sexta-feira, 30 de março de 2012

Medicina e Magia

Desde que tenho memórias e lembranças de quando pude ser considerado "gente", (mais ou menos a partir dos 2 anos de idade) considero que tive minha vida recheada de magia e principalmente de mediunidade.

Como todas as pessoas antes de ser um corpo, sou consciência, espírito, um ser Multidimensional entre o éter e a realidade material física, com a diferença de que graças a deus nessa encarnação, pude e estou, aos poucos deixando os estados de vibração conhecidos e definidios pela evoluciologia e projeciologia como "comatoso".

Na primeira infância em especial, quando as glândulas do sistema endócrino conhecidas como "pineal" e "hipófise", (correspondentes do chakra sahasrara e ajna em nossos sistemas sutis), ainda não estão completamente encerradas através do osso da cabeça conhecido vulgarmente como  "moleira," que leva mais ou menos 7 anos para fechar totalmente o topo do crâneo; Do ponto de vista da realidade material e astral, tinha visões, percepções e sensações, que transcendiam os cinco sentidos cerebrais que nos conectam com essa frequência de realidade que compartimos quando em estados de vigília, além dos estados de sono profundo reconhecidos através de pesadelos ou sonhos comuns.



Me lembro perfeitamente de enxergar seres humanos e não humanos na realidade astral e na realidade física. Me lembro de sentir medo e de chorar a noite vendo esses seres ao meu redor e de ter meu pai ou minha mãe entrando várias vezes no quarto e me deixando claro que não havia nada, naquela direção e local de meu quarto onde eu estava vendo aqueles seres e figuras, algumas inclusive com formas reptilianas.



Não me lembro se tinha amigos imaginários mas sentia a presença de protetores que minha cultura e educação plastificou em minha mente como "anjos da guarda". Conversava com eles e esse era um processo que se desenvolvia junto com minha conscicência e assim foi durante toda vida e é até hoje.

Muito antes de minha mãe me educar e imprimir em meu psiquísmo e em mim os valores que imprimiu, já sabia o que era correto e o que era incorreto.


Sabia quando estava "roubando" da mesma maneira que sabia quando estava "pegando algo emprestado sem avisar" ou sendo grosseiro, trangressor, deseducado, exagerado entre outras características positivas ou negativas que trouxe impressa em meu caráter e foram desenvolvidas em existências anteriores. Tinha um senso moral muito aguçado e trouxe de minha última encarnação adicções de comportamento que percebia claramente em meu processo evolutivo serem coisas do passado. Um desses defeitos era a "cleptomania". Posso dizer que até os primeiros anos de adolescência, por centenas de vezes tentei roubar de diversas formas, sempre sem sucesso, e no barulhento silêncio que habitava e habita dentro de minha mente, sempre me perguntava, "por que?"


Quando tinha mais ou menos 20 anos de idade, ainda praticava a yoga meio que como "esporte" sem pretensões maiores do que relaxar livre das drogas, e costumes que falsamente nos permitimos usar e abusar como "relaxantes", "calmantes" e etc. Não tinha idéia nem conhecimentos a respeito dos efeitos da yoga a longo prazo, não sabia muito bem como funcionava os sistemas de chakras e apesar de ter experiências fora do corpo e viagens astrais desde os 12 anos, não me aprofundava nem desenvolvia minha percepção e mediunidade de maneira consciente.



Certa feita, estava de viagem pelo litoral fluminense com um velho amigo chamado Pablo, com quem nunca mais tive contato. Iamos até uma praia deserta na região de Parati e no ônibus havíamos conhecido umas meninas, uma delas chamada Felícia. Numa das paradas de ônibus Felícia me perguntou o que eu fazia? Poderia ter dito: "Sou estudante", sou DJ, Sou Músico, Sou produtor de TV, Sou Assistente de Direção, entre inúmeras outras respostas que fariam menção as atividades profissionais que realizava, mas de maneira rápida e inconsciente e também querendo fazer graça, respondi: "Sou Alquimista".

De fato foi dessa maneira que sempre me senti. Transformando o chumbo pesado de minhas essências e existências passadas no ouro que quero ser.

Pouco menos de 10 anos depois vivi eventos de caráter revelador que me puseram em contacto com aquilo que considero A Verdade (sobre mim, sobre a raça humana e sobre o planeta terra).

Antes de conhecer, pesquisar e estudar história, me definia ideologicamente como cristão, graças as leituras que fazia, as influências espíritas e aos sinais que ia aprendendo a ler, pelos caminhos que minha intuição me levava.

Ainda que a História e as pesquisas, não comprovem a existência do Homem que ficou conhecido como Jesus de Nazaré e a bíblia, a a igreja e os evangelhos, mais nos confundam do que nos ajudem a conhecer Ele ou o "Filho do Homem", posso afirmar que dentro de mim ele existe sim e foi muito bem compreendido.

Muito mais do que um Mistério, Jesus é uma revelação. (e a isso se deve o fato de pessoas de mente fraca rapidamente cederem aos apelos de religiões e outras mentiras que se alimentam dessa granja de ignorantes sem amor próprio, conhecimentos, questionamentos, necessidade de coerência e senso crítico).

Tendo exisitido na história e no tempo espaço ou não, posso afirmar que Jesus é o ïcone de regeneração para a raça humana, para que essa possa recuperar seus dons que foram perdidos e foi também minha ponte segura para compreender os estudos de ocultismo e trilhar o caminho da medicina e da magia sem me corromper ou me permitir ser doutrinado por instituições.

Sinto orgulho e vaidade de ter feito tudo isso sem a necessidade de comprometer-me com rituais, seitas, instituições, sociedades secretas entre outras estruturas sociais coletivistas de rituais e monopolização de conhecimentos. E é disso que se trata o caráter REVELADOR CRÍSTICO onde os segredos e os conhecimentos, são revelados ao invés de escondidos e o único processo necessário para esse fênomeno é um Ato de total entrega ao coração e mais que tudo, Fé em Deus, nosso Pai cósmico e em Si Mesmo.



Num passado de alguns mil anos atrás em nosso planeta as fronteiras entre magia, medicina, ciências, química, física, alquimía, biologia, não eram definidas com o são hoje, quiça não existiam já que os homens estavam em total contacto com as Leis cósmicas e da natureza, onde tinham plenas condições de reconhecer o Deus e o conhecimento anunciado por Cristo que a Letra e o Intelecto mataram.






Todos os conhecimentos que hoje em dia são fragmentados em diciplinas especializadas e cátedras e assim foram feitos por diversos motivos, entre eles organizar nosso caminho de volta das quedas dimensionais (e para isso foi necessário dificultar o acesso e afastar o homem do conhecimento de seu verdadeiro espírito), vem de uma mesma essência que é Espírito, da mesma forma que toda matéria antes de ser definida e reconhecida por nossa mente como "matéria" é agrupamento de moléculas formadas por energias de fótons e neutrôns que vibram, deslizam e se harmonizam entre si num balé perfeito, (as moléculas não se tocam, juntam, nem se chocam para formar a matéria, mas deslizam com perfeição umas entre as outras. Quando você pega um copo, quando você pisa no chão, em verdade não está tocando, agarrando, ou enfim pisando, mas sim as moléculas de suas mãos ou pés é que estão deslizando e se mesclando com as moléculas do objetos em questão ou do chão. Se as moléculas se tocassem e chocassem haveria uma fisão nuclear, uma explosão a cada passo, abraço, ou aperto de mão. 


É a nossa mente que quando imersa nas condições de vida nas limitações da matéria, cria a ilusão de que algo está sendo tocado, pego ou de que o chão está sendo pisado por nós e nos sustentando. Essa não é em hipótese alguma a realidade integral sobre o que está acontecendo mas apenas a informação que nosso cérebro registra da experiência, ou seja, uma pequena fração de toda a realidade que está acontecendo num nível vibratório e molecular) o que faz cair por terra toda a teoria da relatividade, coincidência e casualidade.


Levando-se em consideração essa realidade vibratória e as últimas descobertas da Física Quântica (que em verdade tratam-se de conhecimentos que sempre existiram), dos Antigos conhecimentos que até pouco tempo atrás eram privilégio de apenas uns poucos e hoje se encontram disponíveis para todos. Considerando a  grande Estafa representada pela indústria farmacêutica que tem gerado e criado mais e mais enfermidades para obter lucros ao invés de curar as enfermidades já existentes, indústria essa que sustenta e patrocina a atual carreira de medicina alopática materialista que faz parte de um ramo da ciência que pode ser considerado "Aleijado" do ponto de vista integral humano, uma vez que apenas considera o corpo físico dos seres humanos, ignorando as realidades sutis é provável que estejamos vivendo na linha do tempo, um ponto de mutação que faz com que esses dois extremos do conhecimento ortodoxo (ciência e magia) voltem a se reencontrar e relacionar.

Técnicas medicinais como Yoga, fitoterapia, como Reiki, acupuntura, massagens, homeopatia, ayurveda, medicina tradicional chinesa, entre centenas de outras antigas técnicas vêem sendo resgatadas, estudadas, desenvolvidas e reintegradas a realidade médica.

Ainda que o número de ignorantes, leigos e materialistas que neguem o efeito e a Verdade sobre tais técnicas a nível terapêutico e curativo, seja grande, o fato é que cada vez mais pessoas tem buscado e se beneficiado de tais práticas e costumes. Cada vez mais médicos tem se interessado por ampliar seus curriculos com esses velhos novos conhecimentos.

Existe um movimento nas esferas espirituais que trabalha sem a necessidade de fazer guerra, contra o domínio de algumas poucas indústrias farmacêutica e do monopólio dos tratamentos de saúde em nosso planeta e esse trabalho é feito não simplesmente combatendo a indústria, mas sim minando forças dessas, diminuindo a fé de seus usuários através da influencia e criação de um novo leque de opções e conhecimentos terapêuticos e de tratamentos de saúde através de MEDICINA NATURAL.



Sem diminuir o valor das drogas e dos tratamentos da medicina convencional, a espiritualidade das pessoas e as esferas espirituais que conduzem a humanidade dos planos materiais tem ensinado essa a buscar alternativas novas de tratamentos antes de se entupir de pastilhas, ou suicidar as próprias células com tratamentos agressivos e quase sempre inúteis como "Quimioterapia". 


Cada vez mais médicos da velha guarda, tem desistido de trabalhar para o complexo industrial farmacêutico e tem buscado tratar seus pacientes com mais humanidade, amor e tratamentos alternativos que priorizam a individualidade e mais que tudo a ENERGIA singular de cada ser.

Nesse quisito, podemos incluir a magia.


Mas o que é a magia? Essa é uma resposta complexa, quiça difícil, mas básicamente a magia é um meio não ortodoxo de se obter conhecimentos, respostas e resultados.

Durante os últimos 2 mil anos os conhecimentos que possibilitam a magia foram postos fora do alcance das pessoas devido a um grande processo de ridicularização e descrença, uma vez que isso é necessário para que o sistema capitalista industrial escravizador da raça humana, possa prosperar e dar a impressão de que é um sistema "competente" e "evoluído" de gerenciamento e distribuição de riquezas.

Mas a grande verdade é que a magia tem dois caminhos, que são a magia branca e a magia negra. Essas em todos os tempos da humanidade, sempre foram as práticas através da qual as elites de nosso planeta nos controlaram e criaram todas as culturas as quais reconhecemos como "ciência" ou "Verdade". Acredite você ou não essa medicina e essa cultura que temos hoje é o resultado material social de anos de magia negra que começaram desde a Babilônia, feita por magos negros que em sua doentia obsessão buscavam dominar o mundo e hoje o dominam.






É graças a magia dos povos antigos que o Símbolo da Medicina é o Caduceu de Hermes Trimegisto, Pai e Rei de Todos os Magos brancos e Negros, Criador da Fraternidade da Serpente, herdeira mór dos conhecimentos antigos para guiar a humanidade na obscuridade de volta aos caminhos da Luz.

A tecnologia material que hoje escraviza os jovens e a sociedade de uma maneira geral e é feita para manter as pessoas longe das experiências com a espiritualidade, não deixa de ser uma forma de alta magia. As pílulas que as pessoas compram em fármacias e tomam para sanar doenças que acreditam ter, são feitas com elementos da natureza que depois vão para laboratórios e se transformam em químicas, da mesma maneira que antigos magistas preparavam poções mágicas com ingredientes da fauna e da flora.



Os dogmas da ciência para se realizar experiências e comprovar as coisas "cientificamente" são exatamente os mesmos processos dogmáticos, que sempre foram usados por alquimistas.



É o desconhcimento e a ignorância das pessoas que permite a elas acreditarem numa coisa e ridicularizarem outra a julgando impossível. E a crença no impossível é a única coisa capaz de fazer com que ele exista, assim como o oposto.

Essa medicina que conhecemos como Herdeira do juramento de Hipócrates não é a verdade sobre a ciência.


Os parcos e estereotipados conhecimentos e impressões que temos sobre magia não são a verdade sobre Ela. Da mesma maneira que temos uma tecnologia material, existe também uma tecnologia que é cósmica. Essa tecnologia cósmica é a verdaderia inspiradora de todo o processo tecnológico material que hoje inspira e conecta a humanidade, seja o telefone, a internet, os equipamentos em geral.




O funcionamento ágil dos sistemas de hardware e software de computadores não são inspirados ao acaso, mas sim a extensão na matéria dos mecanismos de nossos terminais cerebrais e elétricos que formam nossos sistema de percepção e de pensamentos e iniciam seus trabalhos desde nossos campos sutis. Nosso corpo mental, emocional e sutil funciona a nível dimensional da mesma maneira que os links de diversas janelas de um navegador de internet nos permite estar em distintas conversas, tratando de centenas de diferentes assuntos ao mesmo tempo. As informações de som e imagem que passamos através de grosseiros cabos de cobre ou através de ondas de rádio, TV, wi-fi, de um ponto a outro do globo terrestre, estão todas baseadas no princípio da telepatia, da sintonia, da atração, telecinésia entre outras leis estudadas nos ramos da medicina e realidade vibracional e que sempre foram creditadas a diferentes ramos da magia.

No que diz respeito principalmente a tecnologia, nossa realidade externa vem sendo criada graças ao conhecimento de nossos mecanismos internos. Esse trabalho é realizado desde as esferas mais sutis da humanidade desencarnada até chegar em nós que estamos encarnados (e a maioria encarcerados) nas esferas da realidade da matéria física.

Os grandes cientistas, assim como os grandes genocídas tem seres espirituais ao seu redor que os inspiram para o Bem ou para o Mal. Qualquer médium reconhece que Hitler, Gandhi, Cristo, Budha, Zeus, Alexandre o Grande, Cézar, Sócrates, entre centenas de outros eram missionários encarnados, assistidos por outros seres que participavam de sua encarnação sem a necessidade de estarem na matéria.

Os oráculos usados pelos gregos para que médiuns conhecidos como "Sacerdotes" ditassem a mensagem dos deuses eram locais onde existiam vórtices energéticos que funcionavam como portais dimensionais entre uma realidade e outra.

Os meios de informação, de tecnologia, engenharia, ciência, economia, entre alguns outros que nos dominam hoje em dia são em verdade um cartel e não fruto de uma evolução cívica para o bem da humanidade.
Para compreender melhor essa realidade recomendo as pessoas interessadas a pesquisarem sobre a realidade de nosso planeta e das culturas que habitaram a terra desde o império sumério. mais ou menos de 8 a 15 mil anos atrás, recomendo pesquisar sobre quem foram os Annunakis, estudar os Vedas do Barghavatha Purana e os registros das histórias dos povos orientais.

Um futuro próximo nos revelará todas as verdades sobre o que foi feito com a raça humana e com a administração do planeta terra e melhor do que através de minhas explicações e pesquisas, as pessoas poderão compreender a Verdade sobre o que é a Medicina e o que é a Magia desde dentro de si mesma através do contacto com novas vibrações:

Em verdade, Medicina e Magia São Apenas Dois dedos de uma mesma mão de um imenso corpo chamado conhecimento. 

Os membros desse belo corpo sempre estiveram juntos e harmônicos. Foi a malignidade de alguns seres e energias que graças a nossa colaboração e permissão involuntária e voluntária se apossaram do governo de nosso planeta, que permitiram "amputar" e esquartejar esse corpo que hoje vem sendo recuperado e rehabilitado através das medicinas do tempo, da lei do karma e da Cura Através da Invencibilidade da Verdade.

A medicina é um ramo da Magia, que foi utilizada para colaborar no processo de encarcerar-nos e viciar-nos em uma fração de realidade que habitamos em comunhão na matéria.

Não foi por acaso qu a vida além da matéria foi transformada nos últimos mil anos mais ou menos de uma certeza e conhecimento, em apenas uma divagação intelectual e esperança contra a ignorância e o desespero. Chegamos até aqui onde estamos, sendo manipulados por guias cegos e não por amparadores espirituais. Para reverter esse processo é necessário transcender as limitações do cérebro e compreender as funções do chakra cardíaco que é o verdadeiro comandante de nossa realidade mental.

Que Deus Abençõe e Revele aos Homens a Ampla Verdade por detrás da essência da Medicina e da Magia. Muito além da publicidade, da indústria, das mentiras dos finais dos tempos e da desinformação.

Quem Viver (e morrer), Verá.

Namastê

Ruy Mendes - Março de 2012

quinta-feira, 22 de março de 2012

Pão, Petróleo e Corrupção - A ONU e Seus Crimes de Guerra

Apresentamos Hoje no blog o Documentário "Pão, Petróleo e Corrupção" que comprova através de depoimentos, jornalismo investigativo e pesquisa, como a entidade conhecidas por todos como: ONU, ou "Organização das Nações Unidas", que foi criada com o pretexto de organizar o diálogo e resolver os problemas entre as nações do planeta terra facilitando soluções pacíficas é em verdade a maior e mais eficiente ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA do mundo. Um braço direito das elites que controlam o nosso planeta e gera altos lucros com guerras, genocídios, assassinatos de crianças e inocentes, destruição de nações inteiras através de roubo, extorsão, desvio de verbas, epidêmias de doenças infecto-contagiosas, fome, miséria e outras formas negativas de se gerar poder para controlar e escravizar a raça humana. 



Na Década de 90 a Organização das Nações Unidas e lobbystas do mundo petroleiro, criaram no Iraque um projeto que ficou conhecido como "Oil for Food" ou "Petróleo por Comida". 

Devido ao embargo comercial  promovido pelos Estados Unidos ao Iraque durante anos, por causa da guerra do Golfo, as pessoas pobres desse país estavam simplesmente morrendo de fome, padecendo na miséria, perdendo suas vidas por falta de necessidades básicas como remédios e comida (enquanto suas elites e pessoas ricas obtinham altos ingressos financeiros com a venda do abudante petróleo farto até hoje naquela região).

Os donos do poder mundial viram então nesse evento a maquiagem perfeita para através de "soluções" gerenciadas por eles, criarem uma forma de lucro rápido e enriquecimento de suas classes sociais  mais altas, através da mentira, da guerra e da opressão. 

Corrupção em Escala Planetária maquiada e gerenciada por organizações de ajuda humanitária é como podemos definir o que aconteceu. 

Centenas de Empresas fantasmas foram criadas para poder em troca de comida obter petróleo e depois revendê-lo no mercado negro e também no mercado formal. Toneladas de dinheiro vivo em cash, foram enviados de avião (e não através do sistema bancário financeiro) a uma região de guerras e conflitos. A fome e as desgraças do mundo foram usadas como "capa"  para encobrir e prroliferar a corrupção generalizada de governos, soldados, voluntários, representantes de países e nações, lobbystas das multinacionais petroleiras e a própria Organizção das Nações Unidas. 

Um projeto que em sua superficie pareceria perfeito e humano em verdade era a nova tática de promoção financeira e altos lucros dos maiores mafiosos do planeta terra. 

A comida que deveria alimentar os miseráveis e acabar com a desnutrição e a fome nesses países, quando enviadas pelos países e empresas que recebiam o petróleo, uma vez ali chegando eram desviadas, extraviadas e burladas por outras pequenas máfias que depois a revendiam. Os laboratórios que fabricavam os remédios que também eram trocados por petróleo, não eram de confiança e eram desconhecidos do mercado, muitos eram empresas fantasmas que uma vez realizada as negociações deixavam de existir. O remédio de qualidade havia, mas também só podia ser adquirido no mercado negro por aquele que pudessem pagar. 

Toda essa ação criminosa muito bem orquestrada teve apoio da ONU assim como "Vista grossa" da mesma, ou seja: 

Ainda que seja um exagero por causa de "apenas um caso de corrupção" (que na europa e EUA virou escândalo na Imprensa), chamar a ONU de ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA, (O que é simplesmente a verdade e não um exagero) ela no mínimo é cúmplice dos maiores criminosos do planeta terra, a "choupana que gera a sombra necessária para que esses criminosos desenvolvam suas ações longe do "sol" da verdade e "das Luzes" da realidade" que a imensa massa humana desse planeta ignora sobre seus governantes mais as classes sociais favorecidas e abastadas. 





O documentário de 1 hora e meia nos explica em detalhes como tudo era realizado. 

Para cada 1 dólar referente ao valor do petróleo trocado por comida, a ONU mordiscava 30% de comissão. Isso simplemente já seria o suficiente para desmascarar essa organização que através de mentiras e desinformações, gerencia o mundo através de caos, escraviza as pessoas através de medo e miséria e  mais que tudo orquestra o mundo para seguir adiante e atender a agenda esotérica das Elites para a criação de um governo mundial.

A maior interessada no mundo em que as guerras, as misérias e as catástrofes aconteçam e se perpetuem é a própria ONU uma vez que ela se auto intitula a Organização criada para "gerenciar" as "soluções" desses problemas e tem lucro político-financeiro para isso. 

Por detrás das ONGS e outras estruturas de ajuda humanitária que se crêem "necessárias" para um "mundo melhor" existe a ganância de seres humanos corruptos e assassinos que aceitam mentir em troca de enriquecer, matar em troca de ter apoio dos governos e assim prosperarem juntos através da grande mentira que ajudam a maquiar e desviar do conhecimento dos povos. 

O documentário "Pão, Petróleo e Corrupção" nos ajuda compreender perfeitamente como e por que governos, organizações e confrarias de caráter mundial que pretendem "solucionar" os problemas da humanidade, são em verdade grandes artífices do caos, de onde querem tirar a ordem que os mantém para sempre no poder e para que isso seja possível sempre terá de haver pobres e desgraçados. 



A raça humana necessita despertar e para isso será necessário desmontar estruturas mentirosas e assassinas como essas. Não as desmontaremos através de piquetes ou manifestações nas ruas, mas simplesmente através de CONHECIMENTO, não contribuindo e jamais cumprindo suas leis, desobedecendo-as, desistindo da idéia ridícula de que "doar dinheiro" para entidades que jamais lembramos o nome mas nos sensibilizam com suas campanhas, é contribuir para as soluções dos problemas do mundo. 



Nós necessitamos nos concentrar em nós mesmos, ao nosso redor num raio reduzido de ação e não global. Mais do que uma "organização das nações unidas" que mente e mata através de "homens de gravata" que falam mansos e são elegantes nas ações, necessitamos nos organizar em pequenas associações de bairro. Necessitamos desenvolver a consciência a respeito de nossa missão no planeta e entrar em contacto com o fato de que essa, é impossível de ser encontrada uma vez que não sejamos honestos com as nossas necessidades e verdades a respeito do que é a felicidade. 

Felicidade não é consumismo, não é acúmulo de bens, não é "poder de compra", nem a competitividade, menos ainda a geração de energias negativas como INVEJA, MEDO, BOICOTE, VAIDADE e outras formas de vibração para as quais contribuímos e nutrimos através de estilos de vida e consumo que nos empurram goela abaixo como "inofensivos" através de coloridas publicidade. 

Nós precisamos enquanto raça despertar o Leão Adormecido chamado VERDADE, que reside em nossos corações e nos conectam as essências de nossos espíritos imortais, devemos sacrificar o cordeiro e as ovelhas implantadas em nossos cérebros que faz de nós "inofensivos cidadãos" que "pagam impostos" e "cumprem leis". 

Hoje Mais do que nunca é necessário ser INIMIGO dessas organizações, desmascará-las e questioná-las e trabalhar pelo conhecimento para que elas percam suas forças que é a ignorância das massas. 



Cada um de nós necessita desenvolver a consciência de maneira a fazer com que os governos percam suas forças, com que Leis injustas, sejam simplesmente invalidadas por seu não cumprimento. Precisamos mais do que nunca DESOBEDECER os dogmas elitistas que nos mantém agrilhoados a uma forma de existência que aniquila e a essência humana e transforma a todos em simples "telespectadores" e "cosnumidores" que jamais tomam parte nas soluções de seus problemas e dos problemas do governo por que crêem que a única coisa correta e possível para contribuir para o melhoramento do mundo é a sustentação de uma democracia mentirosa que camufla a ditadura financeira dos bancos através da defesa do poder de "voto". 

Enquanto cada pessoas não realizar como o mundo é controlado por tão poucos e se recusar a ser um "tijolo" ocupando um espaço pré determinado por outros que não ele mesmo, na pirâmide social, seremos escravos, bórregos desinformados. As vacas perdedoras que crêem ser felizes em um imenso pasto que existe para que elas comam e bebam a vontade, sem jamais imaginar ou desconfiar que aquilo tudo existe em verdade para ordenhá-las, controlá-las, escravizá-las, aniquilá-las e matá-las para alegria e prosperidade da indústria carnívora e ignorantes "churrasqueiros" de plantão que pensam que o matar e comer é o "máximo" que podem realizar de prazer em suas existências.

que Deus abençoe a todos

Namastê
Ruy Mendes - Março 2012

quinta-feira, 15 de março de 2012

Olavo de Carvalho: O Palhaço-Mór da América Católica


A príncipio ele parece um "corôa sabido e simpático", aquele tipo de senhor que daria gosto ao jovem branco "universitário" classe média (que cresceu com o televisor ligado e que no futuro pretenda honrar seu diploma e mentalidade acadêmcia através de um " bom emprego"), ter como pai de sua esposa ou "Sogro" e assim travar longos e polêmicos debates digestivos após o "almoço de domingo".






Despojado e "brincalhão", Olavo de Carvalho é vendido para o mundo com o apoio de congolomerados como a editora Abril, também via youtube e internet, em "inglês" e português como um "filósofo", "jornalista", "escritor" e "pensador" que "alerta" as pessoas do Brasil, principalmente da classe média "old-school" e os jovens, sobre as "mazelas" do atual governo e as peripécias da Nova Ordem Mundial, entre outros temas que sua postura deixa claro que, "ninguém entende melhor do que ele".

Nascido no ano de 1947 na cidade de Campinas no estado de São Paulo, Olavo faz parte daquela geração de senhores que se acostumou com a mentira e com a contradição, como se essas fossem a "alma da filosofia", uma necessidade intríseca a realidade de todos os seres humanos e ao equilíbrio da sociedade pirâmidal, da qual pessoas como ele parecem crer e afirmar que: "jamais poderemos estar livres".

Olavo representa Aquela geração de senhores que quando chegavam entre os 12 e 15 anos de idade, o pai levava no puteiro para perder a virgindade e assim garantir que seu filho seria um "herdeiro" da espécie "macho" e jamais "viado", "marica", "bixa-loca". Aquela geração de senhores que achavam mais do que normal o sujeito ter amantes em segredo enquanto que para a sociedade, exigisse uma mulher "virgem", "pura" e fiel para contrair matrimônio e constituir família. Aquela geração de senhores que condenavam o aborto para suas mulheres, mas admitiam para suas empregadas domésticas, babás de suas crianças ou para suas filhas, dependendo de quem essas tivessem engravidado. Senhores que em segredo com seus colegas e amigos, acreditavam necessitar e se permitiam entregar-se aos exageros de rituais mundanos, para depois em público sustentar discursos católicos, pró tradição, família e propriedade e aos domingos se confessar na orelha de um padre da paróquia do bairro e crer que isso é "moral" e "bons costumes".

Depois de ser saudado pela nata da crítica "intelectual" e literária brasileira, que inclui gente do "cacife" de Arnaldo Jabor e José Sarney (lacaios da rede globo e da Chevron, baluartes da desinformação) Olavo também ganhou popularidade através de sua obra que diz tratar da "defesa da interioridade humana ante a ditadura da autoridade coletiva" e mais que tudo graças aos seus depoimentos, entrevistas, polêmicas e opiniões, postadas em seu canal do youtube, onde com "bom humor" e sempre um cigarrinho em riste, afirma e defende a mentalidade católica de direita, enquanto ataca e deprecia a mentalidade socialista de esquerda, como se a realidade de um intelecto estivesse cármicamente fadado a apenas duas possibilidades e mais nada. Como se para o "Bem" existir" o "mal" devesse ser combatido. Como se para uma Verdade valer, o seu antônimo não pudesse existir.

É possível que esse texto não estivesse sendo por mim escrito se semana passada, não tivesse ocorrido um evento que me fez questionar a "famosidade", a coerência e a popularidade do até então para mim desconhecido "eugenista Olavo" e a mentalidade do público da velha classe média brasileira que lhe "planta louros e auréolas" chamando o mesmo de "professor" enquanto advogam para ele, agredindo aqueles que dele "descordam".

Eu havia assinado para receber suas postagens no facebook e em uma delas, onde ele fazia campanha a favor de um padre da igreja católica (que está sendo rechaçado pelo governo ou por pessoas de mentalidade esquerdista, não me lembro bem) Teci um comentário e iniciei uma discussão com um dos "adoradores" de Olavo, que além de me depreciar como "pensador" (assim entre aspas) e xingar com palavras de baixo calão que tinham a clara intenção de me humilhar e intimidar, afirmava que pessoas como "eu" e com minha forma de pensar deveriam ser COMBATIDAS.

A discussão seguiu entre comentários, opiniões, idéias em perspectivas e argumentações minhas, do sujeito que havia me agredido e de outras pessoas, a maioria católicos ou mentalmente doutrinados por religião, quase sempre sem conhecimentos de história, que também se manifestavam contra ou a favor de um ou de outro.

Grande foi a minha supresa quando, enquanto estava escrevendo uma resposta na área que o Facebook destina aos comentários dos leitores de uma postagem, o próprio Olavo laconicamente fez um comentário onde dizia: "Hora da Faxina". (Não pude deixar de pensar no processo de dedetização de seres humanos que os governos sociais democratas do estado de SP, realizaram na região conhecida como cracolândia no intuito de acabar com o tráfico e consumo de drogas naquela região). Vale lembrar que Olavo de Carvalho não participou da discussão e debate de idéias, não teceu sequer um argumento, apenas entrou na hora em que julgou "necessário" e como "mediador" atuou me bloqueando ou como ele afirma: "FAXINANDO, "higienizando" seu perfil na rede de relacionamentos virtuais, de "pensadores" como "eu" e censurando meu direito de resposta em sua página de comentários, me vetando o acesso aos comentários, direito de participação e de resposta, mantendo ali somente aqueles que apoiavam, "concordavam" e "elogiavam".

Desde então eu resolvi dar uma atenção maior para seu "vlog" no youtube, suas entrevistas, opiniões e comecei a reparar na qualidade de seus ouvintes e claro, na argumentação de Olavo.




Não se pode negar que Olavo de Carvalho é um sujeito inteligente, perspicaz, que tem um bom reflexo cerebral e intelectual, alguns conhecimentos básicos, boa oratória e retórica e mais que tudo um discurso que agrada e muito o senhor Civita, dono da Editora Abril. Além disso é fato que Olavo entrou em contato de maneira superficial com os temas referentes a Nova Ordem Mundial e os planos das elites para o futuro do planeta Terra.

Mas fez isso da mesma maneira que um viciado se informa sobre drogas para ter a consciência de que elas fazem mal, mas convencido de que, se usadas com moderação e sapiência (que "lhe sobram"), podem ser um grande parque de diversões químicos e enrriquecedores para o cérebro, auto conhecimento e a sensibilidade.







Olavo é a perfeita marionete das estruturas que crítica e é papel preponderante nos projetos da direita mundial no que tange a CRIMINALIZAÇÃO DA POBREZA, masturbando sempre os problemas sem jamais tratar de soluções. 

Mais do que Vítima do Sistema é vítima de seu próprio encarceramento cerebral e sensibilidade viciada, de seu desconhecimento a respeito de diversos temas que aborda sem profundidade e que crê "dominar" e assim crê graças ao baixíssimo nivel intelectual e intuitivo do público que o assiste e até certo ponto o idolatra com "gargalhadas" forçosas concordantes, admiradas a cada comentário com tendências cómicas (que quase sempre "morrem na praia" antes de se tornarem projetos de "piadas") por ele feito.

Mais do que isso Olavo é refém da necessidade do narcisismo de ser visto como alguém "genial", de estar comprometido com o atual sistema, com a "moral" e "religião", não consegue raciocinar fora de seu parco "quadrado mental", livre de opiniões e expectativas que deve ter carregado consigo a vida toda.

É daquelas pessoas que acredita nas "boas intenções" da igreja, na infalibilidade bíblica, na "santidade" daquele que apóia e respeita como "papa", nos dogmas da comunidade científica sem desconfiar que esses possam ser grandes mentirosos em nome da doutrinação das massas.

Diz Olavinho que: "A teologia é a única ciência que tem um discurso racional até o fim".

"Olavo de Carvalho confirma a infiltração da KGB e dos Illuminati na Igreja Católica e a tão sonhada e desejada eleição do papa deles. Fala também sobre o envolvimento do papa Bento XVI com a elite globalista, os Bildebergs, os illuminatis etc... Portanto, para aqueles que têm mais dificuldade de compreensão, vou explicar direitinho: Se esse senhor é da elite globalista e illuminati, ele é, portanto, o Papa dos globalistas e illuminatis. 2 + 2 = 4 ; deu pra entender agora ou precisa desenhar ?! É simples..."

Afirma ele que homosexualidade e pedofilía estão intimamente relacionados e não podem existir um sem o outro. Afirma também que os casos de pedofilia na igreja católica acontecem apenas de algumas décadas para cá, graças a uma "inflitração socialista comunista" que começou no vaticano durante a época da guerra fria e "continua até hoje".

Olavo parece desconhecer, ou simplesmente não levar em consideração os rituais de sacrifício, invocação de distintas entidades e outras atividades que sempre foram banidas do conhecimento público e praticadas de maneiras assídua e secretas dentro do vaticano e casas reais e que quando conhecidas e estudadas, dão uma melhor compreensão do por que existem guerras, por que o mundo é como é (controlado por tão poucos) e por que tanto o celibato como a pedofilia ou o casamento entre pessoas de uma mesma linhagem sanguínea e familiar, são práticas milenares comuns e necessárias para a manutenção dessas entidades por detrás dessas estruturas sociais e as diferentes sociedades secretas que disputam seu poder e as controlam.

O fato é que para qualquer um que tenha estudado um pouco fora das doutrinações acadêmicas, fica claro o trabalho de Olavo de Carvalho como DESINFORMADOR. Esses desinformadores, assim como o próprio Olavo, tem como tática subestimar e tentar desmerecer o comentário de diferentes pessoas anônimas que escrevem questionando. Não é raro ver Olavo afirmando que:"elas não tem estudo para discutir com ele", assim como vê-lo xingar e agredir de maneira sutil, gratuíta e ou raivosa, pessoas populares anônimas ou famosas, que vão desde o o ex presidente Lula até o facínora Bispo Edir Macedo, claramente sem atingir o efeito desejado mas alimentando o ódio e a ignorância dos acadêmicos da classe média de mentalidade neo-nazi pró valores republicanos neo liberais americanos. Gente que alimenta seu intelecto via "Editora Abril" e imprensa parcial, a qual ele tão bem representa e simplificam como "direita".

Depois de toda essa dedicação e pesquisa a respeito das opiniões que vomita e do pensamento de Olavo expresso via internet, pude entender por que fuma tanto e por que, apesar do sorriso e da sensibilidade poética é um sujeito tão agoniado, com o "complexo de superioridade". 

A mentalidade a qual nutre e defende Olavo é a mesma mentalidade sofismática que permitiu a mentira dominar todas as estruturas de nosso planeta e por isso ele se sente tão "seguro" de que seus discursos podem ser sustentados sem cair no ridículo que tão bem enxerga nos outros. A segurança prepotente que seus modos revelam confirma que ele realmente acredita que, seu "raciocínio" e "pensamentos", são ou estão próximos a "Verdade". Sem desconfiar que enquanto busca a popularidade e simpatia de seu público de ignorantes, doutrinados no estilo de vida da classe média e católicos idólatras, se afunda em contradições e vulgaridades.

O público universitário que idolatra ou admira Olavo é proprietário da mesma burrice que ele alega ser a mentalidade de seus críticos e da qual crê estar livre.

Além disso, me chamou atenção o fato de Olavo encher a boca para criticar e "alertar" as pessoas sobre os planos da Nova Ordem Mundial, dos Bilderbergs, da "maçonaria" e etc e depois escrever artigos para veículos de comunicação altamente comprometidos, partidários e comprados por esses "amos do mundo", entre eles a Folha de São Paulo e o Diário do Comércio.


Afirmações verdadeiras como: "Os Intelectuais não podem salvar o Mundo", se mesclam com declarações depreciativas e taxativas desde um ponto de vista pessmista como: "Sociedade Justa Não Existe" (isso não quer dizer que não se pode criá-las) ou ataques de chiliques intelectuais sosfismáticos quando questionado sobre temas como o "tabagismo" ou a alimentação carnívora e vegetarianismo, provam que apesar da capacidade de sedução, carisma e oratória, Olavo de Carvalho é em verdade um poço de ignorância espiritual e existêncial, um baú profundo de repetições acadêmicas e desconhecimento da essência humana e divina que até aqui nos trouxe. Um "coroinha" da direita e do materialismo científico com patrocínio das Famílias Civita, Marinho, Saad, Academia Brasileira de Letras e toda a corja da comunicação brasileira.


Para mim em particular o ápice de suas desinformações e aura patética, se deram quando quis comparar a agressão aos seres vivos e ao meio ambiente, desencadeadas pela indústria pró carnívora (que polui mais que a indústria de automóveis e fábricas), imitando um tomate agonizando pedindo "pelo amor de deus" para não ser comido por um possível vegetariano, enquanto seu ouvinte parecia ter um "orgasmo forçado e fingido de risos amarelos" defendendo a presença de "crucifixos" em repartições públicas.



Apesar de "inteligente", O nível de sensibilidade e "sêmancol" desse senhor é algo tão grosseiro que talvez não veja diferença ou até mesmo desconheça as condições em que são criados e mantidos animais em regime de abate para a alimentação humana e a influência desses nas células e estruturas vibratórias de nossa raça e a simplicidade de se ingerir os frutos disponíveis na terra sem ter de derramar sangue. 
Talvez não passe por sua cabeça que a adequação ao regime vegetariano seja um dos pontos de câmbios necessários mais fortes e coerentes com a distribuição dos alimentos de nosso planeta, equilíbrio da cadeia alimentar e fim da Indústria da fome, que ele com seu discurso e desaberes ajuda a prosperar.

Um senhor que conta vantagem de jamais ter tido câncer e fumar de 3 a 4 maços de cigarro por dia e que tem entre seus amigos "médicos" desinformadores globais como Dráuzio Varella, seguramente que não tem como forte o conhecimento, a sensibilidade e a felicidade. Não por que fume, mas apenas por não fazer idéia do que faz uma pessoa fumar tanto.

Esse é o resultado de 2 mil anos de mentiras bíblicas e filosofias ocidentais impressas em livros. Pessoas de talento e sensibilidade que sucateiam o processo da saúde, da diciplina, da espiritualidade, da liberdade de expressão, do amor aos seres vivos e do comprometimento com a VERDADE em nome da Ego esclerose vivída através de tecnologias de comunicação e galardões acadêmicos patrocinados por uma elite da mídia oligarca. Olavo é o expoente intelectual da Cultura que cria seres que acreditam ser impossível viver fora de um sistema que priorize "mercados".

Olavo de Carvalho é aquele típico caipira católico, recheado de medos e de culpas (camuflados de "valores"), que jamais admite para si mesmo e para o mundo ser e ter esses medos e essa culpas travestidas de "valores".

Olavo é aquele cara, que como a grande maioria de seus contemporâneos acadêmicos, anabolizou o cérebro as custas de atrofiar os chakras cardíacos e plexo solar e crê que "evolução" é uma conta bancária com direito a "elogios" e ingressos para os "playgrounds-sensitivos" terrestres e mentais, do "american way of life".

Claro que nada disso seria possível sem o apoio da grande turba de ignorantes que sem jamais raciocinar ou  discutir com "Olavinho", lota igrejas, paga impostos, frequenta universidades, vai as ruas "protestar" e faz questão de contribuir aos "diz-que-me-disse" das grandes imprensas e fazer parte de um sistema político e de consumo, sustentado por famílias assassinas que controlam as comunicações e o mundo e que ao longo do tempo e na realidade de uma maneira geral, a experiência já comprovou ser essencialmente um sistema mentiroso, corrupto e mesquinho, não por "acidente" mas de propósito.

Olavo de Carvalho e sua filosofia de almanaque neo liberal religioso, são grandes baluartes da desinformação, que permitem ao homem comum existir exilado de sua essência espiritual, nutrindo opiniões e exercendo "aplausos" aos pensamentos e a filosofía dos outros, sem jamais desenvolver as próprias, escutando a si mesmo e assim conceber a Verdade que vem de dentro e não precisa de "seminário de filosofia" nem de "mídia" para retumbar.

Maquiado de pensador e filósofo católico, Olavo é apenas mais um soldado do exército da imbecilidade materialista e filosófica de caráter neo religioso quase sem sentido e pró mercado, que trata a Verdade de maneira relativista, abstrata e hipotética, adiando a emancipação do nosso planeta e de nossos campos sensitivos e psíquicos aos planos materiais da justiça e da Verdade. 

Seus discursos e conclusões existem para manter os mesmos poderosos de sempre no poder, para afirmar a pobreza e perpetuar a desigualdade social entre os homens, para que os fortes jamais tenha de dar exemplos e sejam priorizados para ser cada dia mais fortes enquanto os fracos, sejam cada dia mais medrosos e mais fracos, graças ao sistema de ridicularização, que ele (e a maioria de seus colegas acadêmicos e empresários) tão bem utilizam no processo de doutrinação mental, masturbação intelectual e DESINFORMAÇÃO, que chamam de "Educação" e "formação", que cria e mantém os dogmas que impedem as pessoas de construir um mundo melhor e mais justo, livre de estruturas essencialmente corruptas e mentirosas.

Por isso durante esse texto, postei alguns depoimentos feitos pelo próprio Olavo de Carvalho em seu canal personal, mas aconselho que meus leitores realizem suas próprias pesquisas. Para que mais do que compartir de minha opinião, intuição, percepção e sensibilidade a respeito dele e de seu "trabalho", avaliem através de sua própria clareza o que considero a farsa que está por detrás do sucesso de gente limitada e pequena com "ares de "gênio" e "intelectualidade", que com o tempo ascendem a pirâmide social, sem jamais realizar sua real e significativa contribuição ao caos, que em vão, através de discursos e não de EXEMPLOS, pretende organizar.

Olavo  de Carvalho não difere quase nada de nossos políticos, banqueiros e donos de mídia. 

É um bufão no baile de máscara dos sionistas, formando os artífices do preconceito, da desinformação, da intolerância, da mentalidade retrógrada e da imbecilidade religiosa, que necessita sempre desunir para controlar e prosperar.

Eu desejo do fundo de meu coração que: Deus abençoe e de mais do que clareza intelectual, paz de espírito ao Olavo de Carvalho e seu público de universitários, repetidores, católicos sem senso crítico, "coroinhas" sem senso de ridículo, "homens de bem", artífices das "massas cheirosas", leitores e espectadores.

Que todos eles tenham um suave despertar, quando o pesadelo para o qual vivem e contra o qual "lutam", se acabar.

Namastê

Ruy Mendes - Março 2012

quarta-feira, 7 de março de 2012

Nazismo Gay e Comunismo Cristão Evangélico

A Bancarrota da Realidade
Vivemos uma realidade material paralela na linha do tempo-espaço e em certa parte exilada da realidade espiritual eterna do Espaço-tempo e essa realidade material paralela é criada por distintas faixas de vibração positivas e negativas, mas hoje em dia infelizmente e principalmente faixas de vibração negativas como egoísmo, crenças em enganos e mentiras que são mantidas através de discursos que muitas vezes parecem ter sentido, perpetuadas na história através de desinformação, (tele)dramaturgias que afetam nossas emoções, distraem nossos sentindos, confundem nossa clareza mental e cardíaca e peças de publicidades, que afetam nossos sistemas de percepção e crenças e graças a isso podem nos manipular para um conceito equivocado e co-homicída a respeito do que é e mais do que é, daquilo que pode ser, a Realidade.

Pouco mais de Cinquenta Anos depois da IIª Guerra Mundial e a perpetuação de grandes enganos, meias verdades e possíveis mentiras como o "Holocausto", o "Homem Na Lua", a "Derrota" de Hitler para os Aliados e o fim do Nazismo, entre outras desinformações manipuladoras, que entraram para história e mais do que para a história, para o inconsciente coletivo da humanidade e os campos psíquicos dos individuos como "Evoluções Sociais-tecnológicas" e "História", a tática usada pelas elites do mundo para controlar o rebanho humano e direcioná-lo para a realização de seus planos e de sua agenda, não mudou quase nada.

Mudaram as roupagens mas a essência que tece essas assim como os "corpos que as vestem", continuam praticamente as mesmas, os mesmos.



Salvo o continente Europeu, onde algo em torno de 3 mil anos de cultura de carnificina, xenofobia e guerras absurdas, foram mais do que suficientes para fazer grande parte das pessoas entenderem o mal que as religiões representam e o papel que elas desenvolvem no controle social, na doutrinação mental dos indivíduos e das massas, direcionando esses para a ruindade (in)voluntária, egoísmo, medo, para a auto-anulação, boicote a si mesmo e aos outros, convencendo as pessoas de que elas "se diciplinam" e "combatem em nome do Bem" ou "matam em nome da segurança e da Paz", o Brasil e As Américas parecem viver um "boom" religioso, travestido de "Consciência" e "Espiritualidade".


Isso é possível em pleno século XXI graças a retumbante ignorância das Pessoas que se crêem "inteligentes" apenas por que tem um minímo de conhecimento ou simplesmente se sujeitaram a doutrinação de uma instituição qualquer em troca de um "diploma", ou aos dogmas de uma corporação qualquer em troca de um salário, e graças a esses petrificam sua sensibilidade e cristalizam seu sistema de crenças e sensibilidades num senso comum que tende sempre para a Negatividade, para o Pessimismo, para a dependência, para a doação a mentalidade de grupo as custas do sacrifício de sua percepção individual e anulação do raciocínio do indivíduo por si mesmo e sem a aprovação de grandes "conglomerados sociais", nos quais estão há várias encarnações aprisionados.


Universitários, Trabalhadores, Jovens, Artistas, Filósofos, Estudantes, diversos tipos de pessoas de todas as faixas etárias, atividades profissionais e classes sociais hoje parecem confundir: Liberdade com libertinagem, Espiritualidade com religião, conhecimento com doutrina e repetição, saúde com doutrinação mental e física, medicina com indústria farmacêutica, política com governo, lucro com felicidade, entre outros disparates.


Pessoas que provavelmente sem perceber e sem que sejam culpadas por isso são escravas de um sistema que elas acreditam que liberta e graças a esse sistema e a essa crença, hoje vivem e se arrastam, vendem a alma, destroem a Verdade, aceitam praticamente tudo para juntar alguns metais e algumas cédulas de papel e guardá-lo num BANCO, chegando ao absurdo de crer que juntar esses metais e cédulas de papel é a única forma de se ter "liberdade" e acreditam que essa "liberdade" conquistada com cédulas de papel é única, mais importante do que transformar a realidade de dentro pra fora, preservar, conhecer E desenvolver uma relação saudável com o a água, com a terra, com o fogo, com o ar e com o éter.



Esses são os 5 elementos que formam todas as células, não somente de nosso corpo, mas de tudo que tem vida em nosso planeta e o contato, conhecimento e a compreensão do trabalho desses elementos, abre dimensões de existência nos indivíduos que ameaçam as mentiras que precisam ser sustentadas para que as pessoas vivam em prol da mentalidade de rebanho e de um sistema assassino travestido de "social" feito em forma de pirâmide para que uns poucos permaneçam encima mandando, enquanto praticamente todos estejam embaixo OBEDECENDO sem questionamento e uso da lógica.

Conhecer  e desenvolver contato com esses 5 elementos de suas células através de si mesmo seria e é suficiente para ter todo o conhecimento a respeito de tudo no vasto cosmos, mas as pessoas preferem e aceitam crer que esse conhecimento só pode ser acessado dentro de prédios de concreto e aço, na presença de um "professor" "doutor" ou "mestre" (que quase sempre são apenas REPETIDORES e profissionais frustrados) reconhecidos pela Elite do Ensino que sustenta tal instituição e tais "Meias-Verdades".

Depois da Primeira Guerra Mundial a Nação Alemã e seu povo estavam afundadas em depressões financeiras e emocionais, a inflação seguia fora de controle, a comida era escassa e cara, o sistema de saúde um desastre e as lembranças dos horrores e das vidas perdidas na 1ª guerra recentemente vivída, aniquilavam qualquer possibilidade de esperanças e soluções para os problemas.




Um jovem que queria ser artista, com uma profunda crença em suas aspirações de ser pintor, depois arquiteto, frustrado e triste mas com garra, oratória e carisma começou a discursar nas ruas e reuniões de partidos políticos. Seus discursos virulentos refletiam o estado de vibração daquelas pessoas indignadas, permitiu a essas se reconhecerem e compartirem suas dores, afetaram a Alma e o Orgulho daquele povo e os fez compreender que a mudança dependia da união entre eles. Esse talento somado ao alto investimento financeiro das Elites Monárquicas e industriais que secretamente o patrocinaram foram os Alicerces do IIIº Reich. Muito antes de ser conhecido como o Malvado e paranóico "Exterminador de Judeus", Adolf Hilter foi um chanceler, um "presidente exemplar", quase perfeito, que permitiu a Alemanha e ao "Povo Ariano", em "nome da pátria" e do "sangue", despertar e incorporar as forças obscuras que permitiram a invasão e o domínio de praticamente toda a Europa nos anos posteriores.


Enquanto isso, desde algum tempo em outro país chamado Rússia, um discurso que defendia a classe obreira e proletária contra os abusos das elites e da falta de dignidade existente nos trabalhos por essa criados, organizados, proporcionados e controlados, seduzia turbas de massas famintas e ignorantes com sede de justiça e dignidade a qualquer preço.

Ambos esses movimentos que aconteceram na Alemanha e na Rússia do século XIX e XX, ficaram conhecidos como o Nazismo e o Comunismo.






No final da segunda guerra mundial, EUA entrou na guerra para salvar França se aliando a Inglaterra e assim se uniram com o Baluarte Mór do Comunismo (a versão russa do Nazismo), um ditador conhecido como: "Camarada" Stalin, que era o então presidente do Império comunista conhecido como União Soviética. Somente assim poderiam os "Aliados" terem exércitos e forças suficientes para frenarem a máquina bélica ideológica da Alemanha Nazi, que havia invadido e conquistado praticamente toda a Europa, menos Inglaterra e Suiça (respectivamente os locais onde em grande parte, tudo isso foi planejado e onde eram guardados os botins de tais guerras).















Nessa época, ambos esses regimes políticos que tinham como pilar principal de suas estruturas e existência o "GENOCÍDIO", foram vendidos aos soldados que aceitaram "sacrificar" suas vidas em nome dessas ideologias e as pessoas do mundo em geral como regimes antagônicos e diferentes entre si.


Mas a verdade é que qualquer pessoa que estude o mínimo, comprova que a diferença entre nazismo e comunismo é mínima, quiça em essência não exista. Ambos são regimes que policiam, matam, privam as pessoas de liberdade, impõem suas opiniões, crenças e coerências E BUSCAM A HUMILHAÇÃO, TORTURA E ELIMINAÇÃO daqueles que discordam em qualquer grau de suas crenças e pontos de vista ou que considerem simplesmente "Inimigos" do regime.

Algo parecido tanto a nível ideológico quanto táctico, tem acontecido no mundo de Hoje, principalmente nos países ocidentais considerados emergentes, novos ricos que tem como características em seu povo a falta de cultura geral e conhecimento, a doutrinação através de cultura de massa e que com o tempo devem ser os substitutos do homícida, esquizofrênico, megalomaníaco, bizarro e açucarado:
"Império Americano".

Políticos e ativistas com tendências e aspirações "moderninhas" levantam a bandeira das causas e dos direitos e privilégios para "Gays" ou outras minorias estereotipadas, enquanto outros políticos e personalidades tradicionalistas conservadoras, defendem causas e levantam bandeiras de motivos morais, tradicionais, familiares e religiosos, através de resgastes ideológicos e ransos militaristas pró belicistas inspirados na cultura judaico-cristã, como forma de controle, "moralização", ordenação e "educação" da sociedade.

Perde-se tempo, dinheiro, vidas humanas e neurônios discutindo-se a "Legalização do Aborto", a "Legalização das Drogas", o "Direito dos Sexistas" ou ainda os "direitos dos animais", entre outros temas polêmicos que fazem a alegria das Imprensas partidárias compradas e o carnaval dos ignorantes piqueteiros, que em essência está claro, Não fazem questão de conhecimento, de coerência, nem de evoluções, menos ainda de Verdades ou praticar o amor ao próximo, mais do que se regozijam gritando e entrando em catarze com as massas protestantes, seja por meios virtuais ou tomando as ruas da cidade.

Tanto gays como Evangélicos sempre foram vítimas de preconceito, porém hoje em dia, graças ao poder capital gerado de imensas dívidas no sistema financeiro que é conhecido para a maioria apenas como "créditos", essas peculiares minorias cada vez mais numerosas, tem condições de se organizar e se manifestar, fazendo valer suas revindicações, que por vezes são justas, mas muitas vezes absurdamente estapafúrdias e ridículas. Se tornam facilmente lobby de políticos e poderosos que encontram nessas revindicações uma forma nova de ampliar suas condições de VOTOS e consequentemente de se perpetuarem no poder.



Não se vê nem se tem notícia de gays ou religiosos que protestem contra o Sistema político que os engana ou contra o sistema Financeiro que os escraviza (eles nem sabem ou desconfiam que é assim), ou exijam dos governos do mundo o fim da fome e da pobreza para todos os humanos. 


Muito pelo contrário, tanto as doações dos burros fiéis de diferentes igrejas novas e antigas, assim como todos os lucros e dividendos do novo "mercado de consumo" gerado pelo público gay e as causas por esses defendidas, segue diretamente para os cofres dos bancos, sem que seus donos jamais sejam intimados ou sequer questionados e sem que esses gays e evangélicos jamais percebam que enquanto lutam entre um e outro, os reais saqueadores da Liberdade humana lucram com os ambos os lados da guerra.

O Sistema de Manipulação utilizado pelas Elites não mudou. É exatamente o mesmo com apenas umas "tonalidades" diferentes. 

O que os pequenos nazis da "Juventude Hitlerista", (da Qual Joseph Hatzinger ou Bento XVI foi integrante) esbravejavam pelas ruas de Berlim, Munique, Praga ou Varsóvia a respeito da "superioridade Ariana" e a "inferioridade" (não somente)de Judeus (como esses alardeiam), mas também de homosexuais, Asiáticos, Negros e outros mestiços ou minorias socio-culturais, tem o mesmo padrão de energia e discurso virulento belicista com que os "Homosexuais" da política, seus comparsas e "companheiros" hoje em dia, querem defender a transformação da sociedade a seu favor como se uma agressão a um gay fosse um erro maior e pior do que a agressão a qualquer ser humano. 






O que os ignorantes e rudes proletários e trabalhadores da antiga e finada União Soviética REPETIAM através de pensamentos, atitudes e discursos contra a dominação e existência de uma Elite financeira que controlasse a forma de existir a sociedade e gerar a produção de bens e o direito por consumir esses, pelas ruas de São Petesburgo, Moscou e quem diria, "Havana", tem a mesma energia e essência que neo católicos da renovação carismática (e os neo otários das neo igrejas evangélicas cristianas pró capitalistas, que chamam todos de "irmãos" e usam a teologia da prosperidade junto com a bíblia como prova irrefutável de que "Eles Tem a Razão") usam para querer tranformar a sociedade na base do ostracismo e ridicularização nas diferenças de pensamento abrindo mão da pesquisa, do senso crítico, da frieza analítica e mais que tudo DA VERDADE, para se entregarem ao fanatismo, A INFALIBILIDADE BÍBLICA e a devoção sem inteligência.



Todos esses gays e evangélicos, a nível coletivo, tem em comum os mesmos interesses mesquinhos a favor de suas "panelinhas" e o fato de não quererem transformar o sistema, mas apenas "se darem bem" na merda que já existe. 



Aceitam a guerra como inevitável e a participação obesa mórbida no sistema de consumo supérfulo como o "melhor padrão" de existência, confirmação de excelência e "prosperidade". Aceitam prosperar naquilo que há de pior, apenas por desconhecer a capacidade de transformação que juntos poderiam organizar em nome da Verdade dos recursos de nosso planeta e não em nome de direitos e ingressos no sistema de consumo para apenas uns poucos.



Da mesma forma que o Nazismo de Adolf Hitler recuperou a alto-estima do povo alemão e "Pôs ordem na casa" no que diz respeito as finanças, o crescimento e a distribuição de riquezas a todas as pessoas de todas as classes da nação, as revindicações dos Movimentos GLTB tem feito o mesmo por seus simpatizantes, reforçando a crença de que podem tranformar suas existência e acabar com os preconceitos sem mudar a si mesmo e melhor: Realizando "festas" que se repetem todos os finais de semana e uma vez por ano acontece em plena "praça pública e "principais avenidas" da cidade, com o patrocínio de grandes empresas e grandes bancos (que sem que eles desconfiem ou queiram saber, os escravizam junto com toda a raça humana) para que todos vejam e sintam a "força do movimento".

Oras, quanta balela, quanta besteira, quanta mentira, quanta falta de caráter desses religiosos! Seja os religiosos da sexualidade e da libertinagem, seja os religiosos do "homenzinho na cruz" (Homenzinho que eu respeito muito e por vezes até me inspiro), que sequer é provado se exitiu da maneira que contam.

Mais de 50 anos depois das grandes guerras que mudaram o mundo e as pessoas para sempre, as mesmas táticas para manipular as massas e levar soldados ao front, são utilizadas e infelizmente confirmamos que as pessoas ditas: "politizadas", "cultas", tolerantes e "heterogêneas", "universitárias", "vanguardistas e "modernas", "formadoras de opinião" e outros derivados, caem como idiotas.

Vão as ruas "repetir estribilhos de protestos" e apontar dedos a Inimigos eleitos por uma mídia e por um padrão de crenças, sem fazer questão nenhuma de entender como o sistema funciona e qual sua contribuição para que ele assim funcione.


Fazem passeatas e "protestos pacíficos", usam as massas e mobilizam gente conhecida sem jamais deixar de consumir suas marcas e desejar ter aqueles produtos. Lutam pelo direito de terem estradas boas, sem lutar pelo direito de transporte para todos. Lutam pela proibição ou legalização do aborto, sem lutar pela garantia de dignidade e respeito para com quem já é vivo. Lutam pelos direitos dos animais domésticos e querem punição para quem esses agride, sem abrir mão de realizar churrascos ou do alto de seus copos de cerveja defender a Pena de Morte e a tortura para seres humanos que infrigem a "Lei". Lutam pela tolerância religiosa privando pessoas de serem ateus ou de desenvolverem sua espiritualidade livre de Igrejas e outras estruturas mentirosas e assassinas.

Defendem que suas respectivas instituições religiosas cobrem dízimo sem pagar impostos. Lutam pela legalização ou proibição das drogas ilícitas, sem jamais realizar e questionar o por que elas são proibídas e quem realmente tem a ganhar com isso. Elegem políticos ladrões para substituir outros políticos ladrões, alegando que o voto obrigatório é um exercício fundamental para a "Liberdade" e a "democracia".

Um festival de incoerências, mentiras e contradições que não fazem a menor questão de parar para pensar sobre, pois o importante é que "o show deve continuar".

Todos esses movimentos das massas podem ser bonitos, podem ser por hora úteis, mas não tem condições de mudar a sociedade de maneira verdadeira.

A única maneira de mudar a sociedade para melhor é fazer questão de mudar e de cuidar de si mesmo.

São os pobres do mundo que precisam de assitência social, políticas e de "Leis" a seu favor. É por eles que devemos lutar e protestar. Todas as outras formas de se conquistar e manter "direitos" é mentira e hipocrisia!


Ainda que eu não viva para ver, chegará o dia nesse planeta em que as pessoas despertarão e serão temidas por seus governos, uma vez que todas elas saberão que em essência e em verdade, Não precisam desses para nada.

O futuro do Planeta Terra é a Sociedade Civil se Auto governando.

Quem viver verá. E todos viveremos para ver, uma vez que a Morte é Mentira! Não somos esses corpos, somos consciência.

Amor Infinito é a Única Realidade, Tudo o Mais é Ilusão:

que Deus Abençoe a Todos,
Namastê

Ruy Mendes - Março 2012
Ocorreu um erro neste gadget

Visualizações de páginas da semana passada