar, sem a consciência e conhecimento a respeito do que passou. Essa "Amnésia" temporária entre uma vida e outra, ainda que possa ser resgatada em hipnose regressiva é fundamental para que os reparos e sanações de traumas no mental soma sejam eficazes e se tornem livres de energias como o medo e a culpa.



A suprema inteligência e perfeição da Lei do karma permite assim que esses traumas e "feridas energéticas" que se acumulam no mental-soma sejam então sanadas através de faixas vibratórias como o Amor, o perdão e a Confiança, que as pessoas devem acessar e desevolver a cada nova oportunidade ou nova vida.









Devido ao processo de DESINFORMAÇÃO propagado por RELIGIÕES, sistemas políticos, científicos, acadêmicos e outras formas de realidade que fragmentaram nossas essências, aprisionaram nossa percepção de si mesmo e contribuíram para a queda dimensional da raça humana na ignorância e densidade material limitada que hoje habitamos, existe em nossos planos etéreos uma verdadeira massa coletiva de seres para-enfermos e para-psícóticos que por questões de "crenças" e bioenergías, se recusam a desenvolver ou impedem a própria evolução após a morte, criando o que chamamos nesse post de "Para-pândemia Evolutiva" e que hoje acontece não só no orbe terrestre com seres extrafísicos mas também na parte material densa (nossa realidade física) com seres intrafísicos ou encarnados, devido a cultura que modela seus sistemas psíquicos e percepção de si mesmo.

Muito mais do que a simples "ignorância" dos homens ou a "maldade" contida dentro deles, Essa realidade cria e reforça a desarmonia e o desbalaceamento energético não apenas deles, mas de todo o nosso sistema solar da mesma forma que células cancerígenas, afetam células saudáveis no corpo humano físico desde um determinado órgão até a "Metástase". Como resultado disso, temos essa "realidade" onde vivemos e compartimos, que através de nossas vibrações vamos perpetuando e permitindo que ela vá sendo materializada em nossos planos através das Guerras, Fome, Miséria, classes sociais, ditaduras e outras realidades que são geradas por essas energias enfermas e se materializam em nossas realidades dessas formas.



Para sanar esse processo de enfermidade evolutiva e psicose dessomática é necessário que cada pessoa deseje compreender a Verdade. Não através de "escolas" ou outras estruturas que sustentam a Grande Mentira Chamada "sistema", nem a Verdade filosófica utópica, discutida pelas mentes doutrinadas dos "intelectuais da Academia", mas sim a Verdade sobre a evolução dos seres que "morrem", a Verdade de nossos sistemas vibratórios, a multiplicidade de mundos e dimensões habitáveis, a Verdade sobre as diferentes possibilidades de se obter conhecimento através do contato consigo mesmo, olhando para dentro ao invés de buscar fora, A Verdade enquanto plano de existência material habitável, que todavia não é a parte integral de nossos Somas, mas pode ser acessada por eles através de nossos planos internos mentais que nos conectam com os outros corpos "Psicoso-mático" e "Mental-Somático".



Se você começar a perguntar as pessoas que conhece em seu bairro, escola ou cidade se elas "já viram" seus próprios corpos dormindo na cama, se já acordaram e não conseguiam mover o corpo, se já tiveram experiências fora do corpo físico ou eventos e fenômenos mediúnicos em suas vidas, se surpreenderá com o número de respostas diferentes daquilo que prega a nossa vã "comunidade científica". A Grande verdade é que a maioria das pessoas já passou por algo assim ou tem alguém em sua família que está familiarizado com essas realidades e fenômenos "espirituais-extra-físicos".

Qualquer pessoa pode realizar exercícios respiratórios e de concentração que a permita desenvolver e conhecer frequências de energia que mudem seu padrão vibracional e a permitam ter clarividência, experiências fora do corpo ou viagens astrais. Todas as culturas que habitaram o planeta Terra, tem em seus registros centenas de milhares de testemunhos sobre essas realidades e possibilidades que os seres humanos tem em estados de relaxamento profundo e que em uma sociedade capitalista selvagem, são cada vez mais "estereotipados", quando não ridicularizados e exilados a pobreza intelectual de temas religiosos e "pseudo-esotéricos".

Uma vez que a pessoa compreenda que toda a realidade que a circunda é criada mais que tudo por seu padrão vibratório energético e de crenças e então sem esperar o "apoio" ou "concordância" das massas comece a praticar uma viagem dentro de si mesmo e conhecer as infinitas possibilidades que pode acessar em estados de relaxamento profundo, a sociedade começará ser tranformada, do "Império Bélico" alicerçado em mentiras que temos hoje, para um Império de Conhecimento, paz e Respeito, sem a necessidade de tantos "aparatos tecnológicos"que nos vendem maquiados de "facilidades domésticas", mas que em verdade são apenas "brinquedos" feitos para nos manipular e nos manter bem longe do contato com Nossa Realidade interna-Vibratória-Energética-Espiritual e com a Verdade.

Eu sei que os termos usados aqui hoje tornam a leitura um tanto confusa para a maioria, mas vale a pena fazer um pequeno esforço intelectual para familiarizar-se com os temas então tratados nessa postagem.

Espero que compreendam o texto, além do mero intelecto. Abram os seus Corações. Abram Seus Olhos, suas Mentes e suas células, Saiam de Seus Corpos Físicos e Despertem para a Realidade Cósmica de uma Vez Por Todas.

Vocês não são esses Corpos. Vocês são Consciência.

Que Deus Abençoe a todos.
Namastê

Ruy Mendes - Novembro 2012

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Conspiração Cristã e os Clones da Santíssima Trindade

Hoje abordaremos um assunto delicado, que mexe com o sistema de crenças que a maioria de nós seres humanos do planeta terra, está mantendo e sustentando há várias encarnações e formam os pilares da essência mental intelectual dos indivíduos, das massas e dos dogmas de controle social.

Como sabemos, a realidade e a matéria são feitas ambas de energias (tudo é energia em algum estado de vibração) e é através de nossos sistemas de crenças e administração das energias geradas por nossos pensamentos, que as elites mundiais manipulam o rebanho humano fazendo com que esse sempre aceite suas vontades e seja parte no cumprimento de suas agendas. Por isso temos uma programação televisiva, uma imprensa, indústria de entretenimentos e a maioria dos conceitos de "felicidade" baseada em consumismo, praticamente iguais no mundo todo.


Isso serve para MOLDAR o psíquismo e sensibilidade das pessoas de maneira a tornar elas cada vez mais seres "coletivos" que "individuais" lembrando que ser um Indivíduo não é ser "egoísta" mas sim CONSCIENTE.

O método de controle e manipulação mais eficiente criado e usado por essas estruturas elitistas milenares, desde a noite dos tempos até hoje, chama-se "religião", que no ocidente é um "tóten", uma "árvore" com 3 troncos básicos (cristianismo, islamismo e judaísmo) e centenas de milhares de diferentes ramos que formam todo o mosaico de culturas históricas religiosas, que propagam "dogmas", "leis" e "encíclicas" separando a ciência da magia e da espiritualidade e através desse método mantendo a humanidade perdida em suas percepções, iludida em seus parcos "conhecimentos", manejáveis em suas escolhas e mais que tudo desconectado e fora de sí mesmo.

Minha formação pessoal no âmbito moral e religioso foi cristã. Venho de uma família de católicos tradicionais do interior paulista, que ia a missa todos os domingos e rezava agradecendo a Jesus antes do almoço e do jantar. Cheguei a frequentar o catecismo sem de fato fazer a eucarístia e as duas ou tres vezes que comi óstia e comunguei foi burlando as "Leis" da Igreja, apenas para ver "que gosto tinha", aquele pequeno disco branco que o padre punha na boca dos "fiéis" e dizia ser o "corpo de cristo".

Provavelmente a maioria de minhas primas devem ter casado "virgem" e a maioria dos homens de minha família, deve ter feito rituais como o "Batismo", a "1ª comunhão", "crisma", "confissões dos pecados" na orelha de um padre que teóricamente eram perdoados a base de umas dezenas de "ave-marias", "Salve Rainhas" e "Pais Nossos que estáis no céu".

Essa era uma época em que dentro de mim não havia questionamentos, eu aceitava tudo como era, "obedecia", me adequava e sinto que, mesmo assim, fui uma criança feliz. Na adolescência, alguns questionamentos começaram a surgir como recursos naturais da evolução ante a vida. As respostas que aquela igreja dos meus tios ofereciam não me convenciam (aliás me intrigava ter de comer um "deus" em forma de óstia para "adorá-lo", inclusive ter de "adorá-lo" praticando "rituais semi-canibais simbólicos" já era algo que instintivamente, me deixava desconfortável), além de serem abruptamente contraditórias, dogmáticas e sem sentido.

Entre os 5 e 7 anos, me lembro de ter ido em alguns cultos da igreja cristã dos evangélicos quadrangulares no bairro de Diadema na perifieria de São Paulo, com os filhos da mulher que havia sido por anos a empregada doméstica de minha mãe e parte fundamental na minha educação. Confesso que gostei mais, pois havia música, os jovens tocavam e cantavam, porém não me agradava o véu que as mulheres eram obrigadas a usar, o fato de terem de sentar em fileiras separadas e a cara do pastor que pregava no púlpito, me deixava com uma sensação de "nojo" e de que ele era um "canalha".

Isso foi antes (pelo menos de eu ter consciência sobre) dessa febre evangélica que surgiu depois da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) e todo esse lance "neo-pentecostal" da "teologia da prosperidade" que transformou a fé das pessoas e a relação delas com "deus" em algo parecido com os shopping centers e os bancos.

Foi mais ou menos um pouco depois de essa época, com uns 9 ou 10 anos que conheci os Centros Espíritas Kardecistas e comecei a me familiarizar com outros estudos e teorias, modéstia a parte com respostas muito mais coerentes e convincentes, a respeito da realidade, do sentido da vida, da vida após a morte, das possibilidades de reencarnação e etc.


Ainda que eu fosse apenas um menino, essas questões já rondavam minha cabeça e me recordo de ter ficado impressionado vendo o trabalho de desobssessão e incorporação do espíritos dos mortos feitos pelos médiuns daquele centro espírita que ficava nos fundos de uma galeria, na avenida Domingos de Morais, no bairro do paraíso, onde nasci, cresci e vivi a primeira parte de minha vida.

Nessa mesma época, sem que eu percebesse bem, minha mediunidade se desenvolvia. Apesar de não "ver gente morta" nem "escutar vozes" de pessoas que por ali "não estavam", meu processo intuitivo me punha em contacto com outras frequências de realidade, através de dezenas de diferentes linguagens, que iam abrindo meu sistemas de chacras e também permitindo que durante a noite eu pudesse ter experiências lúcidas fora de meu corpo, fazendo viagens astrais, indo a outras dimensões, conhecendo e aprendendo a conectar meus amparadores e guias espirituais, assim como ir aprendendo a reconhecer meus obssessores e quais as técnicas que esses usavam (e ainda usam) para me manipular e confundir.

Não faz muito tempo, na verdade faz uns poucos anos que as informações a respeito da biografia de Jesus Cristo começaram a chegar de maneira abundante para mim e que minha mente e intuição começaram a questionar: "E se Jesus não existiu?!", gerando muito mais dúvidas do que respostas, criando muito mais questionamentos do que mantendo minha "fé cega" naquele jovem judeu socialista apocalípcito revolucionário chamado "Jesus", que dizem ter sido o maior Rabi da Galiléia e que um dia em minha pele tatuei.


Sabemos que na bíblia e nos evangelhos, relatam apenas o nascimento conturbado de Jesus e logo ele aparece com 30 anos de idade, pregando para as multidões durante os próximos 3 anos. A maioria das obras que fala da infância e adolescência de Jesus são ou psicografias mediúnicas feita por conectores nem sempre confiáveis, ou romances e fábulas que saem da imaginação de brilhantes escritores. Das inúmeras fontes de informação que se prestam a tratar sobre a vida de jesus da infância até a idade madura, época que não consta na bíblia e nos evangelhos recomendo os testemunhos do Livro de Urantia (que gosto mas não julgo 100 por cento confiável) e uma Série de alguns volumes de uns Livros chamado: "Harpas Eternas", que afirma ser uma psicografia do Espírito Essênio de Hilarião de Monte Nebo.












Hoje, levando-se em consideração todo o conhecimento de História que entrei e entro em contato, admito a possibilidade de que Esse Jovem não tenha de fato existido e todas as histórias a respeito dele sejam simbolismos, uma "fábula", mas também sei no fundo de meu coração que os ensinamentos atribuídos a ele devem ser por nós apreendidos, são em verdade os códigos e caminhos para a regeneração espiritual dos indíviduos e libertação da humanidade e por isso se repetiram em distintas eras ao longo da linha do tempo e por isso mesmo considerando a possibilidade de ele nunca ter existido, minha fé e respeito pela pessoa, estória e exemplos de Jesus Cristo, não é menor nem se abala.

Não existem provas sobre a existência de Jesus no planeta terra, mas também não existem provas de que ele não tenha existido e de que seja uma "fraude histórica", mas o fato é que, quanto mais se pesquisa, mais essa possibilidade se torna naturalmente viável devido a pouquíssima informação e as retumbantes contradições entre os evangelhos escritos em média até 100 anos depois de sua suposta existência e "morte" e sustentados até hoje pelas "Igrejas" que usam a Bíblia como método de doutrinação e ensino.

Assim sendo só me resta a frieza racional, a sede de pesquisa e o processo intuitivo para seguir buscando respostas e entrando em contacto com novas descobertas na busca pela verdade. E a Grande Verdade para a minha surpresa e para a surpresa de vocês que me lêem e desconhecem a história é que todas as grandes culturas e civilizações dos últimos 7 mil anos tem um ou vários "Messias" com nomes diferentes, porém com a  mesma história de Jesus. O grande fato é que a história de Jesus o nazareno, é um plágio, do plágio, de diversos outros plágios de deuses e messias de diferentes épocas que estão diretamente conectados através de um culto aos deuses Solares. 


Todos esses "Messias" tem praticamente a mesma história de Jesus, mudando pouca coisa entre uma história e outra. Mas basicamente, todos eles:



- Nasceram de uma Virgem
- No dia 25 de dezembro
- Tiveram 12 apóstolos
- Foram mortos e ressucitaram
- Foram visitados por 3 reis magos
- Foram perseguidos
- Foram sacrificados
- Realizaram curas e milagres
- Cuidavam dos pobres e desamparados
- Anunciavam uma "Nova-Era"
- Etc, etc e etc.

Abaixo exponho as semelhanças e fatos a respeito da história de diferentes "deuses" e "messias" adorados pela humanidade em diferentes épocas do planeta terra. Tudo aponta e colabora para concluir que todas essas fantásticas histórias sobre esses fantásticos sujeitos, que "enfrentaram os dogmas de seus tempos", "operaram milagres" que transcendiam as Leis naturais da física e da química e deixaram sua marca na linha do tempo, nos corações e cérebros das pessoas da raça humana antes de partir para a "eternidade", servem como modelo para o doutrinamento mental das massas em diferentes eras assim como para a liberdade e compreenssão dos indivíduos a respeitos dos poderes e qualidades que jazem latentes na essência espiritual de seu Ser.

Além disso, essas histórias simbolizam antigos rituais que podem ser explicados pela astrologia, como o Solstício, os eclipses lunares, os câmbios de estação, a colheita, a chegada do inverno, da primavera e etc.

A explicação mais plausível para tantas semelhanças históricas entre esses "deuses" e "messias" se encontra nas Mitologias relacionadas com o Solstício de Inverno e a conjução de algumas estrelas no céu durante essa época.



Os 12 apóstolos de Jesus curiosamente tem cada um, um signo diferente do zodíaco e seus caráteres e suas biografias representam as características energéticas desses signos com cristo ao meio, da mesma maneira que um astrólogo produz o "mapa astral" de uma pessoa em função da posíção que o sol, a lua e os planetas ocupavam no momento de seu nascimento. Para piorar e confundir ainda mais, tivemos a introdução do calendário juliano e logo o calendário gregoriano em nossas culturas, mudando completamente a relação do homem com o tempo e a história, fraudando as possíveis datas corretas em que esses eventos teriam acontecido, assim como desconectando de uma vez por todas a relação de nossas essências com o universo.

Esses calendários foram introduzidos em nossa cultura com a finalidade principal de alterar nossa percepção de si mesmo e permitir mais eficiência no processo de escravidão e manipulação de nossas raças em diferentes épocas através desses baluartes religiosos. 

Abaixo seguem os exemplos e as "possíveis semelhanças" entre a biografia de jesus e diferentes "avatares" que supostamente estiveram na Terra.

As histórias de cada um desses personagens, reforça a teoria dos "Deuses" e "Messias" serem filhos híbridos dos seres Extra terrestres que fecundaram as mulheres do planeta terra num tempo distante e que na bíblia são conhecidos como "Neflins", "Elohins" e nas culturas sumérias ficaram conhecidos como "Annunakis".

Krishna - Índia - ano 3228 antes de cristo - Um Dos Milhares de Deuses do panteão hindu Mitráico:
Nasceu da VIRGEM Devaki. Ainda que alguns pesquisadores afirmem que ele foi o  oitavo filho dela.
Uma estrela no céu do oriente sinalizava sua chegada e realizou milagres diante de seus discípulos que o adoravam. Alguns livros e alguns pesquisadores afirmam que ressucitou após a morte.








Hórus - Egíto - Ano 3000 antes de cristo - Nasceu em 25 de dezembro, de uma virgem conhecida como "Isis" que era esposa de Osíris. durante Seu nascimento uma estrela surgiu no lado leste do céu o que permitiu a Hórus receber a visita de 3 magos que seguiram a estrela. Teve uma infância diferente de outras crianças onde era reconhecido por todos como um menino "prodígio". Foi batizado aos 30 anos de idade e seu ministério durou 3 anos. Tinha 12 discípulos com os quais viajava e pregava, curava os doentes, realizava milagres e andou sobre as águas. Assim como "Jesus" também foi traído, crucificado, sepultado e ressucitou ao 3º dia.











Mitra - Deus dos Persas e dos Romanos - Ano 1200 antes de cristo. Também nasceu 25 de dezembro, de uma "virgem". praticou milagres e viveu acompanhada de seus 12 discípulos mais próximos. Foi batizada, Morreu crucificada e ressucitou no 3º dia. Diferente de Jesus, que dizem os meios oficiais "jamais deixou uma linhagem", Mitra teve um filho que se chamou Zoroastro.












Atís - Deus dos Frígios e dos Romanos - Ano 1200 antes de Cristo. 


Nasceu em 25 de dezembro, de uma virgem, foi traído, torturado, crucificado, morto e sepultado e ressuvitou ao 3º dia.



















Dionísio - Deus dos gregos - ano 500 Antes de Jesus Cristo -

Também nasceu de uma virgem, transformou água em vinho e graças a isso ficou conhecido na história romana como "Baco" o "Deus do Vinho". Foi andarilho-viajante-peregrino, ressucitou após a morte. Assim como o Nazareno, foi chamado de "Alpha e Ômega", "filho pródigo" e "Reis dos Reis".
















Budha - Século V antes de Jesus Cristo -

Começou seu ministério espiritual aos 30 anos de idade, Sua missão na terra foi profetizada desde o seu nascimento. Foi tentando pelas forças demoníacas enquanto jejuava, ensinava por meio de parábolas, inclusive uma idêntica a do "filho pródigo". Caminhou sobre as águas e operou também o milagre das multiplicação dos pães. Segundo a tradição budhista chinesa, ressucitou após a morte.












Hércules - Século II antes de Jesus Cristo -

Nasceu de uma virgem que foi fecundada por Zeus e comemorava-se seu nascimento no dia 25 de dezembro. Também enfrentava demônios e foi tentando pelas "forças do Mal". No momento de sua morte estavam presentes sua mãe e seu discípulo mais amado. Após sua morte, ressucitou e subiu aos céus.












Tamuz - Mais ou menos 3 mil anos antes de cristo -

Um dos Principais Deuses da Babilônia, foi também o Deus dos Sumérios e Fenícios - O Centro de seu Culto era Belém, uma das cidades em que dizem ter vívido Jesus. Foi Morto no campo de batalha, enterrado e depois de 3 dias deixou sua tumba com a pedra que servia de "porta" aberta.







Se você começa a pesquisar de verdade, entra em contacto com diversas informações, pesquisas de pessoas que contradizem tudo isso. Principalmente pesquisadores religiosos comprometidos com a "verdade" de suas "religiões" e "seitas".


Por outro lado, se você leu a bíblia e a maioria dos livros sagrados de diferentes religiões, prinicipalmente o Velho Testamento e o Corão, há de concordar que as informações ali registradas além de se contradizer, trabalham com uma linguagem infantil, pornográfica-incestuosa, parecendo ter sido feita justamente para manipular as pessoas de um público de mentalidade adolescente temerária, através de "medo" e "Culpa".

O tempo todo os textos desses livros sagrados trabalham com a Idolatria e não com o testemunho e a comprovação dos mesmos através de pesquisa. Não parecem se dirigir a um público de gente séria, mas sim de fanáticos ignorantes com sede de "respostas", Qualquer tipo de resposta que pareça mais ou menos convincente, ainda que não resistam a uma análize mais profunda e séria.

O que é certo é que os satanistas que comandam o Mundo desde a queda de Babilônia, trataram de travestir os cultos pagãos da Babilônia e do antigo Egito, através do atual culto cristão. Naquelas épocas, rituais que incluiam a pedofilia, sacrifícios humanos, ingestão de sangue e carne humana, prinicipalmente de rescém nascidos, auto-mutilação, penitência entre outras formas de culto e ritual, foram sendo redesenhados e maquiados por essa bateria de rituais que temos hoje sem entender a origem e a necessidade. O mais popular deles é o momento em que o "padre" da Igreja bebe vinho e come a óstia que representam o sangue e o corpo de jesus. Analizado fria e racionalmente, qual seria a necessidade de se comer, ingerir o corpo e o sangue do "filho de deus", senão o de possuí-lo?! Que tipo de energias estaria por detrás dessa atitude? Inveja, Ira, canibalismo, competição, poder, megalomania?

Talvez a verdadeira resposta para essas simples questões nos expliquem as contradições do mundo em que vivemos hoje e nos permitam entender o por que, apesar de as pessoas se julgarem "honestas" e "boas" a ordem do mundo continua a seguir o caminho oposto a realidade que deveria ser criada por que é "honesto" e "Bom". 



Em palavras simples, os cultos religiosos tem servido para manter a ordem das coisas nas mãos de quem sempre esteve e para que isso seja possível, é necessário que as massas sejam no mínimo burras e acreditem em contos pitorescos sobre a "história" que bem possa manipulá-los.

Enquanto os "fiéis" e religiosos de todas as doutrinas, não se permitirem usar o bom senso e a capacidade crítica para questionar e tentar entender: 




"O que afinal estão fazendo quando REPETEM esses ritos, dogmas e atitudes baseadas num livro cheio de contos e fábulas como é a bíblia e maioria dos "livros sagrados"(?) 

Enquanto essas pessoas não se questionarem a respeito de tudo isso, estarão comprovando que são seres manipuláveis que não merecem o respeito que exigem, de mentalidade infanto-adolescente, que uma vez que não conseguem as respostas que buscam para as perguntas que jamais fazem, querem impor sua infelicidade coletiva imersa em ignorância e fé, como modelo de conduta as massas, sempre tentando maquiar e esconder suas pequenas e grandes mentiras, ajeitadas e camufladas por detrás da conduta cristã evangélica." 

Eu pessoalmente acredito que o futuro do planeta terra a nível harmônico e histórico, assim como a felicidade do homem comum depende de um maior senso de justiça, conhecimento e sensibilidade, aliadas ao fim de toda e qualquer forma de religião. 

Para que uma nova realidade possa nascer, necessitamos abrir mão da realidade atual e das realidades antigas que querem ditar o nosso futuro, principalmente quando os alicerces dessas antigas realidades, estão erigidos em grandes contradições, mistérios e mentiras.

Realizem suas próprias pesquisas. Sejam seus próprios "Messias". Pratiquem suas próprias "religiões". Façam de seus corpos suas Igrejas e de seus intelectos e intuições, seus "evangelhos" e vossas "bíblias". Permitam que seus orgasmos sejam a Verdadeira Água Bendita a perpetuar a vida e a História no Planeta Terra.

"Conheçam a Verdade e ela vos fará Livre".

Que Deus abençoe a todos.

Namastê

Ruy mendes - Novembro 2012
Ocorreu um erro neste gadget

Visualizações de páginas da semana passada