domingo, 20 de fevereiro de 2011

O Homem Mais Inteligente do Mundo ("Clique Aqui")

Mago Esquecido, Médium Incompreendido: Quem Foi Nikola Tesla?




Maior entre todos os grandes cientistas que conhecemos, o nome de Nicola Tesla Não brilha entre as cabeças e “troféus” da comunidade científica e da real sociedade científica de Londres. “Um Mago esquecido”. Um Médium Incompreendido. Tão Grande e imprescindível na história e a altura de Gênios como: Albert Einstein, (Sir) Isaac Newton, Seu Grande e invejoso Rival, Thomas Edison.

Pode ser considerado o pai da energia wireless, da comunicação inalâmbrica, do motor elétrico, controle remoto, tecnologia de radar, robótica, neon, raio x, tecnologia de telefonia móvil, armas estratégicas espaciais via satélite entre centenas de outras invenções.





Ao contrário do que muitos acreditam essas tecnologias não foram o resultado de anos de pesquisa de grupos de “cientistas acadêmicos” espalhados pelo mundo, mas sim o resultado da pureza da mente de um gênio impecável. Que viveu nos planos terrestres a mais de cem anos atrás.





Nikola Tesla nasceu em 28 de junho de 1856 no império austríaco da sérvia. Esteve em Praga, Paris, onde trabalhou na companhia elétrica daquele que viria ser seu patrão e depois seu “Arqui-Rival: "Thomas Edison" e atingiu a glória nos EUA depois de trabalhar e ser enganado pelo próprio Thomas Edison, Abrindo sua própria companhia.





Ainda Antes da primeira metade do século XX, Por pouco Tesla não materializou seu projeto de energia elétrica livre, grátis e abundante para todos.








Antes disso foi arruinado pelo famoso banqueiro americano satanista conhecido por todos Como J.P: Morgan.
Morgan não aceitava o “projeto Wardencliff” de Tesla já que esses dispensavam a existência do relógio contador de luz para quantificar a energia nas casas gerando um sistema de cobrança e poderia prover todos de energia abundante e gratuita.

O Famoso banqueiro J.P. Morgan cancelou o empréstimo feito a Tesla e o colocou numa “lista negra” de maneira que nunca mais encontrou inversores no mercado para financiar seus projetos.

Tesla Passou por um processo de depressão profundo graças a isso mas, continuou contribuindo a humanidade com seus inventos.







Durante toda a vida, Nikola Tesla Lutou contra diferentes
 tipos de fobias, além de ter afirmado que por toda a vida muitas
vezes ouvindo pessoas falarem, via formas se
materializando desde suas bocas,
podia ver os efeitos do verbo e da voz
se materializando no ar.
Podia enxergar o ar em pequenas partículas, entre
outras formas de mediunidade que quase o
enlouqueciam e por vezes, geraram diversos
tipos de constrangimentos.











Tesla viveu até os 86 anos de idade. Morreu num quarto de hotel, esquecido. Sem amigos e sem nada nem ninguém que pudesse ser sua herança ou seus herdeiros.

No link ha um documentário com legendas em espanhol sobre a vida desse injustiçado Gênio.


Namastê

Ruy Mendes – Fevereiro 2011



quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Sobre Vaudeville

– O Novo Livro de Ricardo Amaral:



 Sempre gostei do Ricardo Amaral e ontem pela noite terminei de ler seu Novo Livro: Vaudeville, que conta histórias e causos interessantíssimos dos áureos tempos de uma elite brasileira que hoje é franca decadência.




Quando eu era adolescente e passava de bicicleta em frente o “The Galery” de Zé Victor Oliva, (que mais tarde veio a ser sócio do Ricardo em outros empreendimentos) nos jardins, a elite e classe média alta brasileira já tinha sido praticamente toda corrompida pelo uso freqüente e abusivo do elixir da mentira, conhecido por todos como: cocaína.



A Foto de Ricardo com seu charuto, na capa do livro, revela uma morfologia de intimidade com excessos e profundidades. Olhos Densos e tristes de quem testemunhou "cego, surdo e mudo" a mentira individual de cada componente daquela elite, assim como o desenvolvimento de uma grande mentira global chamada ora de: “Elite”, ora de “Glamour” por quem lá está. chamada de “capitalismo e extravagância” pelos seres humanos simples, muitos que como empregados domésticos e outras atividades escravagistas remuneradas, lá na ponta da pirâmide social do senhor Ricardo Amaral, estavam, contribuindo e tornando possível o circo de entretenimentos do império Amaral.



É bonito ler sobre um Brasil em que jovens de 18 anos através de seus talentos natos e sem ajuda de mentiras e embustes como “universidades” e "Diplomas", traçavam uma rota de sucesso e ousadia para suas vidas antes mesmos dos 30 anos; Ricardo Amaral é um desses. Parabéns Ricardo, Eu te admiro por isso.



Ao Mesmo tempo é horrível testemunhar a profunda alienação e postura social hipócrita das pessoas que compunham o clubinho de milionários da América latina. É como se esses senhores como Ricardo Amaral em 50 anos, jamais tivessem pensado no ser humano fora desse conceito de "corpos de carnes movidos a estímulos" ou “maquinas consumista” limitado em 5 sentidos cerebrais. Ainda que Napoleão fosse um macro-assassino como qualquer herói, o passatempo desses senhores por décadas, foi imitar o estilo de vida ocioso e inútil das côrtes francesas.



Na Verdade seu Ricardo, O “Café soçayte e a champanhota” que o senhor tão bem caçoa, É o Senhor e essas pessoas para quem o senhor trabalhou. De Verdade!



Ler o que escreve e ouvir o que pensa pessoas como Ricardo Amaral (por mais que a leitura do livro seja agradável e pareça que você tá tomando um “uisquínho” com o Ricardo). Ler o que pensa ou escreve aquele outro de “penteado incrível", Eike Batista, (ou qualquer um desses novos tecnocratas banqueiros e investidores que não conseguem ver o ser humano além de um "escravo de umas cédulas de papel") sobre futuro e desenvolvimento é também assustador, nazista e horripilante.



Esses senhores estão convencidos que a solução para o desenvolvimento da raça humana e equilíbrio do planeta é: A Geração de Empregos e a criação de parques industriais de entretenimentos com shows e lanchonetes onde os nossos sentidos possam ser entretidos enquanto somente eles, desfrutam do Oasis de riqueza e abundância que Deus Criou para a raça humana, chamado planeta terra. Eles querem que a Sociedade Seja Pirâmidal para Sempre.



Esses senhores parecem verdadeiramente não conseguir vislumbrar a existência de um planeta que não esteja colonizado desde a mais ínfima célula psíquica, por um sistema opressor financeiro monetário. É Como se a Humanidade e o planeta Só Pudesse existir com e Para os Bancos e para as Corporações e Indústrias.




Enquanto os senhores da elite e das orgias gastronômicas e dançantes de Ricardo Amaral confabulavam o glamour controlando a cidade com "notas e colunas de de jornais", Chico Xavier estava arrebentando no pinga fogo, comprovando a existência e enviando respostas dos mundos espirituais.

Esses senhores da Elite não estavam nem ai pra isso. Dava igual pra eles se um monte de gente se fodia em ônibus e metrô para ir limpar as migalhas das mesas deles.






Dá Igual para esses senhores o que é: justiça e o que é injustiça. O que é Verdade e o que é Mentira.

Enquanto Esses tios tivessem ou tiverem(?) “putas” e “Don périgõn” haveria ou haverá esperança. O mundo poderia "acabar em barranco que eles morreriam encostados".





É triste ler e comprovar que os homens mais poderosos e ricos do país, passaram a vida, ocupados em ser; “os homens mais poderosos e ricos do país” apenas e nada mais.



O Livro de Ricardo é a “prova do crime” de que os governantes, as elites e companhia, jamais fizeram nada para a manutenção e equilíbrio dos povos. Sempre Mentiram. Venderam a alma e dilapidaram a moral e a lógica, em troca de todos os prazeres terrenais só pra eles enquanto suas esposas aliviavam suas energias de culpa fazendo caridade, tratando com decência, serviçais e empregados, assim como sendo fiel a eles. 



Então ao longo da leitura fui enumerando minhas dúvidas, Como por exemplo:



Qual a relação de profundidade e verdade que as festas do Ricardo Amaral tem com o Crescimento e prosperidade de organizações como o Comando Vermelho? Ainda que inversamente proporcional ambos começaram mais ou menos nas mesmas épocas e lucraram mais ou menos com as mesmas coisas e estão no topo de todas as paradas até hoje.




Ricardo é Ator? É Puro? É Um grande canalha ou um mestre do disfarce? Ou tudo isso junto? Ou Nenhuma das outras alternativas?



Eu gostei de ler o livro e recomendo. Gosto mais ainda do Ricardo Amaral como ser humano depois de ler ele. E creio que todos que condenam a livre expressão honesta de meus pensamentos a respeito do que senti lendo o livro, são os tijolos dessas sociedades cheias de muros que criamos e sustentamos. Fomos nós pessoas burras da base da pirâmide, que sempre sustentamos o Topo. Eles apenas mantinham o “play ground” funcionando.



A Missão dos jovens do planeta terra dessa e das próximas gerações é:



Destituir o Sistema Monetário das Prioridades Emocionais e Psíquicas de nossas células.



Somente assim pessoas como o Ricardo Amaral, poderão despertar.



Que Deus Abençoe a todos:



Namastê



Ruy Mendes – Fevereiro 2011

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Entendendo o Egito:

 
Crônicas do Despertar Planetário.

Para a maioria das pessoas o Egito repousa em seus imaginários como uma referência de “Disneylândia Africana” onde ao invés de montanhas russas e rodas gigantes (com os personagens do Maçon de 33º Grau, Satanista praticante conhecido por todos como: Walt Disney), temos pirâmides, camelos e gente vestida como árabes em meio há uma “caixa de areia” chamada "deserto", muito sol e pouca água.







Natural que seja assim já que foi exatamente essa a imagem caricata de árabes, muçulmanos e outras culturas fora do eixo ocidental, que Hollywood fez questão de implantar em nossos planos de consciência e inconsciência.


Esse texto é para lembrar que: A Cultura egípcia foi o ultimo grande baluarte atlântico, herdeiros das culturas de Mu e Lemúria, que datam de 12 a 25 mil anos atrás e foram civilizações que tinham como prioridade o desenvolvimento da raça humana e não sua escravização.









Os Americanos que hoje promovem e principalmente os que patrocinam a guerra (que são todos estudiosos e praticantes ocultistas) sabem disso e por isso inventaram essas guerras para controlar países como Afeganistão, Iraque, Iran, (e já controlavam o Egito através desse ditador que foi derrubado).
La no que se conhece como "oriente médio" é onde esse conhecimento está “enterrado”.

Por que esses países até sete mil anos atrás eram grandes potências espirituais e foi lá que todo o trabalho de escravização da raça humana a partir de seus planos mentais e inconscientes foi idealizado através da criação de uma
sociedade em forma de pirâmide onde a base sustenta o topo
sem que aqueles que está embaixo, saiba o que realmente
acontece ou faça questionamentos ao que passa e aos que
estão encima.


Através de uma publicidade eficiente e uma padronização do conhecimento em 5 sentidos materiais cerebrais que é perpetuado pela "Universidade, laboratórios e comunidade científica", recebemos ingestão de energias de medo, dogma, adoração e submissão total a autoridade. As Energias Negativas que geramos e que nos guiam em uma maratona desesperarada por: "conhecimento", status, dinheiro e sobrevivência que não nos permite viver livre de MENTIRAS é o alimento principal dessa obra social piramidal em que 95 por cento do mundo é governado pela vontade luciferiana e imperativa de 5 por cento, conhecido como: "Elite"!



A Elite tem uma dívida cármica enorme com os povos do planeta terra que data de mais ou menos sete mil anos atrás e isso trata da nossa escravização ao longo da linha do tempo.



As famílias que hoje controlam o mundo seguem a mesma linhagem sanguínea dessas famílias dos faraós egípcios que se consideravam deuses e criaram um sistema de publicidade capaz de convencer as pessoas a adorá-los como tal, assim como aprisionar a percepção das pessoas em apenas cinco sentidos cerebrais.



A Sociedade humana com mentalidade de rebanho que temos hoje começou La no Egito. A Fragmentação do conhecimento cósmico reconhecido como “Verdade” (que está gravado a fogo nos corações e cérebros de todos os protótipos da raça humana através do que conhecemos como: Intelecto e sentimento) em distintas formas de “cátedras e culturas” e a elitização do conhecimento, começou lá no Egito também.




A adoração de seres humanos e “totens” que hoje comparo as marcas e produtos da elite (acompanhado com a cultura pop, seus ídolos e a pobretada, conhecida como “fãs”) como formas divinas e símbolos de adoração, sejam santas ou profanas: Começou no Egito.



A Idéia de ingerir “pequenas doses de “venenos etílico” em forma de bebidas amargas para alterar as vibrações através de químicas e elementos putrefados como mofo, fermento, fungos, começou por acaso no Egito.

Inclusive a história da cerveja, bebida popular que a grande massa usa como dogma de diversão, independência e autoafirmação de felicidade rende um "causo" interessante.




Me lembro que ainda criança lendo a Barsa, antiga enciclopédia que as famílias sempre tinham em casa, descobri que a cerveja era uma herança dos babilônicos, que se tornou popular graças aos Egipcios.
Parte do estoque de cevada e trigo para fazer pão e outros alimentos era ao ar livre, devida a grande abundância. Em tempos de muita chuva, parte da cevada com a água da chuva

 se fermentava e era feita uma espécie de sopa pastosa, que todos tomavam como alimento e depois ficavam rindo.

Assim nasceu a bebida oficial que faz com que até hoje, “escravos” sejam eles corporativos ou operários, desfrutem essa mesma bebida que ao longo do tempo foi aperfeiçoada, mas mantém o padrão de fermentação. Seus consumidores seguem fritando pâncreas e fígado por 20, 30, 50 anos, sem jamais abrir mão de suas risadas.




A Revolução Popular Pacífica no Egito Não é contra o governo de Mubarak ou uma ditadura política de 30 anos, mas contra a corporação inglesa máquina de guerra conhecida como: Estados Unidos da América. Contra o Cartel de Bancos que escraviza não somente povos pobres como os egípcios, mas o mundo todo.

Todos Países ricos tem pobreza e todos os Países pobres tem riqueza. E essa Sempre está nas mãos de uma minoria que esta conectada com as famílias reais e as personalidades do poder que são sempre as mesmas ou fazem parte das mesmas linhagens sanguíneas desde que o mundo entrou em queda dimensional se exilando nessa cultura materialista niilista movida a inveja e competição, glamour e mentiras, que faz com que a 95 por cento da raça humana seja escravizada e governada por 5 por cento que através de suas exclusivas tecnologias e publicidade, sustentam e dão manutenção a grandes mentiras milenares (natal, páscoa, calendários greogriano e etc que mantém nossas energias todas baixo as mesmas frequencia de percepção e conhecimento). sustentada e controladas pelas religiões, pelo sistema político e mais do que tudo pelos Bancos, pelos satanistas de wall street e a máquina de guerra anglo-americana.




Não adianta depor o ditador e por outro político no lugar para continuar a perpetuar a mesma forma de escravização financeira dos povos.



Nós precisamos de um novo sistema que não priorize a acumulação de riquezas e preserve, assim como invista no conhecimento e na vida de cada ser da raça humana, animal e planta do planeta terra.




É preciso que cada um abra mão voluntariamente de suas mentiras para que a grande mentira que nos governa não tenha mais força. Somente Assim materializaremos o Mundo de Abundância Para Todos que Podemos e Estamos Aqui Para Fazer.
O Egito somos nós.



Que Deus Abençoe a todos:

Namastê

Ruy Mendes - Fevereiro de 2011







Ocorreu um erro neste gadget

Visualizações de páginas da semana passada